Lei marcial da Ucrânia proíbe a compra de bitcoin

Vale ressaltar que a proibição é para as compras usando apenas o UAH. Os ucranianos ainda podem comprar Bitcoin e outras criptomoedas, mas só usando moedas estrangeiras, ainda assim, com um limite.

Bandeira da Ucrânia e logotipo do Bitcoin.
Bandeira da Ucrânia e logotipo do Bitcoin.

Em meio a invasão da Rússia ao território ucraniano, o governo da Ucrânia tem tentadocontrolar não só as forças russas, mas também a inflação que afeta países que estão em conflitos. Entre diferentes medidas, incluindo limitações de saques em bancos, o país proibiu a compra de criptomoedas com moeda fiduciária local.

De acordo com um anúncio do Banco Central da Ucrânia novas restrições passaram a ser válidas para os moradores do país. Uma delas é justamente a proibição de indivíduos comprarem criptomoedas como o Bitcoin com a moeda fiduciária nacional, o Hryvnia (UAH).

Vale ressaltar que a proibição é para as compras usando apenas o UAH. Os ucranianos ainda podem comprar Bitcoin e outras criptomoedas, mas só usando moedas estrangeiras, ainda assim, com um limite.

Indivíduos poderão comprar com moedas estrangeiras um total de compras mensais limitado a 100.000 UAH (cerca de R$ 15 mil). Esse limite também se aplica a transações internacionais através do mercado de Peer-to-Peer.

“As mudanças relevantes ajudarão a melhorar o mercado de câmbio, que é um pré-requisito necessário para aliviar as restrições no futuro, bem como reduzir a pressão sobre as reservas internacionais da Ucrânia”, diz a decisão do banco central da ucrânia.

De forma simples, a ideia do Banco Central da Ucrânia é tentar ao máximo não deixar que a sua moeda nacional não desvalorize no câmbio, o que, como é de se imaginar, prejudicaria bastante a recuperação do país.

Curiosamente, com essa decisão o Banco Central da Ucrânia considerou as compras de criptomoedas como “transações quase em dinheiro” ao lado de operações como depósitos de carteira eletrônica, transações de câmbio e pagamentos de viagens.

O banco central admitiu que a necessidade de transações internacionais aumentou massivamente em meio à lei marcial, com milhões de cidadãos sendo forçados a deixar a Ucrânia.

Mas o país, segundo o Banco Central, não pode arcar com “saídas improdutivas de capital”, que incluem investir em criptomoedas.

“As transações quase em dinheiro são realizadas principalmente para contornar as atuais restrições do Banco Nacional, em particular para investir no exterior, o que é proibido pela lei marcial. Portanto, as transações relevantes devem ser interpretadas como levando a saídas improdutivas de capital”., complementa o documento.

Os bancos da Ucrânia já começaram a adotar as novas restrições, que possivelmente também serão adotadas pelas corretoras e pelo mercado P2P.

Com isso, continua a batalha da Ucrânia contra a inflação, mas desta vez vale ressaltar que as criptomoedas não estão sendo banidas diretamente pelo governo, mas apenas pegas no fogo cruzado da guerra.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias