Mineração de Bitcoin recupera força após queda com halving

Força da rede recupera fôlego perdido e fundamentos mostram bom momento.

Siga no
MIneração de Bitcoin
MIneração de Bitcoin

Os fundamentos da rede Bitcoin têm sido acompanhados desde os primórdios da moeda digital, principalmente sua capacidade de manter a segurança intacta. Após o halving, o Bitcoin passou por um momento de queda na atividade de mineração, essencial para manter a segurança da rede, mas já recupera com força nesta terça.

A taxa de hashs mede a força da rede Bitcoin, ou seja, quanto maior, melhor para o pleno funcionamento. Como o halving é um fenômeno que diminui a recompensa por bloco encontrado na rede Bitcoin, vários mineradores perdem o incentivo com a atividade.

Dessa forma, a rede Bitcoin passou por um momento decisivo nas últimas semanas, com muitos preocupados com a segurança. Contudo, com um mecanismo tecnológico de ponta desde sua criação, o Bitcoin passou praticamente incólume do fenômeno.

Mineração de Bitcoin recupera 15% nesta terça e mostra força em momento importante

Na última semana as bolsas tradicionais voltaram a desvalorizar, movimento que assombrou o preço do Bitcoin. Com queda nas bolsas de criptomoedas pelo mundo, a moeda digital chegou a cair de U$ 9 mil no último fim de semana.

Ao mostrar uma rápida recuperação no preço, contudo, o Bitcoin ainda mostrou outro detalhe interessante. A mineração de Bitcoin, que no pós-halving caiu, recupera sua força em pelo menos 14,95% na taxa de hashs, em relação às últimas duas semanas.

De acordo com o pesquisador cripto Ryan Watkins, da Messari, a recuperação agora foi muito importante. Um mês após o halving, o Bitcoin viu toda a segurança voltar, com a atividade de mineração novamente sendo destaque positivo.

Inclusive, a alta da taxa de hashs foi a maior desde janeiro de 2018, mostrando que os mineradores estão concentrados na atividade. Com o preço do Bitcoin em cerca de U$ 9500 (R$ 49 mil), a necessidade de vender moedas tem sido menor pelos mineradores.

Segundo uma matéria da CryptoNews, os mineradores passam por um momento de acumulação. Normalmente, a atividade de mineração acumula as moedas em períodos de baixa de preços para buscar a venda em altas. Na última semana, entretanto, dos 7050 BTCs gerados, apenas 5821 foram vendidos, ou seja, 1329 moedas foram guardadas por mineradores.

Preço do Bitcoin valoriza um mês após halving

Ao mesmo tempo que a mineração de Bitcoin revitalizou a queda do último mês, o preço do Bitcoin passa por um bom momento. Nos últimos trinta dias o preço valoriza 1,5%, mostrando que mesmo após o halving a pressão compradora se fez presente e o otimismo com a rede continua alto.

Com o ajuste de dificuldade da taxa de hashs em alta, o tempo para gerar blocos na rede ficou menor. Quem se beneficiou também foram os usuários do Bitcoin, que viram as taxas da rede ficarem menores após pagarem caro em transações no pós-halving.

Após o halving, além das taxas terem ficado caras, os tempos de geração de blocos estão com alta volatilidade. Ou seja, as transações ficaram caras e demoradas, com menos participação de mineradores. Passadas algumas semanas, o cenário enfim caminha para a normalidade, podendo a taxa de hashs, inclusive, caminhar para novos recordes.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

XRP valoriza mais de 100% em uma semana

A criptomoeda da Ripple, XRP, valorizou mais de 100% em uma semana, saindo de 0,28 centavos de dólares na segunda-feira passada (16), para $...

EUA imprime 21% da sua oferta monetária em 2020, risco de inflação cada vez...

A possibilidade de uma inflação que vai afetar consideravelmente o poder de compra das pessoas não é um medo apenas no Brasil, mas também...
Sean Ono Lennon

Filho do cantor John Lennon diz que Bitcoin aumentou sua autoestima

Sean Ono Lennon, o filho do cantor John Lennon acredita que o Bitcoin ajuda as pessoas de uma forma que elas nunca viram antes....

Últimas notícias

EUA imprime 21% da sua oferta monetária em 2020, risco de inflação cada vez mais alto

A possibilidade de uma inflação que vai afetar consideravelmente o poder de compra das pessoas não é um medo apenas no Brasil, mas também...

Filho do cantor John Lennon diz que Bitcoin aumentou sua autoestima

Sean Ono Lennon, o filho do cantor John Lennon acredita que o Bitcoin ajuda as pessoas de uma forma que elas nunca viram antes....

Banco toma dinheiro da conta poupança de cliente que caiu em golpe

Um homem caiu em um golpe de falso emprego e perdeu $ 3.000, os falsos empregadores deram ele um cheque e pediram que ele...