ONU diz que criptomoedas dificultam a luta contra o cibercrime

O chefe da divisão de cibercrimes e combate à lavagem de dinheiro da ONU alertou que investigações de abuso sexual infantil online se tornou consideravelmente mais difícil desde o advento das criptomoedas.

Neil Walsh disse à ABC da Austrália que a verdadeira escala de abuso sexual infantil online é muito maior do que muitos imaginam, e que as criptomoedas adicionaram uma camada de anonimato que favorece os autores.

“É o que dificulta muito a polícia e os investigadores gerenciarem alguns riscos realmente grandes. Porque, no passado, quando analisamos algumas dessas grandes áreas de alta ameaça, como crianças sendo abusadas on-line, ela tinha que ser paga e, agora, com o uso de criptomoedas, é excepcionalmente difícil para os pesquisadores rastrear e gerenciar esse risco”, Walsh disse à ABC.

“Quando analisamos alguns dos crimes realmente de alto risco, onde vemos crianças, e eu estou falando sobre bebês com seis meses ou menos, que são crianças on-line pagas por visualização, ao vivo, sites de streaming de abuso sexual que são pagos em criptomoedas””, disse Walsh. “Precisamos saber como desafiar essa ameaça, reduzir os riscos para as crianças e reduzir as oportunidades de envolvimento dos criminosos”.

Regular as corretoras de criptomoedas é uma dessas opções. Em particular, Walsh vê forçar os usuários de exchanges a revelar suas identidades conforme necessário para “manter os mais vulneráveis ​​da nossa sociedade em segurança”.

O fato é que Walsh acredita que aderir a regulamentos estritos do tipo “KYC e AML” “não é realmente uma grande quantidade de risco”, o que provavelmente não se encaixa bem com cifrões e puristas de criptomoedas.

No final, Walsh reforçou que a regulamentação do uso global de criptomoedas vai exigir muitos cérebros diferentes. “Serão necessários tecnólogos, formuladores de políticas, filósofos etc”, disse Walsh.

Você pode ouvir a entrevista completa aqui.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org

Últimas notícias