Polícia prende “lavadores de dinheiro por encomenda” que usavam Bitcoin

Seis pessoas foram indiciadas por ligação com um sindicato criminoso que lavou mais de R$ 21 milhões por meio do Bitcoin.

Siga no
Interpol e Lavagem de dinheiro Europol Bitcoin Febraban
Imagem de Ulrike Leone

A polícia da Austrália realizou nesta semana a prisão de um grupo com uma atividade bem específica: Um sindicato de lavagem de dinheiro “por encomenda”. A ideia do grupo era funcionar como um serviço por contrato com pessoas interessadas em lavar dinheiro.

Eles realizavam a lavagem de um certo valor para os clientes e ficavam com uma porcentagem da quantia, os processos eram realizados com o uso de Bitcoin.

De acordo com notícias locais, a polícia de Sidney prendeu um homem e cinco mulheres na última quarta-feira (10), acusados de fazerem parte de uma quadrilha de lavagem de dinheiro que começou em outubro do ano passado.

“O sindicado estava operando como ‘lavadores de dinheiro por encomenda’ e eles tiravam uma porcentagem de cada pagamento para eles.”, disse o Detetive Superintende Matt Craft, comandante do Esquadrão contra Crimes Cibnernéticos.

O superintende disse que os acusados lavaram cerca de AU$ 5 milhões (Dólares Australianos) que provavelmente vieram de vendas de drogas e outras fontes ilícitas. O dinheiro era convertido para Bitcoin e então enviado para fora do país.

Prisão de uma das acusadas de lavagem de dinheiro. Fonte: Polícia da Austrália
Prisão de uma das acusadas de lavagem de dinheiro. Fonte: Polícia da Austrália

As prisões foram feitas após a execução de mandados de busca em dois apartamentos em bairros diferentes de Sidney. Durante a ação foram apreendidos também diferentes equipamentos eletrônicos que podem ter sido usados para a comunicação entre criminosos e clientes e também nas ações de conversão do dinheiro para Bitcoin.

Também foram apreendidos quantias em dinheiro vivo e várias joias personalizadas.

O homem acusado de participar do grupo foi indiciado por crimes de transações ilícitas com objetivo de esconder dinheiro e formação de quadrilha. Uma das mulheres foi indiciada por formação de quadrilha e contribuição em atividades criminosas, acredita-se que ela esta envolvida na lavagem de pelo menos AU$ 3 milhões. 

Outras três mulheres envolvidas com o grupo foram indiciadas por lidarem com dinheiro ilegal de forma imprudente. A última envolvida foi indiciada também por ser cúmplice do esquema.

Líder do grupo foi preso durante blitz policial

Há cerca de um mês o líder do sindicado de lavagem de dinheiro foi preso pela polícia durante uma ‘blitz’ policial. O Carro de Yi Zhong, de 30 anos, foi parado pela policia australiana e dentro do veículo foram encontradas duas bolsas com mais de AU$ 1 milhão.

Zhong após ser preso pela polícia. Fonte: The Sydney Morning Herald/Wolter Peeters
Zhong após ser preso pela polícia. Fonte: The Sydney Morning Herald/Wolter Peeters

A partir dessa apreensão foi iniciada uma investigação que descobriu a participação dos outros membros do grupo e levou às prisões.

A investigação ainda não foi concluída e provavelmente haverá novas apreensões no futuro, de acordo com os investigadores.

“Haverá mais prisões em relação a essa investigação… é o que acreditamos baseados na evidência que coletamos na quart-afeira”, disse o superintendente Craft.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Martelo da Justiça e Bitcoin em destaque

Safra pede bloqueio de criptos em corretoras para cobrar dívida de posto de gasolina

O Banco Safra poderá pedir o bloqueio de criptomoedas em corretoras em um caso que envolve uma rede de postos em São Paulo que...

Primeiro ETF de Bitcoin nos EUA estreia nesta terça-feira

Embora muitos apontassem que o ETF da Valkyrie seria o primeiro a ser aprovado, a ProShares saiu na frente desta largada. Segundo a empresa,...
Bitcoin retoma os 70% de dominância do criptomercado

Brasileiros estão mais interessados em jogos NFT que por Bitcoin

A chegada dos jogos em NFT e a possibilidade de ganhar dinheiro ao jogar está fazendo com que os brasileiros se interessem mais por...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias