Manifestantes usam bitcoin como protesto em Hong Kong para enfraquecer sistema bancário

Protesto pacífico envolvendo investimentos na criptomoeda envia sinal para a China sobre manifestações em Hong Kong.

Siga no
Bitcoin é usado em manifestações em Hong Kong

O bitcoin está sendo utilizado como forma de protesto por manifestantes em Hong Kong. O investimento na criptomoeda acontece após uma ordem entre os manifestantes para esvaziarem os caixas de bancos em toda a província. O motivo das manifestações estaria relacionado a interferências da China, e o protesto envia um claro sinal para o país que possui o controle administrativo de Hong Kong.

Um movimento de adoção do bitcoin em massa organizado poderia enfraquecer a economia de qualquer país. Ao retirar parte circulante do dinheiro, o bitcoin seria utilizado como uma estratégia de enfraquecimento econômico. A estratégia adotada em  Hong Kong revela que os investimentos em bitcoins foram organizados como forma de protesto pela população.

Bitcoins são utilizados como protesto em Hong Kong

Na última sexta-feira (16) o protesto relacionado ao bitcoin em Hong Kong começou a ser espalhado em fóruns de notícias. Segundo publicações a medida busca retirar o máximo de dinheiro possível dos bancos e investir em bitcoins. Além de aplicações na criptomoeda, as atividades citavam investimentos no dólar norte-americano, euro e até em ouro.

O bitcoin está sendo utilizado por manifestantes como uma forma de protesto não violenta. O investimento na criptomoeda pode trazer consequências para a economia de Hong Kong. Com a grande retirada de dinheiro dos bancos, a circulação do dólar de Hong Kong pode ser afetada pelos protestos que tomam conta da ilha.

Manifestanters postam fotos com dinheiro investido em outras moedas (reprodução)

Manifestantes retiraram mais de US$ 9 milhões dos bancos

Milhares de manifestantes em Hong Kong ocupam as ruas em protestos na província que começaram após um endurecimento nas leis locais. As manifestações marcam um descontentamento da população da ilha semi-autônoma com intervenções da China na legislação de Hong Kong.

Os protestos se estendem por dez semanas em Hong Kong. Com manifestações cada vez mais violentas, a população encontrou uma forma diferente de protestar contra o governo chinês, utilizando a criptomoeda bitcoin.

Segundo publicações em um fórum de discussão de Hong Kong, caixas eletrônicos estão sem dinheiro. Em imagens compartilhadas no LIHKG mostram manifestantes sacando dinheiro. O fórum de discussão LIHKG funciona em Hong Kong como um Reddit.

As retiradas mostram que mais de 400 manifestantes aderiram ao protesto em Hong Kong. Por outro lado, um grupo no Telegram alega que mais de 1.500 retiradas de dinheiro aconteceram nos bancos da ilha. Com um limite de saque diário de US$ 20 mil, estima-se que mais de US$ 9 milhões foram retirados pelos manifestantes ainda na semana passada.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

O ouro físico está perdendo espaço para o ouro digital

Nos últimos dias, Neel Kashkari, presidente do banco central americano, disse que não ficaria surpreso se a taxa de inflação nos Estados Unidos subissem...

Repressão global às criptomoedas pode estar chegando, alerta CEO da Kraken

Recentemente o Bitcoin e várias outras criptomoedas tiveram uma alta surpreendente, com muitas alcançando novas máximas históricas (como é o caso do Bitcoin e...

Dogecoin passa banco Itaú, Santander e Bradesco em valor de mercado

Dogecoin, a criptomoeda feita como uma piada, surpreendeu o mundo após disparar 150% em poucas horas e ser negociada por um valor recorde de...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias