Inicio Bitcoin Pessoas acreditam mais na alta do que na baixa do Bitcoin

Pessoas acreditam mais na alta do que na baixa do Bitcoin

Pump ou Dump?

-

Compartilhe
mais na alta do que na baixa do Bitcoin

Há quem não acredite em média, mas para fins de estudos a mesma é habitualmente utilizada como um valor significativo, e que andam indicando que os investidores de criptomoedas estão otimistas com o futuro do Bitcoin e das criptomoedas.

Em um recente estudo conduzido pela AltcoinAnalytics, em média, os investidores de criptomoedas estão otimistas e as pessoas estão acreditando mais na alta do que na baixa dos preços das criptos.

A empresa criou um bot no Telegram (Crypto_sentiment_bot) que analisa as informações que os usuários dão de entrada, e mediante isso, soltam os resultados diariamente.

O estudo procura em três questões identificar e gerar o Índice Crypto Sentiment, que são:

  1. Qual a probabilidade você acredita que o mercado cripto será maior em um mês?
  2. Se você ganhar U$ 1.000, qual porcentagem investirá em criptomoedas?
  3. Qual probabilidade você acredita que o Bitcoin estará acima de U$ 1.000 nos próximos 6 meses?

Tendo essas perguntas respondidas, os resultados recentes (07 de janeiro), foram de que em média as pessoas acreditam que o mercado será maior em um mês, com 50% dos respondentes dando esta declaração. Ainda assim, o valor é quase o dobro do apurado no início de dezembro de 2018, o que mostra otimismo no período.

No mesmo período, menos de 20% das pessoas acreditam que o Bitcoin estará abaixo de U$ 1.000 dólares nos próximos 6 meses, o que indica que a cripto principal continua com moral na comunidade.

Figura 1: Média das três respostas durante as semanas. Área sombreada é o desvio-padrão.

Apesar da probabilidade da questão 1 ter diminuído um pouco entre o dia 31/12/2018 e o dia 07/01/2019, a questão dois teve um ligeiro aumento, o que pode indicar que as pessoas estão dispostas a investir mais de seu capital em criptomoedas.

Figura 2: Média das questões de sentimento respondidas

Esse sentimento do futuro das criptomoedas está sendo constantemente analisado, e cada vez mais empresas entram no mercado com bots de informações e análises quantitativas e qualitativas, a fim de buscar prever o que é que os investidores estão sentindo.

Há outra pergunta sobre qual cripto o respondente acredita que irá crescer e qual irá morrer nos próximos seis meses, que no dia 09/01/2019 deu os seguintes resultados:

Figura 3: Cripto que irá crescer e morrer nos próximos 6 meses

A empresa por trás do Bot acredita que quanto mais pessoas respondendo a pesquisa, mais as mesmas irão se beneficiar dos dados obtidos pela mesma.

Como os dados ainda são coletados por amostra de tamanho desconhecida, e preenchimento de forma fácil e aberta, pode não refletir a verdade do sentimento da comunidade cripto mundial, mas já mostra um norte para investidores indecisos.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Existem apenas 0.003 Bitcoin (BTC) para cada ser humano

Para que algo se sustente durante muitos anos, é necessário trabalhar com inovações duradouras. No caso do Bitcoin, entre suas inovações as que mais...

Blockchain dá vida ao primeiro aplicativo de licitações do Brasil

A tecnologia blockchain está por trás de um importante lançamento brasileiro. O país deverá contar com seu primeiro aplicativo voltado para o processo licitatório....

Conta digital e carteira de Bitcoin com VISA Contactless é lançada no Brasil

Utilizar criptomoeda no dia-a-dia brasileiro é um processo um pouco demorado para a maioria das pessoas: se você usa uma wallet externa, precisa enviar...

Hacker invade corretora de criptomoedas e rouba mais de R$ 120 milhões

Na última quinta-feira (11) a Bitpoint sofreu um duro ataque hacker em sua plataforma. A corretora de criptomoedas perdeu mais de R$ 120 milhões...

Bitcoin está mais correlacionado com Ouro, não tanto com altcoins

O preço do Bitcoin está mais correlacionado com o Ouro, entretanto, menos com as altcoins. Certamente, os últimos dias têm sido alarmantes para traders,...

Receita Federal americana é treinada para encontrar carteiras com criptomoedas

A Receita Federal dos Estados Unidos está recebendo um treinamento especial. Servidores estão sendo capacitados para encontrarem carteiras recheadas de criptomoedas de contribuintes. Como...
 

COMENTÁRIOS

MAIS LIDOS

Existem apenas 0.003 Bitcoin (BTC) para cada ser humano

Para que algo se sustente durante muitos anos, é necessário trabalhar com inovações duradouras. No caso do Bitcoin, entre suas inovações as que mais...

Blockchain dá vida ao primeiro aplicativo de licitações do Brasil

A tecnologia blockchain está por trás de um importante lançamento brasileiro. O país deverá contar com seu primeiro aplicativo voltado para o processo licitatório....

Conta digital e carteira de Bitcoin com VISA Contactless é lançada no Brasil

Utilizar criptomoeda no dia-a-dia brasileiro é um processo um pouco demorado para a maioria das pessoas: se você usa uma wallet externa, precisa enviar...

Hacker invade corretora de criptomoedas e rouba mais de R$ 120 milhões

Na última quinta-feira (11) a Bitpoint sofreu um duro ataque hacker em sua plataforma. A corretora de criptomoedas perdeu mais de R$ 120 milhões...

Bitcoin está mais correlacionado com Ouro, não tanto com altcoins

O preço do Bitcoin está mais correlacionado com o Ouro, entretanto, menos com as altcoins. Certamente, os últimos dias têm sido alarmantes para traders,...
Compartilhe