Polícia prende “lavadores de dinheiro por encomenda” que usavam Bitcoin

Seis pessoas foram indiciadas por ligação com um sindicato criminoso que lavou mais de R$ 21 milhões por meio do Bitcoin.

Siga no
Interpol e Lavagem de dinheiro Europol Bitcoin Febraban
Imagem de Ulrike Leone

A polícia da Austrália realizou nesta semana a prisão de um grupo com uma atividade bem específica: Um sindicato de lavagem de dinheiro “por encomenda”. A ideia do grupo era funcionar como um serviço por contrato com pessoas interessadas em lavar dinheiro.

Eles realizavam a lavagem de um certo valor para os clientes e ficavam com uma porcentagem da quantia, os processos eram realizados com o uso de Bitcoin.

De acordo com notícias locais, a polícia de Sidney prendeu um homem e cinco mulheres na última quarta-feira (10), acusados de fazerem parte de uma quadrilha de lavagem de dinheiro que começou em outubro do ano passado.

“O sindicado estava operando como ‘lavadores de dinheiro por encomenda’ e eles tiravam uma porcentagem de cada pagamento para eles.”, disse o Detetive Superintende Matt Craft, comandante do Esquadrão contra Crimes Cibnernéticos.

O superintende disse que os acusados lavaram cerca de AU$ 5 milhões (Dólares Australianos) que provavelmente vieram de vendas de drogas e outras fontes ilícitas. O dinheiro era convertido para Bitcoin e então enviado para fora do país.

Prisão de uma das acusadas de lavagem de dinheiro. Fonte: Polícia da Austrália
Prisão de uma das acusadas de lavagem de dinheiro. Fonte: Polícia da Austrália

As prisões foram feitas após a execução de mandados de busca em dois apartamentos em bairros diferentes de Sidney. Durante a ação foram apreendidos também diferentes equipamentos eletrônicos que podem ter sido usados para a comunicação entre criminosos e clientes e também nas ações de conversão do dinheiro para Bitcoin.

Também foram apreendidos quantias em dinheiro vivo e várias joias personalizadas.

O homem acusado de participar do grupo foi indiciado por crimes de transações ilícitas com objetivo de esconder dinheiro e formação de quadrilha. Uma das mulheres foi indiciada por formação de quadrilha e contribuição em atividades criminosas, acredita-se que ela esta envolvida na lavagem de pelo menos AU$ 3 milhões. 

Outras três mulheres envolvidas com o grupo foram indiciadas por lidarem com dinheiro ilegal de forma imprudente. A última envolvida foi indiciada também por ser cúmplice do esquema.

Líder do grupo foi preso durante blitz policial

Há cerca de um mês o líder do sindicado de lavagem de dinheiro foi preso pela polícia durante uma ‘blitz’ policial. O Carro de Yi Zhong, de 30 anos, foi parado pela policia australiana e dentro do veículo foram encontradas duas bolsas com mais de AU$ 1 milhão.

Zhong após ser preso pela polícia. Fonte: The Sydney Morning Herald/Wolter Peeters
Zhong após ser preso pela polícia. Fonte: The Sydney Morning Herald/Wolter Peeters

A partir dessa apreensão foi iniciada uma investigação que descobriu a participação dos outros membros do grupo e levou às prisões.

A investigação ainda não foi concluída e provavelmente haverá novas apreensões no futuro, de acordo com os investigadores.

“Haverá mais prisões em relação a essa investigação… é o que acreditamos baseados na evidência que coletamos na quart-afeira”, disse o superintendente Craft.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

A China é para o bitcoin o que a Dilma foi para o movimento...

Há quem acredite que os maiores precursores e catalisadores do movimento libertário no Brasil foram pessoas como Daniel Fraga, Raphael Lima (Ideias Radicais) ou...
Bitcoin dentro de livro criptomoeda blockchain vocabulário

Academia Brasileira de Letras inclui “criptomoeda” em vocabulário atualizado da língua portuguesa

Mais um vocabulário brasileiro adiciona o termo "Criptomoeda", reconhecendo assim na língua portuguesa a palavra que tanto chama atenção dos brasileiros nos últimos anos. No...
Mineração de Bitcoin minerador

Leilão da Receita tem equipamento de minerar Bitcoin a partir de R$ 500

A Receita Federal do Brasil abriu leilão de equipamentos de mineração de Bitcoin que foram apreendido no Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas (SP). Vale o...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias