Nubank lidera registro de chaves Pix

Segundo o Banco Central, mais de 8 milhões de chaves já foram cadastradas pela fintech

-

Siga no
Escritório do Nubank (Bitcoin, Blockchain, Criptomoedas)
Nubank/Reprodução
Anúncio

O Nubank, maior banco digital independente do mundo, é a instituição brasileira que mais registrou chaves do Pix, segundo relatório do Banco Central divulgado na noite de quarta-feira (14).

O documento aponta que já foram cadastradas 33,7 milhões de chaves. O Nubank lidera, com 8,08 milhões. Em seguida, aparecem Mercado Pago (4,73 milhões de chaves), PagSeguro (4,31 milhões), Bradesco (3,71 milhões) e Caixa Econômica Federal (2,49 milhões).

Anúncio

O Nubank concentra 23,9% do total de cadastros de chaves e tem 70% mais que a segunda instituição com mais registros. 

O cadastro oficial das chaves começou no dia 5 de outubro. Elas funcionam como apelidos para a conta — um dado vinculado a ela que os clientes poderão compartilhar para receber transferências ou pagamentos. Há quatro opções de chaves: CPF, número de telefone, e-mail e chave aleatória, gerada no próprio app da instituição.

O Nubank foi fundado em 2013 para libertar as pessoas de um sistema financeiro burocrático, lento e ineficiente. Desde então, por meio de tecnologia inovadora e excelente atendimento ao cliente, a empresa vem redefinindo o relacionamento das pessoas com o dinheiro em toda a América Latina. Com operações no Brasil, México e Colômbia, o Nubank é hoje o maior banco digital independente do mundo, reinventando a vida financeira de mais de 30 milhões de clientes.

O Nubank atingiu esse patamar ao oferecer um cartão de crédito sem anuidade, totalmente gerenciado por um aplicativo, hoje usado por 15 milhões de usuários, e uma conta digital, livre de tarifas, atualmente utilizada por mais de 26 milhões de brasileiros. O Nubank também oferece empréstimo pessoal transparente e descomplicado, um programa de benefícios com pontos que nunca expiram e uma conta para pequenas e médias empresas. Em 2020, a empresa adquiriu a corretora digital Easynvest e se tornou líder no segmento de plataformas digitais de investimentos.

Ao longo de sete anos, o Nubank levantou mais de US$ 1 bilhão com alguns dos investidores de tecnologia mais conhecidos do mundo, como TCV, Sequoia Capital, Kaszek Ventures, Tiger Global Management, QED, Founders Fund, DST Global, Redpoint Ventures, Ribbit Capital, Dragoneer Investment Group, Thrive Capital e Tencent.

O Nubank foi eleito pela revista Forbes como o melhor banco do Brasil — e um dos melhores do mundo — por dois anos seguidos, 2019 e 2020. Também foi reconhecido pela revista Fast Company como a empresa mais inovadora da América Latina e o “challenger bank” mais valioso pela CB Insights.

Hoje, o Nubank é uma empresa global, com escritórios em São Paulo (Brasil), Cidade do México (México), Buenos Aires (Argentina), Bogotá (Colômbia), Durham (Estados Unidos) e Berlim (Alemanha). Foi fundado em 2013 em São Paulo, pelo colombiano David Vélez, e tem como cofundadores a brasileira Cristina Junqueira e o americano Edward Wible. Para mais informações, visite www.nubank.com.br.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Avatar
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Leia mais

Leia mais sobre:

Últimas notícias

Criptomoeda lança corretora descentralizada no mercado

A criptomoeda Decred lançou a sua corretora descentralizada no mercado, após algum tempo em desenvolvimento. Para comemorar o lançamento até uma música foi produzida...

Justiça determina prisão de fundadores da pirâmide financeira ArbCrypto

O juiz Fabio Calheiros do Nascimento, da 2ª Vara Criminal do Foro de Barueri, determinou na terça-feira (13) a prisão preventiva dos fundadores da...

TST promove seminário sobre blockchain e smart contracts

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) promove um seminário no mês de novembro, que terá até os assuntos de blockchain e smart contracts para...