Integridade dos arquivos digitais com blockchain é muito maior, diz diretor de Arquivo

Com a 5.ª Semana Nacional de Arquivos (SNA), participaram 230 instituições de memória.

Siga no
Grupo de pessoas utilizando a rede blockchain
Grupo de pessoas utilizando a rede blockchain

Segundo um gestor de dados do Arquivo Nacional do Reino Unido, a integridade dos arquivos digitais com uso da blockchain é muito maior. John Sheridan participou da 5.ª Semana Nacional de Arquivos, evento organizado pelo Arquivo Nacional, órgão público ligado ao Ministério de Justiça e Segurança Pública (MJ).

Iniciada na última segunda-feira (7), o evento está reunido pelo segundo ano consecutivo em formato digital. Vale o destaque que na próxima quarta (9), o Dia Internacional dos Arquivos marca uma importante data para este setor.

O tema da edição 2021 é “Emponderando Arquivos”, buscando atrair especialistas em diversos debates, que irão até a próxima sexta (11). Além de lives entre os participantes, seminários, cursos, exposições, entre outros, fazem parte do evento.

Reunindo 230 instituições de memória, um aumento de 31% da edição anterior, o MJ destacou que o evento é um recorde nesta edição. De acordo com a diretora-geral do Arquivo Naciona, Neide de Sordi, os temas do evento priorizam o acesso à informação.

“Esses temas priorizados pelo Conselho são princípios de Governo Aberto, que estão associados ao acesso à informação. Empoderar arquivos é colocá-los no centro dessas questões”, disse Neide

Integridade dos arquivos digitais com a tecnologia blockchain é muito maior, aponta diretor de Arquivo Nacional do Reino Unido

O uso da blockchain começou com as criptomoedas, mas logo se expandiu para outras funcionalidades. Essa é a visão de John Sheridan, diretor digital do Arquivo Nacional do Reino Unido (The National Archives – TNA UK), que abriu a 5.ª Semana Nacional de Arquivos no Brasil.

De acordo com John, os governos teriam o compromisso de preservar a integridade de documentos. Contudo, com a digitalização dos documentos, o processo se torna cada vez mais um desafio a ser cumprido.

Para o diretor, o ambiente digital permite infinitas possibilidades de adulteração e replicação de dados, como exemplo principal as chamadas Deep Fakes. Dessa forma, o número de replicações falsas de conteúdo teria crescido assustadoramente, no mundo todo.

Para Sheridan, segundo o MJ, o uso do ““blockchain” poderia viabilizar o rastreamento do envio e recebimento das informações, gerando uma “impressão digital” capaz de demonstrar, com o apoio de recursos de Inteligência Artificial, o conteúdo imutável dos documentos digitais“.

Com alguns testes que foram realizados por uma ferramenta do Arquivo Nacional do Reino Unico, que também utiliza a inteligência artificial, foi possível detectar, com 95% de precisão, a adulteração de poucos segundos em um vídeo de várias horas.

Projeto Archangel teria intenção de garantir proveniência dos dados

Em desenvolvimento pelo Arquivo Nacional do Reino Unido, o projeto chamado de Archangel tem a participação ainda do Open Data Institute e da Universidade de Surrey, na Inglaterra.

Com a solução, os testes tentam garantir a proveniência dos dados produzidos e geridos em órgãos oficiais, que depois são armazenados em entidades de guarda. Segundo o Arquivo Nacional do Brasil, este é um princípio básico do universo dos arquivos, que permite reconhecer a origem e autenticidade dos documentos.

Já Sheridan, afirmou que o projeto Archangel utiliza inteligência artificial aliada a blockchain, sendo capaz de demonstrar o conteúdo imutável dos documentos digitais. Parceiro do Arquivo Nacional do Brasil, o órgão do Reino Unido ainda estaria testanto a solução.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Vitalik Buterin. Imagem: Youtube

Criador do Ethereum explica como despejou US $ 6,7 bilhões em Shiba Inu no...

O criador do Ethereum, Vitalik Buterin, revelou como despejou US $ 6,7 bilhões em Shiba Inu no mercado de criptomoedas. Durante sua participação no...
Empresário com uma mala entrando em uma abertura em forma de bitcoin na parede

Bilionários participarão de evento que ensina empresas comprar bitcoin

Dois bilionários do mercado de Bitcoin participarão de um evento para que mais empresas conheçam sobre a tecnologia. No ano de 2021, a MicroStrategy...
Moeda Bitcoin e gráficos com câmera de segurança e vigilância

E se o prêmio do Big Brother Brasil fosse em Bitcoin?

Uma página fez um levantamento sobre quanto os vencedores do Big Brother Brasil teriam se tivessem comprado Bitcoin com o prêmio recebido. A página...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias