O que é um Bitcoin Mixer?

É possível preservar a sua identidade utilizando um mixer.

Siga no
Bitcoin Mixer
Imagem: Pixabay.com

Muitos podem não saber, mas as transações realizadas com o bitcoin não possuem anonimato e, muitas vezes, podem ser facilmente rastreadas até você e o seu CPF. E é aí que entra um mixer.

Por exemplo, você comprou bitcoins em uma corretora, na qual seu cadastro foi verificado com documentos pessoais. Ao você informar um endereço para a corretora para retirada dos seus bitcoins, a corretora sabe que esse endereço é seu, e essa informação ela pode fornecer a qualquer um. Dessa maneira, esse endereço poderá para sempre ser vinculado ao seu CPF.

Anonimato e Privacidade no bitcoin

Muitos usuários podem, por diversos motivos, querer privacidade e anonimato em suas transações. Privacidade não quer dizer que você quer esconder algo, simplesmente quer dizer que você não quer mostrar. Só para ilustrar, quando você vai ao banheiro você pode não querer esconder nada, mas você sempre fecha a porta.

Esse cuidado pode ainda ser útil para sua segurança, pois hackers podem estar vigiando clientes de corretoras, seus saldos, movimentações de fundos entre outros.

Em uma blockchain é muito difícil ter anonimato e privacidade em suas transações (diferente do dinheiro vivo), pois toda a informação é pública. A blockchain é um livro de registro aberto e público, onde todas as transações já realizadas estão lá. Como atingir algum grau de anonimato nesse sistema?

Não existe anonimato na blockchain, porém é possível atingir um “semi-anonimato” através de um mixer.

Como funciona um mixer

Um mixer é um serviço que irá simplesmente misturar suas moedas (seus bitcoins) com outros, embaralhando e confundindo quem tente rastreá-las. Existem várias formas de fazer isso acontecer, as quais os detalhes não interessam a este artigo.

Funciona da seguinte forma: Você envia seus bitcoins para o mixer. Seus bitcoins são então misturados com os de outras pessoas (normalmente mais de 1000 bitcoins). Finalmente, após um período de tempo, você recebe bitcoins de outras pessoas em valor equivalente, em um novo endereço, nunca antes utilizado.

Riscos

Um dos riscos envolvidos é que inevitavelmente, ao enviar seus btc para o serviço de mixer, você deve confiar seus fundos à essa empresa. Sempre existe o risco de roubos, por isso é importante escolher um mixer confiável.

Mixers não são proibidos. Contudo, recentemente um dos três maiores mixers do mundo, Bestmixer, foi fechado pela Europol por estar associado a lavagem de dinheiro oriunda de atividades criminosas.

Assim, todo o cuidado é pouco, e quem for utilizar esses serviços deve fazer por sua conta e risco. Sempre consulte um advogado antes de utilizar um serviço como esse, para ter certeza de que está dentro da lei.

Alguns dos mixers mais usados

Essa não é uma recomendação, apenas uma listagem com os mixers mais utilizados.

ChipMixer (https://chipmixer.com)
BitMix.Biz (https://bitmix.biz)
BitCloak (https://bitcloak43blmhmn.com)
Mixer (https://mixer.money)
PrivCoin (https://privcoin.io)

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Marcello
Escreve sobre a tecnologia, blockchain, investimentos e notícias sobre criptomoedas. Certificado (CBP) pelo CryptoCurrency Certification Consortium (C4).

Bilionário Steven Cohen diz que se converteu “totalmente às criptomoedas”

Steven Cohen, chefe da Point72 Asset Management, bilionário estrategista e um dos traders mais bem-sucedidos da atual geração, disse em uma recente entrevista que...
Hacker com máscara do Anonymous apontando dedo

Anonymous: “Um mundo sem Elon Musk é possível”

Quem está acompanhando o criptomercado recentemente sabe que Elon Musk tem uma presença importante em diferentes mercados, mesmo sendo taxado de troll vez ou...

Goldman Sachs começa negociar contratos futuros de Bitcoin

A adoção do Bitcoin continua sendo um ponto importante para o ecossistema atualmente e para a movimentação de preço. Felizmente o ativo digital parece...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias