Anúncio
Início Bitcoin Já é possível pagar aluguel com Bitcoin em imobiliária gaúcha

Já é possível pagar aluguel com Bitcoin em imobiliária gaúcha

Empresa criou até cartão magnético que pode ser usado pelos clientes para pagar o aluguel com criptomoedas.

-

Imobiliária aceita bitcoin para pagar aluguel de imóveis

Uma imobiliária gaúcha permite que seus clientes paguem o aluguel através do bitcoin. A iniciativa traz ainda um cartão magnético que poderá ser utilizado para o pagamento de aluguel de imóveis que fazem parte da imobiliária Prolar. Essa é uma das primeiras imobiliárias do Brasil a aceitar criptomoedas como forma de pagamento para aluguéis.

O bitcoin pode ser utilizado para o pagamento de produtos e serviços. Embora ainda seja pouco difundido no país, aos poucos a criptomoeda ganha espaço em vários mercados. O setor imobiliário foi um dos primeiros a aceitar criptomoedas como forma de pagamento. Algumas empresas já operam a compra e venda de imóveis aceitando o bitcoin e outras criptomoedas.

Imobiliária gaúcha aceita criptomoedas como pagamento de aluguel

A Prolar aceitará o pagamento de aluguel com criptomoedas no Rio Grande do Sul. A empresa pioneira é uma das primeiras a integrar criptomoedas como forma de pagamento para o aluguel de imóveis. A comodidade permitirá que usuários utilizem seu saldo em criptomoedas para saldar dívidas com a imobiliária.

A iniciativa poderá ser expandida para outras empresas que ainda não conhecem o bitcoin. Receber através da criptomoeda permitirá que a imobiliária trabalhe com outra forma de pagamento além do real brasileiro.

Até condomínio poderá ser pago em criptomoedas

A Prolar aceitará o bitcoin como forma de pagamento para aluguéis de imóveis que fazem parte da lista da empresa. Além de pagar o aluguel, será possível pagar até mesmo o condomínio com criptomoedas. Isso permitirá que todo o gasto com o imóvel alugado seja pago em bitcoins.

A empresa opera no Rio Grande do Sul e a novidade do pagamento em criptomoedas pode ser conferida em duas unidades da Prolar. Desse modo, os clientes da imobiliária que vivem em Caxias do Sul e Bento Gonçalves já podem contar com a nova forma de pagamento da empresa.

Clientes podem usar cartão ou XWallet na Prolar

A Prolar criou uma forma prática de pagar o aluguel com criptomoedas. Os clientes da empresa que desejam usar a modalidade de pagamento poderão ter um cartão magnético fornecido pela imobiliária. Este cartão permitirá que o pagamento do aluguel com bitcoins aconteça de forma simples e rápida.

Além do cartão magnético, o pagamento do aluguel na Prolar pode acontecer através de uma aplicativo de carteira para criptomoedas. Dessa forma, o pagamento acontecerá por intermédio de um QR Code que validará a transação. Os clientes deverão acessar o aplicativo XWallet para que o pagamento do aluguel com criptomoedas seja realizado.

Outras quatro criptomoedas são aceitas pela imobiliária

A empresa não determinou um valor mínimo a ser pago em criptomoedas. Além do bitcoin, outros três ativos digitais serão aceitos pela Prolar. São as criptomoedas ethereum (ETH), binance coin (BNB) e pundi X (NPXS).

Criptomoedas estão sendo amplamente aceitas como forma de pagamento no setor imobiliário. Sobretudo no Rio Grande do Sul, cresce o número de empresas ligadas ao mercado imobiliário que passam a aceitar criptomoedas como forma de pagamento. A PRG Exclusive, por exemplo, está localizada em Gramado – RS e aceita bitcoins para a compra e venda de imóveis na região.

Além da Prolar, outra imobiliária também anunciou aceitar o aluguel em bitcoins. A Duo Imóveis fica localizada em Caxias do Sul – RS. Em 2018 a empresa anunciou que o primeiro aluguel de qualquer imóvel locado poderia ser pago em criptomoedas.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Avatar
Paulo José
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

MAIS LIDOS

Unick Forex: empresa pode ser condenada em novo processo judicial

A empresa Unick Forex está com problemas em pagamentos na plataforma. Esse atraso está fazendo com que usuários procurem a justiça em busca de...

2 indicadores de Bitcoin que você deveria prestar atenção

Existem centenas de indicadores que você pode utilizar em suas análises de Bitcoin. RSI, MACD, Médias Móveis, Bandas de Bollinger e por aí vai....

5 motivos mostram que Bitcoin viverá o melhor ano de sua história em 2020

O bitcoin deverá vivenciar um momento histórico em 2020. Para alguns analistas, o próximo ano deverá elevar o preço da criptomoeda para valores jamais...

Samsung adiciona suporte ao Bitcoin

Sediada em um dos principais países de olho no Bitcoin, a Samsung não poderia demorar a se voltar para a moeda digital. De fato,...

Nova Zelândia torna o Bitcoin legal para pagamentos de salários

Uma decisão do Departamento de Impostos da Nova Zelândia tornou o Bitcoin uma forma legal de pagar o salário de funcionários. De acordo com o departamento fiscal,...

Mais de R$ 70 milhões em bitcoins “somem” da Indeal

Investigações sobre o caso da Indeal revelam que mais de R$ 70 milhões praticamente sumiram das contas da empresa. À justiça, a Indeal alegou...

Escreva seu comentário:

1Xbit

Unick Forex: empresa pode ser condenada em novo processo judicial

A empresa Unick Forex está com problemas em pagamentos na plataforma. Esse atraso está fazendo com que usuários procurem a justiça em busca de...

2 indicadores de Bitcoin que você deveria prestar atenção

Existem centenas de indicadores que você pode utilizar em suas análises de Bitcoin. RSI, MACD, Médias Móveis, Bandas de Bollinger e por aí vai....