Investidor de criptomoedas é morto a tiros após reagir a assalto

A esposa da vítima está grávida de um menino. O bebê está previsto para nascer na próxima semana. O crime causou comoção na comunidade local.

Um investidor de criptomoedas de 40 anos foi morto a tiros por quatro criminosos que o abordaram na noite de domingo (8) em Remedios de Escalada, na Argentina.

Eugenio Sipatov, que era natural da Rússia, morava na Argentina desde 1999 com a esposa, que está grávida de poucas semanas. Ele era programador de computador e também vendedor de criptomoedas.

De acordo com a mídia local, o crime ocorreu pouco antes das 21h30, quando Sipatov conversava com um amigo na porta de sua casa. Os criminosos, que estavam em duas motocicletas, abordaram a vítima e tentaram roubar seu celular.

Investidor em criptomoedas reage a assalto e acaba morto

Sipatov resistiu ao assalto e foi baleado nas costas. Ele morreu no hospital pouco depois. A polícia investiga o caso e já identificou os quatro suspeitos, que estão sendo procurados.

O crime causou comoção na comunidade local, já que Sipatov era conhecido por ser um homem trabalhador e dedicado à família.

A esposa da vítima, que não teve o nome divulgado, disse que está arrasada com a morte do marido. Ela afirmou que os criminosos não levaram nada e que acredita que eles queriam entrar na casa para roubar.

“Ele não tinha dinheiro e estava com o telefone, mas eles não levaram”, disse o cunhado da vítima. “Suspeitamos que talvez eles quisessem entrar na casa e ele resistiu porque a mulher, minha irmã, está grávida”.

Nas imagens das câmeras de segurança é possível ver que o amigo da vítima foge do local, mas Sipatov é baleado pelos bandidos. Em segundos, os criminosos tentaram roubar seu celular e, quando ele resistiu, atiraram em suas costas.

Outro momento chocante é que uma imagem viralizou nas redes sociais mostrando a esposa realizando manobras de reanimação no próprio marido.

Um vizinho que presenciou o crime disse que os quatro suspeitos estavam armados com pistolas. O crime é mais um exemplo da violência que assola a Argentina. Nos últimos meses, o país tem registrado um aumento no número de assaltos e homicídios.

Polícia oferece recompensa de 100 mil reais por informações sobre suspeitos

Evgeny Sipatov e sua esposa (Imagem: Infobae)
Evgeny Sipatov e sua esposa (Imagem: Infobae)

Sipatov e sua esposa moravam em uma casa de dois andares em Remedios de Escalada. O casal estava terminando a construção da casa, que seria o primeiro lar deles como família.

Sipatov era um programador de computador experiente e trabalhava como freelancer. Ele também tinha um negócio de compra e venda de criptomoedas.

A esposa de Sipatov, que é ucraniana, está grávida de um menino. O bebê está previsto para nascer na próxima semana. O crime causou comoção na comunidade, com vários vizinhos prestando solidariedade à família da vítima.

A polícia está oferecendo uma recompensa de 5 milhões de pesos argentinos (cerca de R$ 100 mil) por informações que levem à prisão dos criminosos.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias