OMNITRADE

A OmniTrade iniciou suas operações em fevereiro de 2018, e traz ao mercado de corretoras de criptomoedas uma plataforma adequada ao grau de maturidade que este mercado atingiu no Brasil. A OmniTrade se diferencia das demais exchanges nos aspectos de robustez, segurança e agilidade nas operações, além de uma cesta de moedas mais atrativa e completa para os usuários brasileiros que buscam cada vez mais novas opções de investimento.

Primeira na América Latina com autenticação através de hardware wallet, saques e depósitos são reconhecidos em minutos

Foi enxergando o grande déficit no mercado brasileiro de corretoras que os fundadores da Condeminer 42 desenvolveram a OmniTrade, com a proposta de suprir essa demanda latente no Brasil hoje. A Codeminer 42 possui um time de profissionais extremamente qualificados e especializados no que fazem, garantindo a excelência da plataforma OmniTrade.

Quem está à frente da OmniTrade é Fábio Akita, profissional com mais de 20 anos no mercado de tecnologia. É co-fundador e CTO da Codeminer 42, além de ex-organizador da Rubyconf Brasil e atual fundador e organizador da THE CONF.

“Diferentemente das outras corretoras existente no mercado brasileiro, nós desenvolvemos toda a plataforma em casa, temos total controle e inteligência da aplicação, o que nos permite evoluir constantemente a plataforma, proporcionando mais segurança e agilidade aos usuários”, – Fábio Akita, CEO da OmniTrade.

Fábio Akita
Fábio Akita, CEO da OmniTrade

Segurança

No quesito segurança, a OmniTrade já sai na frente: é a primeira e única exchange da América Latina com autenticação através de carteiras físicas de criptomoedas. O site é pioneiro em adotar essa modalidade, resultando em maior resistência contra ciberataques e mais conveniência para o usuário, que só precisa conectar seu disposto ao computador, apertar um botão e dar entrada no site – nada de códigos confusos, e-mails de confirmação que se perdem no anti spam e outras inconveniências que pouco agregam à segurança.

A OmniTrade possui autenticação através de carteiras em hardware baseadas no projeto do Trezor, tais como o próprio Trezor, Keepkey, SafeWISE, SafeT-1, entre outras. Este diferencial coloca a plataforma em patamares elevados mesmo quando comparados às grandes plataformas mundiais.

Outro grande diferencial da OmniTrade é que a corretora foi desenvolvida usando técnicas avançadas de infraestrutura e segurança já amplamente utilizadas nos principais unicórnios da web. Pela primeira vez, o mesmo tipo de infraestrutura e técnicas que permite a escala de um Black Friday é implementado no mercado brasileiro de criptomoedas.

 

Múltiplas criptomoedas

Criptomoedas OmniTrade

Não é apenas em segurança que a OmniTrade se difere, mas também em variedade. Ela já inicia trabalhando com cinco criptomoedas: Bitcoin, Bitcoin Cash, Bitcoin Gold, Ether e Litecoin. E em breve vai incluir Dash, Stellar Lumens, Ripple e EOS. O objetivo é operar cada vez com um número maior de altcoins, funcionando no conceito de one stop shop, ou seja, plataforma única onde os usuários podem comercializar suas criptomoedas.

 

Agilidade

A OmniTrade busca atender uma demanda que anda desestimulando muitos adeptos ao mercado de criptomoedas: a morosidade para fazer depósitos e saques. Começar a usar a OmniTrade é muito simples, a plataforma é totalmente integrada ao banco Neon, o que agiliza e simplifica todas as transações. Por enquanto, para que os usuários possam comprar e vender criptomoedas, é preciso que tenham uma conta no Neon (que pode ser aberta em 48h, totalmente online) e façam a transferência em reais na conta da plataforma. Em aproximadamente dois minutos, o depósito será reconhecido e o usuário poderá comprar suas criptomoedas. Essa agilidade se estende também aos saques, que caem no mesmo dia se solicitados dentro do horário bancário. Em breve a plataforma passará a receber depósitos de outros bancos.

Outra grande vantagem é a emissão automática e praticamente imediata de nota fiscal, que chega no mesmo dia por e-mail para o usuário. Os relatórios e demonstrativos ajudam os clientes no controle de seus investimentos, além de facilitar na hora de cumprirem suas obrigações fiscais.

 

Mercado brasileiro

A adoção às criptomoedas vem crescendo diariamente e despertando o interesse em todo o mundo. Reflexo disso é que, apenas em 2017, o Bitcoin teve uma valorização de 1.366,2% e movimentou R$ 8,3 bilhões apenas no Brasil, segundo relatórios do site BitValor.

Além disso, cada vez mais estabelecimentos e e-commerces têm disponibilizado este novo meio de pagamento aos seus clientes, gerando movimentação. Entretanto, o crescimento da demanda e uso de criptomoedas no Brasil se contrapõe à carência por soluções de corretoras com robustez, agilidade, amenidade ao ambiente regulatório e segurança técnica.

 

Sobre a OmniTrade

A OmniTrade foi criada pelos sócios fundadores de uma das mais respeitadas empresas de desenvolvimento de software por encomenda do país, a Codeminer 42. A solução foi estruturada a partir desta expertise em desenvolvimento, e tem o objetivo de criar a primeira plataforma feita sob o padrão de infraestrutura e segurança das exchanges internacionais, com desenvolvimento 100% in house.

Acesse: omnitrade.io