Início Binance Investidor perde 2,5 bitcoins na Binance e entra na justiça

Investidor perde 2,5 bitcoins na Binance e entra na justiça

Corretora diz que uma de suas prioridades é cuidar dos usuários. Acompanhe o caso.

Um francês que mora no Brasil perdeu todos os seus bitcoins na Binance em menos de 2 horas, após uma série de mais de 6 mil operações de trade na plataforma. O caso acabou indo parar na justiça e segue sob apuração.

De acordo com o cliente, houve uma falha na segurança da plataforma da Binance que possibilitou que no intervalo de tempo de 1h50m26s um hacker realizasse 6.257 operações de trading, subtraindo 2,5400732 bitcoins do investidor.

Devido ao elevadíssimo número de operações em 20 diferentes criptomoedas, foi gasto quase R$ 50.000,00 em taxas com a corretora. A defesa do investidor alega que as corretoras são cada vez mais atacadas por hackers.

Francês que mora no Brasil alega que perdeu todos os seus bitcoins na Binance

Um dos dados apresentados pelo investidor ao acionar a Binance na justiça é que o IP do hacker que invadiu sua conta consta em uma lista conhecida de endereços perigosos.

Além disso, esse IP nunca havia acessado a conta do francês, que nunca permitiu operações com robôs em sua conta.

IP do hacker que atacou conta do francês nunca havia acessado plataforma antes
IP do hacker que atacou conta do francês nunca havia acessado plataforma antes.

Ademais, constatou-se que momentos antes da consumação do crime houve também uma tentativa fraudulenta de saque, porém esta foi detectada e impedida pela corretora.

Todavia, apenas as operações de saque foram bloqueadas, o que possibilitou que a atividade criminosa decorresse de outra forma, no caso, pelo trade. O caso ocorreu no dia 20 de fevereiro de 2022.

Como foram mais de 6 mil operações, algumas feitas em poucos segundos, o cliente entendeu que mesmo com sua conta desativada para saques os trades ainda estavam liberados, o que não faz sentido em sua visão e de sua defesa. Na justiça, eles pedem a reparação de bens em mais de R$ 500 mil.

O que diz o advogado da vítima?

Por não conseguir um acordo amigável junto à corretora de criptomoedas, a demanda foi parar no judiciário paulista.

Em consulta ao advogado Raphael Souza, que representa o cliente lesado, este declarou ao Livecoins que várias corretoras estão sendo alvos de ataques cibernéticos e mesmo assim lucram com as taxas das operações dos hackers.

Corretoras de criptomoedas se tornaram um dos grandes alvos de ataques cibernéticos e vem sendo reiteradamente condenadas pela justiça brasileira a restituírem os valores subtraídos de seus clientes.

Ao nosso ver, não é razoável que uma corretora absorva parte do dinheiro desviado em virtude das taxas cobradas nas elevadas quantias de operações fraudulentas realizadas pelos invasores na plataforma da Exchange.

De qualquer forma, se o crime decorrer por falha na prestação de serviço decorrente da ineficiência do sistema de segurança adotado, responderá a exchange objetivamente pelos danos gerados relativos a fraudes e delitos praticados por terceiros, conforme esclarece art. 14 do código de defesa do consumidor. Ou seja, deverá a Exchange restituir os valores furtados, além de devolução das taxas das transações fraudulentas.

O que diz a defesa da Binance?

O Livecoins procurou a Binance para comentar sobre o caso, e a corretora informou que não comenta processos em andamento.

“A Binance informa que não comenta processos em andamento, mas reforçou que proteger os clientes é prioridade e que atua em constante colaboração com as autoridades locais, inclusive em eventuais investigações. Além disso, a empresa ressaltou que realiza um trabalho permanente de educação e apoio aos usuários, incluindo melhores práticas de segurança. Em caso de qualquer dúvida, o usuário deve entrar em contato diretamente com a Central de Suporte e via chat oficial.”

Além disso, a reportagem questionou a corretora sobre a recente publicação da Reuters que coloca a Binance como plataforma que ajudou traficantes a lavar dinheiro.

Em resposta, a corretora informa que o artigo utilizou informações desatualizadas e não verificadas, e uma página da corretora esclarece melhor toda a confusão.

O artigo usa informações desatualizadas de 2019 e atestados pessoais não verificados para estabelecer uma narrativa falsa. A Binance tem algumas das políticas de AML mais rígidas do setor de fintech e desempenha um papel significativo de liderança em ajudar às autoridades legais a lidar com crimes cibernéticos e financeiros. Continuamos a receber apoio irrestrito de parceiros de aplicação da lei em todo o mundo, para nosso trabalho pioneiro de combate à lavagem de dinheiro.

Ser responsabilizado é parte de ser um líder, e na Binance nós damos boas-vindas a isso. Também acreditamos fortemente nos benefícios de um ecossistema de mídia forte, imparcial e independente. O fato de o último artigo deste autor ter tido seus fatos brutalmente verificado e refutado por vários terceiros, incluindo o tema central de sua história, o chefe de gabinete de Alexei Navalny, demonstra sua falta de rigor e credibilidade.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples.

Acesse: https://coinext.com.br.