Pai e Filho são presos por venda de maconha e lavagem de dinheiro com bitcoin que funcionava no Starbucks

Em um caso curioso envolvendo Bitcoin, pai e filho foram presos e condenados a 5 anos de prisão por venda ilegal de cannabis e por lavagem de dinheiro usando Bitcoin, o que acabou em um “império” de US$ 13 milhões, comandado a partir de uma cafeteria da Starbucks. 

Segundo informações do site Protos, a polícia começou a descobrir o esquema logo depois da investigação de Kenneth Warren Rule, de 28 anos. As autoridades descobriram um esquema de Rule para lavar dinheiro por meio de uma exchange de criptomoedas não licenciada em 2018.

A prisão de Rule aconteceu depois que ele se encontrou com um agente da lei disfarçado no Starbucks e se ofereceu para trocar seu dinheiro por Bitcoin. Após a prisão, a polícia foi descobrindo ainda mais atividades ilegais, incluindo o envolvimento do pai do acusado nos esquemas.

Depois de uma investigação foi revelado que Warren, junto com seu pai de 47 anos, Kenneth John Rule, também estava vendendo produtos com base de maconha, incluindo óleos de haxixe. As compras eram feitas com pagamento em criptomoedas.

A dupla acumulou US$ 13 milhões em vendas e US$ 2,5 milhões em lucros líquidos. Vale mencionar que no local da prisão a venda de produtos com base na maconha não é proibida, mas a dupla não tinha nenhuma permissão para as vendas e não pagou nenhum imposto sob a atividade.

O advogado Nick Brown falou sobre o caso, afirmando que os dois trabalhando juntos para distribuir os produtos contrabandeados através da darkweb.

“A dupla não apenas produziu e distribuiu produtos de maconha na dark web, violando o esquema regulatório do estado, mas também lavou ilegalmente imensas quantidades de bitcoin que sua empresa ganhou”, disse brown.

Produtos apreendidos em um depósito dos acusados. Fonte: Protos.

O site também aponta que durante a apreensão dos produtos, foram encontrados também armas de fogo, que, pela situação que elas estavam, poderiam estar prontas para serem usadas contra as autoridades.

“Quando a polícia entrou, havia mais de uma dúzia de armas de fogo – algumas carregadas e prontas para serem usadas para proteger o tráfico de drogas .”

Operação milionária operada em um Starbucks

A operação de lavagem de Warren envolvia viagens frequentes a uma das lojas do Starbucks. Ele usou a franqueada de café como um local onde poderia realizar negociações entre o seu “serviço” de lavagem de dinheiro e os possíveis clientes.

Foi justamente em uma dessas lojas que ele encontrou com um agente disfarçado, que na época se passava por um traficante de pessoas. Os dois discutiriam o processo de lavagem de dinheiro em troca de Bitcoin e Warren até compartilhou dicas com o agente sobre como esconder seu dinheiro usando criptomoedas e corretoras.

Com base no valor do crime, com poder de fogo à disposição da dupla e na escala da operação, o juiz distrital John C. Coughenour disse que se sentia justificado em condená-los a cinco anos de prisão cada.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias