Investidor em DeFi tem R$ 6 milhões bloqueados para sempre

Por falta de atenção, ou qualquer outro erro, o dono das moedas não percebeu que estava enviando o valor para o endereço do contrato e não para um endereço válido ou para a sua própria carteira.

Siga no

Enviar criptomoedas para um endereço errado já é algo complicado e que dá uma tremenda dor de cabeça, afinal, essas transações são irreversíveis. Imagine então perder R$ 6 milhões para sempre após digitar um endereço errado no campo de envio? Foi isso que aconteceu com um investidor da moeda DeFI AAVE.

A transação envolvida nessa perda milionária foi notada pelo perfil TokenOops, focado apenas em ficar de olho em transações que são perdidas para sempre.

“Alguém acabou de perder US$1.134.905 (~3020,40 ETH)! Foram 28.050 AAVE perdidos para sempre, enviados para o contrato.”

O AAVE é um protocolo DeFi para criar diferentes mercados, similar a outros protocolos de Finanças Descentralizadas. Assim como muitos outros projetos ETH, o protocolo possui um endereço. Esse endereço é usado para “queimar moedas”, ou seja, enviar tokens para nunca mais serem recuperados, como uma forma de controlar o suprimento e o preço do ativo.

Tokens ERC20 (rede Ethereum) que são enviados para o endereço ERC20 não podem ser recuperados nem transferidos mais. Eles ficam presos no protocolo para sempre e sem a possibilidade de serem resgatados ou utilizados (apenas através de um hardfork da rede.)

Por falta de atenção, ou qualquer outro erro, o dono das moedas não percebeu que estava enviando o valor para o endereço do contrato e não para um endereço válido ou para a sua própria carteira. Com isso, mais de US $ 1 milhão na moeda digital estão presosna blockchain.

Esses tipos de erros são relativamente comuns, tanto que o TokenOops tem uma conta especializada em monitorar essas transações. No entanto, geralmente não passam de algumas centenas de dólares, como apostando pelo Decrypt.

Pelo menos para os que ainda estão guardando a moeda isso pode ter sido uma boa notícia, já que o suprimento de AAVE diminuiu.

Mais erros podem chegar com a popularidade do Defi

DeFi continua sendo um setor que chama muita atenção por causa dos possíveis ganhos. Claro, com mais investidores chegando no setor, mais provável que erros do tipo se tornem cada vez mais comum, um processo normal nesse tipo de movimentação.

Uma outra curiosidade bem interessante é que muitos investidores enviam valores baixos para esses endereços de propósito. Isso acontece muito no Bitcoin, com investidores enviando valores baixos para o endereço do Bloco Gênesis, como uma forma de tributo ao Bitcoin.

Por enquanto, os novos usuários de DeFi precisarão tomar bastante cuidado com erros bobos como esse, ou podem perder bastante dinheiro.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Bitcoin dentro de livro criptomoeda blockchain vocabulário

Academia Brasileira de Letras inclui “criptomoeda” em vocabulário atualizado da língua portuguesa

Mais um vocabulário brasileiro adiciona o termo "Criptomoeda", reconhecendo assim na língua portuguesa a palavra que tanto chama atenção dos brasileiros nos últimos anos. No...
Mineração de Bitcoin minerador

Leilão da Receita tem equipamento de minerar Bitcoin a partir de R$ 500

A Receita Federal do Brasil abriu leilão de equipamentos de mineração de Bitcoin que foram apreendido no Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas (SP). Vale o...
Bitcoin em alta. Imagem: ShutterStock

Bitcoin recupera nível técnico importante e encosta nos US$ 40 mil

O Bitcoin subiu acima de sua média móvel de 50 dias pela primeira vez desde 12 de maio na noite deste domingo (25) e...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias