Inicio Bitcoin Operação da PF derruba negócio da Indeal

Operação da PF derruba negócio da Indeal

Cerca de 25 mandados de busca e apreensão aconteceram em três estados onde Indeal atuava.

-

Compartilhe
Polícia acaba com pirâmide financeira Indeal

A Operação Egypto foi deflagrada na manhã desta terça-feira (21) envolvendo cerca de 150 agentes. A investigação procura desmantelar os negócios da Indeal, com sede em Hamburgo – RS. Com a ação, espera-se cumprir dez mandados de prisão preventiva contra envolvidos no esquema que já foi considerado uma pirâmide financeira.

Negócios que oferecem investimentos mobiliários precisam de autorização para suas operações no Brasil. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é responsável por investigar operações envolvendo investimentos em ativos mobiliários. Com a promessa de lucro fixo e números exorbitantes, algumas empresas podem significar riscos de investimentos por apresentarem atividades completamente ilegais.

Dez pessoas podem ser presas pelo esquema da Indeal

A Operação Egypto acontece em Novo Hamburgo e se concentram no Rio Grande Sul. No estado a Indeal possui atividades em várias cidades, onde aconteceram mandados de busca e apreensão. Somente em Novo Hamburgo – RS 13 mandados de busca e apreensão foram deflagrados pela polícia federal. O jornal Novo Hamburgo acompanhou o momento exato em que uma das operações acontecia na cidade.

Operação Egypto (Reprodução/Novo Hamburgo)

Em Porto Alegre, três mandados de busca e apreensão também fazem parte da Operação Egypto. As autoridades ainda cumpriram mandados nas cidades gaúchas de Laguna, Campo Bom, Estância Velha e Esteio. A Indeal também atuava em outros estados, sendo que a capital paulista e também a catarinense foram alvo da operação.

Empresa não possuía autorização para atividades

O Banco Central determinou que a Indeal não possuía autorização para oferecer serviços financeiros, o negócio praticamente foi considerado ilegal. Porém, as atividades da Indeal permaneciam oferecendo investimentos duvidosos, o que levou as autoridades a criarem uma operação voltada para a empresa.

Com a promessa de lucros acima de 15% em apenas um mês, a Indeal oferecia investimentos relacionados à criptomoedas. A empresa utilizava-se do hype dos ativos digitais para criar um produto financeiro considerado fraudulento.

Receita Federal alega que empresa movimentou R$ 700 milhões

A Indeal contava com milhares de clientes espalhados por todo o Brasil. De acordo com a Receita Federal, a empresa movimentou R$ 700 milhões recentemente. Esse valor, movimentado em apenas uma das contas da Indeal, foi movimentado entre agosto de 2018 e fevereiro de 2019, ou seja em apenas seis meses.

Outra questão que envolve a empresa é o aumento incompatível de atividades financeiras. De acordo com as investigações, os sócios da Indeal apresentaram um aumento de bens e patrimônios que chegou em dezenas de milhões de reais rapidamente.

Carros de luxo e dinheiro bloqueado dos envolvidos

A Operação Egypto pode ter esse nome em referência aos esquemas ilegais que ficaram conhecidos como pirâmides financeiras. Por ser o Egito o país que mais possui pirâmides arqueológicas, a operação pode ter referências diretas com essa informação para nomear as atividades das autoridades. Além disso, a grafia Egypto evoca comparações com o termo criptomoedas, mais uma referência direta aos negócios da Indeal.

Envolvidos com o esquema da Indeal poderão responder por vários crimes, como apropriação indébita financeira, a famosa lavagem de dinheiro e até mesmo por organização criminosa. Através do mandado de busca e apreensão vários carros de luxo foram confiscados pelas autoridades nos endereços visitados. Algumas caixas com dinheiro em espécie também foram apreendidas pela polícia federal.

Dinheiro encontrado pela PF (Reprodução/Novo Hamburgo)

A determinação judicial ainda determinou o bloqueio de qualquer fundo em nome dos envolvidos. Além disso, imóveis pertencentes aos sócios da Indeal deverão ficar bloqueados até que a investigação determine o que será feito com os bens apreendidos.

Indeal e Unick Forex foram citadas em investigação preliminar

Em janeiro de 2019 a Indeal foi acusada de ser uma pirâmide financeira. Juntamente com a Unick Forex, a empresa foi apontada com atividades ilegais pelo procurador da justiça Celso Tres. Após a investigação preliminar apontar irregularidades envolvendo a Indeal, a empresa foi alvo da Operação Egypto.

A Operação Egypto é uma das maiores operações já realizada envolvendo esquemas relacionados a oferta de investimentos em criptomoedas. Embora a Unick Forex fora citada por Celso Tres junto a Indeal, a empresa não está envolvida nas investigações desta terça (21).

XDEX:Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado.Abra sua conta, é grátis!
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Innova Mine: A cidadela da mineração e trade de criptomoedas

A Innova Mine é um novo projeto da indústria de criptomoedas que opera um modelo de negócios revolucionário. A empresa está sediada na Austrália...

MyAlice: Ex-sócio denuncia esquema em empresa de criptomoedas, “sumiram mais de 100 bitcoins”

Uma grave denúncia contra a MyAlice foi realizada por um ex-sócio da empresa no Facebook. Através de depoimento, Jean Kássio mostra como os negócios...

MP abre inquérito contra a Dreams Diggers por suposto esquema de pirâmide

O Ministério Público, por meio da 5ª Promotoria da Justiça do Consumidor de Salvador (BA), acaba de abrir inquérito civil para investigar a Dreams...

O valor da escassez dos ativos digitais

O setor de jogos evoluiu muito nas últimas décadas, uma das primeiras e grandes mudanças foi a eliminação da mídia física, reduzindo custos de...

A história das moedas físicas de Bitcoin

Uma das principais características do Bitcoin é que ele é totalmente digital, todavia, com o passar dos anos algumas pessoas começaram a criar moedas...

“Dinheiro não existe”: justiça orienta vítimas a sacarem tudo da Unick Forex

A Unick Forex está sendo investigada pela justiça brasileira. Após uma filial do escritório da empresa ser fechado no interior do Rio Grande do...

Banco Central do Brasil aposta em blockchain para criar sistema interbanco

Mais uma vez o Brasil sai na frente ao inaugurar um sistema interbancário através da tecnologia blockchain. O projeto é mantido pelo Banco Central...

Visa, Uber e Paypal vão apoiar a criptomoeda do Facebook

A criptomoeda do Facebook ganhou importantes aliados, como a Visa, Uber e Paypal. As três empresas anunciaram que apoiam a GlobalCoin. A previsão é...

Halving do Litecoin pode ser o maior evento de 2019

Certamente discutir sobre preços de criptomoedas é algo paradoxal, logo não é o foco discutir essa perspectiva. Isso porque o halving do Litecoin (LTC)...
 

COMENTÁRIOS

Compartilhe