Inicio Bitcoin Notebook infectado com vírus que pede resgate em bitcoin vale US$ 1...

Notebook infectado com vírus que pede resgate em bitcoin vale US$ 1 milhão em leilão de arte

Um computador com seis dos piores malwares já vistos pela sociedade.

-

Compartilhe
Computador que pede vírus em bitcoin vai ser leiloado

Uma obra de arte um tanto quanto curiosa foi concebida pelo artista Guo O. Dong. Um computador com os piores vírus já encontradas na rede representa o projeto de Dong. Dentre os vírus está o WannaCry, que pede resgates em bitcoins para liberar o acesso à computadores infectados.

Alguns hackers utilizam o bitcoin como forma de pagamento para atividades ilícitas. Essas atividades podem incluir o “sequestro” de computadores, que somente são liberados mediante pagamento de resgate. É dessa forma que o bitcoin pode ser utilizado.

A criptomoeda torna-se forma de pagamento para que o equipamento seja liberado pela hacker. Foi assim que o WannaCry fez centenas de milhares de vítimas, que foram obrigadas a pagarem bitcoins em troca da “libertação” de suas máquinas.

Notebook vira obra de arte com vírus que pede bitcoin

Um computador com seis dos piores malwares já vistos pela sociedade. O notebook da marca Samsung Blue Netbook 2008 possui o WannaCry, BlackEnergy, Dark Tequila, ILOVEYOU, SOBig e MyDoom. Esses nomes podem parecer estranhos, mas correspondem a vírus capazes até de inutilizar computadores.

Todos os malwares encontram-se no notebook que foi avaliado em mais de US$ 1 milhão. A obra de arte foi intitulada de “The Persistence of Chaos” e será leiloada. Ao todo os malwares presentes no notebook causaram prejuízos em todo o mundo que podem chegar em mais de US$ 95 bilhões.

Para que o notebook continue com todos os malwares o equipamento não pode acessar a internet. Isso impede que os vírus “escapem” da máquina e obra de arte. Além disso, usuários podem acompanhar a interação dos malwares através da tela do notebook sem sair de casa. Uma transmissão 24 horas do notebook pode ser acompanhada via streaming.

The Persistence of Caos

WannaCry pedia bitcoins e atacou cerca de 300 mil computadores

O WannaCry é o mais conhecido entre os ransomwares que estão na obra de arte que irá a leilão. Esse vírus foi responsável por invadir cerca de 300 mil equipamentos. Esses ataques aconteceram em mais 150 países, onde pessoas foram obrigadas a pagar resgate em criptomoedas.

O ransomware WannaCry exigia pagamento em criptomoedas em troca de liberar notebook infectados. Nada podia ser feito após o vírus assumir o controle do equipamento. Todas as funções da máquina eram bloqueadas, e somente após o pagamento em bitcoin é que o hacker liberava a máquina. O ataque fez milhões de vítimas e representa uma das maiores ameaças que já apareceram na internet até então.

Enquanto isso o BlackEnergy foi responsável por ataques envolvendo o fornecimento de energia. Esse vírus esteve relacionado a um apagão que aconteceu na Ucrânia.

O Dark Tequila é conhecido por roubar credenciais e senhas de usuários, sendo que o ILOVEYOU talvez seja o mais antigo da lista. Esse vírus chegou a atacar mais de 50 milhões de equipamentos no auge da expansão do serviço de internet discada.

XDEX:Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado.Abra sua conta, é grátis!
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
SourceTecmundo

MAIS LIDOS

Innova Mine: A cidadela da mineração e trade de criptomoedas

A Innova Mine é um novo projeto da indústria de criptomoedas que opera um modelo de negócios revolucionário. A empresa está sediada na Austrália...

MyAlice: Ex-sócio denuncia esquema em empresa de criptomoedas, “sumiram mais de 100 bitcoins”

Uma grave denúncia contra a MyAlice foi realizada por um ex-sócio da empresa no Facebook. Através de depoimento, Jean Kássio mostra como os negócios...

MP abre inquérito contra a Dreams Diggers por suposto esquema de pirâmide

O Ministério Público, por meio da 5ª Promotoria da Justiça do Consumidor de Salvador (BA), acaba de abrir inquérito civil para investigar a Dreams...

O valor da escassez dos ativos digitais

O setor de jogos evoluiu muito nas últimas décadas, uma das primeiras e grandes mudanças foi a eliminação da mídia física, reduzindo custos de...

A história das moedas físicas de Bitcoin

Uma das principais características do Bitcoin é que ele é totalmente digital, todavia, com o passar dos anos algumas pessoas começaram a criar moedas...

“Dinheiro não existe”: justiça orienta vítimas a sacarem tudo da Unick Forex

A Unick Forex está sendo investigada pela justiça brasileira. Após uma filial do escritório da empresa ser fechado no interior do Rio Grande do...

Banco Central do Brasil aposta em blockchain para criar sistema interbanco

Mais uma vez o Brasil sai na frente ao inaugurar um sistema interbancário através da tecnologia blockchain. O projeto é mantido pelo Banco Central...

Visa, Uber e Paypal vão apoiar a criptomoeda do Facebook

A criptomoeda do Facebook ganhou importantes aliados, como a Visa, Uber e Paypal. As três empresas anunciaram que apoiam a GlobalCoin. A previsão é...

Halving do Litecoin pode ser o maior evento de 2019

Certamente discutir sobre preços de criptomoedas é algo paradoxal, logo não é o foco discutir essa perspectiva. Isso porque o halving do Litecoin (LTC)...
 

COMENTÁRIOS

Compartilhe