Koo de Bolsonaro é colocado à venda por dez bitcoins

Sem trocadilhos

Quem quiser comprar o ‘Koo’ do “Bolsonaro” na rede social rival do Twitter, deve desembolsar a bagatela de dez bitcoins. O preço foi definido pelo usuário que cadastrou o perfil na plataforma.

De origem indiana, o ‘Koo’ chamou a atenção dos brasileiros ao chegar com o idioma português nos últimos dias. No mundo todo, a rede social já acumula mais de 50 milhões de usuários.

O formato de rede social de microblogs ganhou destaque com o Twitter, rede social adquirida pelo bilionário Elon Musk. Desde que assumiu o comando do “passarinho azul”, Musk já cortou funcionários e causou polêmicas com a venda de selos verificados.

Koo de Bolsonaro está à venda por dez bitcoins

Já utilizada em larga escala na Índia, país onde teve origem, o Koo começa a chegar ao Brasil. Assim, os brasileiros começam a reservar os nomes de usuários que querem utilizar na nova rede.

E um dos nomes que chama atenção pela reserva é o “Bolsonaro“, sobrenome do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

Isso porque, quem assumiu o usuário não tem o interesse em manter o perfil, colocando à venda por dez bitcoins, cerca de R$ 895.569,58, de acordo com dados do Mercado cripto.

Usuário Bolsonaro a venda por 10 bitcoins na rede social Koo, que se diz a sucessora do Twitter
Usuário Bolsonaro a venda por 10 bitcoins na rede social Koo, que se diz a sucessora do Twitter. Reprodução.

Na publicação feita pelo Koo, o dono do perfil pede que quem tiver o interesse em ter o nome deve entrar em contato.

Koo vs Twitter

A rede rival do Twitter adotou um ícone de passarinho amarelo e tem interagido muito com os brasileiros. Ao ver que muitos já consideravam abandonar a rival, o próprio Koo pediu que os usuários não façam tal ação.

“Aqueles que disseram que vão deixar o Twitter, por favor, não façam isso. Esta é a sua casa há anos. Não nos importamos com isso, desde que você possa manter um pouco de espaço em seu coração para nós. Nós amamos o Brasil e isso não vai mudar, não importa como você nos trate.”

A entrada de brasileiros no Koo rendeu memes pela internet e trocadilhos com o nome da rede social.

Contudo, além das brincadeiras, a rede social indica que não cobrará por selos como o Twitter. Além disso, em comunicações ao público, a rede social indica que será mais eficiente para criadores de conteúdos.

Em seus primeiros dias, o aplicativo da rede social não suportou os novos usuários e ficou indisponível em vários momentos. De qualquer forma, os memes com o Koo estão levando diversão para usuários do Twitter.

O Livecoins também tem um perfil no Koo, aproveite para seguir.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias