Número de mulheres investindo em criptomoedas dobrou nos últimos seis meses

Siga no
Mulheres Trading
Imagem: Pixabay

London Block Exchange (LBX), uma plataforma britânica de negociações em criptomoedas conduziu uma pesquisa e revelou que as mulheres que pensam em investir no mercado de criptoativos dobrou nos últimos seis meses.

Embora a demanda entre os homens esteja se estabilizando, uma em cada oito mulheres, quase 13%, investiria nas moedas digitais, no final do ano passado o percentual era de 6%. Especialmente dentro da geração do milênio, as criptos ganharam popularidade com uma em cada cinco mulheres que queriam investir.

É de conhecimento geral que a indústria de tecnologia sempre teve falta de mulheres, as criptomoedas são dominadas pelos homens desde suas raízes. Os primeiros adeptos ao Bitcoin incluíam principalmente gamers masculinos e membros da comunidade cyberpunk. Além disso, as criptomoedas ganharam popularidade através de sites, fóruns e aplicativos como Reddit e 4chan, que também são constituídos principalmente de usuários do sexo masculino.

Um estudo feito pela Forbes no final do ano passado sugeriu que “apenas 5% a 7% de todos os usuários de criptomoedas são mulheres, tornando a indústria altamente dominada por homens.”

O relatório da LBX sugeriu que as mulheres têm maior probabilidade de adotar uma abordagem estratégica quando se trata de investimentos em criptomoedas, a empresa alega que é 50% menos provável do que os homens de sofrer com o medo de perder (FOMO).

O estudo da LBX acrescentou que as mulheres são “duas vezes mais propensas a consultar amigos e familiares antes de tomar uma decisão, enquanto o homem estatisticamente prefere a abordagem ‘indo sozinho’.”

Comentando as descobertas, Agnes de Roeyer, analista sênior da LBX, declarou:

“Ainda há um equívoco comum de que a criptomoeda é um jogo para homens, mas vimos centenas de mulheres se inscreverem em nossa Exchange nos últimos meses e alguns dos investidores mais inspiradores e experientes, liderando o caminho na indústria, são mulheres .
Agnes de Roeyer

Enquanto isso, não houve crescimento significativo no interesse entre os homens no primeiro semestre do ano. Vários analistas acreditam que os aumentos de preço das criptomoedas no ano passado foram causados principalmente pelo FOMO.

O Bitcoin, a principal criptomoeda do mercado, começou o ano de 2017 com um valor de US $ 1 mil dólares e atingiu quase US $ 20 mil em dezembro, quando os investidores supostamente compraram a moeda para não perder oportunidade de ganhar.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br

Próxima queda do mercado cripto será brutal, alerta “Cobra”, dono do bitcoin.org

O mercado de criptomoedas é cheio de altos e baixos, ao longo de 12 anos os investidores viram períodos de altas constantes, chamados de...

O ouro físico está perdendo espaço para o ouro digital

Nos últimos dias, Neel Kashkari, presidente do banco central americano, disse que não ficaria surpreso se a taxa de inflação nos Estados Unidos subissem...

Repressão global às criptomoedas pode estar chegando, alerta CEO da Kraken

Recentemente o Bitcoin e várias outras criptomoedas tiveram uma alta surpreendente, com muitas alcançando novas máximas históricas (como é o caso do Bitcoin e...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias