O perigo do bitcoin chegar em quase R$ 46 mil, segundo analista

Supervalorização da criptomoeda chega em um momento crucial que pode anteceder uma enorme queda.

Siga no

O preço do bitcoin vive um importante momento de valorização no mercado. O recente aumento elevou a criptomoeda em um preço acima de US$ 11 mil, ou ainda, cerca de R$ 42 mil. Com esse desempenho, o mercado espera que o próximo nível de resistência seja quebrado.

Nos últimos seis meses o preço do bitcoin acumulou uma surpreendente valorização. Neste período a criptomoeda subiu cerca de 130%. A recente cotação da criptomoeda fez com a máxima registrada pelo bitcoin fosse rompida no último final de semana.

Bitcoin rompe R$ 42 mil ao subir 20% no final de semana

Ao chegar em cerca de R$ 42 mil, o preço do bitcoin acumulou uma alta de 20% nos últimos dias. Uma onda de valorização começou na última sexta-feira (21) e se estendeu por todo o final de semana. Com esse movimento, o preço do bitcoin chegou em R$ 42 mil pela primeira vez em 2019.

O preço do bitcoin chegou em sua máxima nos últimos dias ao registrar quase R$ 43 mil. Este valor foi impulsionado por um movimento abrupto de valorização da criptomoeda. Desse modo, o bitcoin passou a ter um valor que não era visto desde março de 2018.

Analista revela os perigos do supervalorização do bitcoin

O mercado de criptomoedas vive de análises que referenciam estudos através do desempenho da criptomoeda em anos anteriores. No caso do bitcoin não poderia ser diferente. Não faz muito tempo que a criptomoeda foi cotada em US$ 12 mil, ou ainda, em R$ 46 mil em valores atuais.

Esse valor representa muito mais que o simples próximo nível de resistência do bitcoin. Quando o bitcoin chegou por volta de US$ 12 mil a criptomoeda começou a cair drasticamente no mercado. Essa experiência revela que o próximo nível de resistência do bitcoin poderá ser marcado por um instante derradeiro.

Uma enorme desvalorização sucedeu o preço do bitcoin ao chegar em US$ 12 mil anteriormente no mercado. Para o perfil do trader CryptoFibonacci, o movimento sugere uma pausa.

O especialista acredita que a aproximação do preço do bitcoin entre os valores de R$ 44 mil e R$ 45 mil poderá desencadear em uma desvalorização. A publicação mostra em um gráfico o momento em que o preço do bitcoin também valia por volta de US$ 12 mil no mercado, ou ainda, próximo de R$ 46 mil.

Altcoins não se valorizaram como o bitcoin

Com uma dominância do mercado em quase 60%, o bitcoin cresce em todos os aspectos. Com esse domínio, o bitcoin chegou em uma negociação diária superior a US$ 30 bilhões. 

A cotação atual atingida pelo bitcoin já representa mais de 50% do seu valor máximo registrado no mercado. Esse domínio ainda reflete diretamente no restante do mercado, composto por milhares de altcoins.

Enquanto o bitcoin cresce expressivamente, altcoins não conseguem a mesma marca. Em alguns casos, várias altcoins estão abaixo de 80%, em relação ao valor máximo já atingido por elas no mercado. Além disso, existem poucos sinais de um rally de valorização para vários projetos, que deixaram de apresentar um bom desempenho nos últimos meses.

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Artigo da revista Time: “não demonizem o Bitcoin”

Conforme as criptomoedas vão ficando cada vez mais famosas, os críticos passam a apontar qualidades como defeitos. Assim, tem aumentado a propagação de uma...

Como as escolhas de Biden vão impactar as criptomoedas

O indicado para assumir a presidência da SEC, o órgão regulamentador e de controle dos mercados financeiros dos Estados Unidos, foi aprovado ontem pelos...

Gamestop (GME) sobe 145% em 2 horas, por quê?

Uma empresa com prejuízo acumulado de US$ 1,6 bilhão nos últimos 3 anos. Para piorar, atua principalmente em lojas físicas de videogames, um mercado...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Como as escolhas de Biden vão impactar as criptomoedas

O indicado para assumir a presidência da SEC, o órgão regulamentador e de controle dos mercados financeiros dos Estados Unidos, foi aprovado ontem pelos...

Gamestop (GME) sobe 145% em 2 horas, por quê?

Uma empresa com prejuízo acumulado de US$ 1,6 bilhão nos últimos 3 anos. Para piorar, atua principalmente em lojas físicas de videogames, um mercado...

Homem afirma ter recuperado bitcoins de HD queimado: “sou milionário”.

Um homem que havia perdido o acesso a milhões de dólares em Bitcoin utilizou as redes sociais para declarar que se tornou um milionário....

BIS vai focar em moedas digitais de bancos centrais em 2021

As chamadas criptomoedas de Banco Central (CBDC) devem ganhar um impulso em 2021. No que depender do BIS, que afirmou que vai focar no...

Defi se aproxima de 30% de valor de mercado do Ethereum

As finanças descentralizadas (DeFi) continuam atingindo novos recordes. A capitalização de mercado atingiu US $ 45 bilhões, seu nível mais alto e todos os...