O que fez o preço do Bitcoin cair mais de R$ 4 mil em poucos minutos?

Possíveis vilões começam a aparecer enquanto criptomoeda ‘sangra’ mais de 10% no mercado.

-

Siga no
Gráfico de Preços do Bitcoin
Gráfico de Preços do Bitcoin
Anúncio

O preço do Bitcoin vive momentos de completa desvalorização no mercado. Nos últimos instantes a criptomoeda caiu abaixo de R$ 40 mil e deverá continuar caindo mais. Atualmente o preço da moeda digital está por volta de R$ 36 mil, após cair mais de 10%. A impressionante desvalorização foi recebida com bastante surpresa pelo mercado de criptomoedas.

Preço do bitcoin pode fechar entre US$ 7.700 e US$ 8.800

O preço do bitcoin está caindo no mercado de criptomoedas. Embora muitos investidores esperavam por uma valorização em breve, o movimento dessa terça-feira (24) não surpreendeu a todos. Alguns analistas apontam para uma desvalorização do bitcoin que pode fazer a criptomoeda ser cotada entre US$ 7.700 e US$ 8.800.

Esse valor seria considerado uma renovação da mínima atingida pela criptomoeda recentemente. Desde junho de 2019, o preço do bitcoin não atingia valores tão baixos no mercado. Com a desvalorização desta terça-feira (24), o preço do bitcoin deverá continuar recuando.

Bitcoin caiu mais de 10% no mercado em questão de minutos

Anúncio

Durante quase um mês, o preço do bitcoin estava sendo mantido por volta de R$ 40 mil. A calmaria no mercado de criptomoedas parecia premeditar uma desvalorização acentuada. Após quatro semanas com o preço praticamente estável, o bitcoin despencou em mais de R$ 4 mil de desvalorização.

Nos últimos sete dias, o preço do bitcoin manteve-se acima de R$ 40 mil praticamente durante toda a semana. A estabilidade vivida pela criptomoeda antecedeu um momento de enorme desvalorização. Enquanto o artigo era escrito, o Bitcoin caminhava para atingir 11% de queda no mercado.

O que pode ter feito o preço da criptomoeda cair?

O que é apontado para alguns como correção do mercado, para outros pode ter vários motivos. Muitos acreditam que o lançamento da Bakkt esteja influenciando na queda do preço.

A Bakkt era aguardada como uma grande promessa para o mercado, simbolizando uma enorme negociadora da criptomoeda. Após adiamentos em 2018, finalmente os contratos da Bakkt foram lançados nesta semana. Grande parte dos investidores esperavam por negociações volumosas na bolsa de criptomoedas. Porém, até então, os movimentos da Bakkt foram tímidos, com poucas unidades de bitcoin negociadas.

Gráfico mostra preço do bitcoin nesta terça-feira (24)

Taxa de hash é apontada também como possível vilã

Ainda é cedo para apontar os verdadeiros motivos por trás da queda do preço do bitcoin. Enquanto que especulações ‘apedrejam’ a Bakkt, outro dado preocupante está sendo analisado pelo mercado. Faz poucos dias que o Bitcoin atingiu uma taxa de hash alta. A taxa hash é capaz de dimensionar o quanto de energia e processamento será gasto na mineração do Bitcoin.

Uma taxa alta de hash demonstra interesse e muitos mineradores na rede da criptomoeda. Por outro lado, uma taxa de hash pequena pode significar pouco interesse de mineradores na criptomoeda.

Porém, nesta última segunda-feira (23), uma enorme queda na taxa de hash do Bitcoin foi anunciada. Anteriormente, essa taxa estava em 98 milhões e caiu de forma drástica para 57,7 TH/s. Segundo informações do Coin.dance, a queda da taxa de hash do bitcoin corresponde a 40%.

Desse modo, o preço do bitcoin pode ter caído devido a grande oscilação em sua taxa hash. Por consequência, a queda da taxa hash pode estar relacionada ao desligamento de grandes mineradores do bitcoin. Uma queda tão expressiva da taxa hash ainda pode emitir um alerta para a vulnerabilidade da rede para ataques, como o famoso ataque de 51%.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Leia mais

ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Últimas notícias

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Primeira exchange a listar a brasileira Hathor HTR

A tecnologia brasileira da blockchain Hathor vem chamando cada vez mais atenção da comunidade global e já entrou nos Estados Unidos e na Ásia,...