Dispositivo barato e portátil de minerar Bitcoin viraliza no TikTok, será que vale a pena?

Vídeo foi gravado no TikTok, onde minerador ganhou atenção pela "façanha".

Mesa da Starbucks com moedas de Bitcoin em formato de M
Mesa da Starbucks com moedas de Bitcoin em formato de M

O influenciador digital Idan Abada criou um dispositivo para tornar a mineração de Bitcoin “acessível à todos”. Ele postou um vídeo no TikTok mostrando o equipamento compacto conectado a um notebook em uma cafeteria do Starbucks. O vídeo viralizou e recebeu mais de 2,7 milhões de visualizações.

Idan Abada é um empresário que costuma compartilhar com seus 41 mil seguidores as suas experiências com a mineração de criptomoedas.

Em seus vídeos ele costuma falar sobre equipamentos de mineração acessíveis ao público e compartilhar dicas, mesmo que sua rentabilidade não seja a maior do mercado. O empresário também vende os equipamentos que cita em suas publicações.

Minerador de Bitcoin vai até loja da Starbucks para usar energia de graça

Em uma de suas experiências, Idan Abada foi com um equipamento de mineração de Bitcoin até a loja da Starbucks.

Enquanto tomava café, ele ligou um hub USB em seu notebook, com 10 entradas para dispositivos. Após isso, ele gravou a conexão de 10 aparelhos “GekkoScience NEWPACs AND Bitcoin Merch”, que garante 130 GH/s para mineração.

Em consulta ao site da Amazon, cada dispositivo custa R$ 1.200,00 e pode ser importado para o Brasil.

“Mineração de Bitcoin consome energia, então estou na Starbucks para minerar de graça”.

@howmuchchannel

Bitcoin Mining At Starbucks #bitcoinmining #crypto #bitcoin #ethereum #btc #eth #doge #dogecoin #starbucks #coffee #tothemoon #newpac #bitcoinmerch

♬ original sound – Idan Abada

Com os 10 equipamentos ligados, bem em frente a uma atendente da cafeteria, o ousado minerador ainda perguntou “Como eles saberiam?“.

Em certo momento ele mostrou que é possível obter um lucro de US$ 3,95 por dia (cerca de R$ 20,00), o que lhe daria “Café Grátis para sempre”.

Minerador desde 2015 e empresário do setor

De acordo com o 3dnews, Idan Abada é um minerador de Bitcoin que começou suas atividades em 2015. No ano de 2017, contudo, ele criou sua própria operação de venda de máquinas para mineração de criptomoedas.

No início ele vendia apenas cabos dos equipamentos e peças, mas agora trabalha com tudo necessário para uma operação.

Sua empresa se chama BitcoinMerch, trabalhando com a venda de dispositivos portáteis de mineração e até Asics, equipamentos mais profissionais do setor. Os dispositivos que fizeram sucesso no Starbucks, por exemplo, são produzidos pela empresa GekkoScience, mas os hubs carregam a marca de Idan.

@howmuchchannel

Mining is so beautiful #bitcoinmerch #bitcoin #bitcoinmining #safemoon #dogecoin #newpac #ethereum #btc #eth #blockchain

♬ Lofi – Domknowz

Vale a pena?

Apesar de barato, silencioso e portátil, os dispositivos de mineração de Bitcoin que bombaram no TikTok estão longe de ser rentáveis.

É estimado que cada equipamento produza mensalmente 0,0002478 BTC, cerca de R$ 50,00.

Ou seja, caso a energia seja realmente grátis, aí compensaria o uso dos pequenos mineradores de Bitcoin que já consumiram até da Starbucks. Caso não seja, o prejuízo no longo prazo pode ser certo com os equipamentos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias