Notebook infectado com vírus que pede resgate em bitcoin vale US$ 1 milhão em leilão de arte

Um computador com seis dos piores malwares já vistos pela sociedade.

Siga no

Uma obra de arte um tanto quanto curiosa foi concebida pelo artista Guo O. Dong. Um computador com os piores vírus já encontradas na rede representa o projeto de Dong. Dentre os vírus está o WannaCry, que pede resgates em bitcoins para liberar o acesso à computadores infectados.

Alguns hackers utilizam o bitcoin como forma de pagamento para atividades ilícitas. Essas atividades podem incluir o “sequestro” de computadores, que somente são liberados mediante pagamento de resgate. É dessa forma que o bitcoin pode ser utilizado.

A criptomoeda torna-se forma de pagamento para que o equipamento seja liberado pela hacker. Foi assim que o WannaCry fez centenas de milhares de vítimas, que foram obrigadas a pagarem bitcoins em troca da “libertação” de suas máquinas.

Notebook vira obra de arte com vírus que pede bitcoin

Um computador com seis dos piores malwares já vistos pela sociedade. O notebook da marca Samsung Blue Netbook 2008 possui o WannaCry, BlackEnergy, Dark Tequila, ILOVEYOU, SOBig e MyDoom. Esses nomes podem parecer estranhos, mas correspondem a vírus capazes até de inutilizar computadores.

Todos os malwares encontram-se no notebook que foi avaliado em mais de US$ 1 milhão. A obra de arte foi intitulada de “The Persistence of Chaos” e será leiloada. Ao todo os malwares presentes no notebook causaram prejuízos em todo o mundo que podem chegar em mais de US$ 95 bilhões.

Para que o notebook continue com todos os malwares o equipamento não pode acessar a internet. Isso impede que os vírus “escapem” da máquina e obra de arte. Além disso, usuários podem acompanhar a interação dos malwares através da tela do notebook sem sair de casa. Uma transmissão 24 horas do notebook pode ser acompanhada via streaming.

The Persistence of Caos

WannaCry pedia bitcoins e atacou cerca de 300 mil computadores

O WannaCry é o mais conhecido entre os ransomwares que estão na obra de arte que irá a leilão. Esse vírus foi responsável por invadir cerca de 300 mil equipamentos. Esses ataques aconteceram em mais 150 países, onde pessoas foram obrigadas a pagar resgate em criptomoedas.

O ransomware WannaCry exigia pagamento em criptomoedas em troca de liberar notebook infectados. Nada podia ser feito após o vírus assumir o controle do equipamento. Todas as funções da máquina eram bloqueadas, e somente após o pagamento em bitcoin é que o hacker liberava a máquina. O ataque fez milhões de vítimas e representa uma das maiores ameaças que já apareceram na internet até então.

Enquanto isso o BlackEnergy foi responsável por ataques envolvendo o fornecimento de energia. Esse vírus esteve relacionado a um apagão que aconteceu na Ucrânia.

O Dark Tequila é conhecido por roubar credenciais e senhas de usuários, sendo que o ILOVEYOU talvez seja o mais antigo da lista. Esse vírus chegou a atacar mais de 50 milhões de equipamentos no auge da expansão do serviço de internet discada.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
SourceTecmundo
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Imagem de Dorian Nakamoto, que foi suspeito de ser Satoshi

Desenvolvedor que trabalhou com Satoshi Nakamoto quer que Bitcoin mude algoritmo de consenso

Um desenvolvedor que trabalhou com Satoshi Nakamoto no desenvolvimento do Bitcoin agora defende que a criptomoeda utilize Proof of Stake (POS), um algoritmo de...

HSBC bloqueia pagamentos para Binance no Reino Unido

O HSBC, o sexto maior banco do mundo, afirmou em um comunicado recente que suspendeu e proibiu no Reino Unido todas as transferências de...
Bitcoin e Bandeira da Espanha

Espanha pode autorizar uso de Bitcoin para pagamento de hipotecas

O uso de Bitcoin na Europa pode ganhar um impulso na Espanha, que recebeu um projeto de lei para pagamento de hipotecas com a...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias