Polícia chinesa prende 8 pessoas por golpe com criptomoedas

País reprime o mercado de criptomoedas, mas o DeFi segue em alta.

Câmera de vídeo e no fundo bandeira da China
Câmera de vídeo e no fundo bandeira da China

A polícia na China prendeu 8 pessoas envolvidas em um golpe no setor de DeFi, que deixaram um rastro de prejuízo milionário. A China adota uma política linha dura com o mercado de criptomoedas, encerrando toda e qualquer operação ligada ao setor.

A população chinesa está proibida de negociar criptomoedas, como o Bitcoin, desde 2021.

O Bitcoin é considerado uma moeda ilegal no país, seja sua negociação ou mineração. Por conta disso, muitas empresas fugiram da China no último ano, após o governo emitir um alerta.

Apesar disso, a China viu avançar o setor de DeFi e alguns golpes relacionados a este setor.

Polícia da China prendeu 8 pessoas por golpe de DeFi

Teoricamente, o setor de finanças descentralizadas (DeFi) surgiu para levar mais opções de serviços financeiros para mais investidores pelo mundo. Sem barreiras de entrada, várias dessas soluções permitem que sejam feitos empréstimos, corretoras e acesso à derivativos, com as opções sendo descentralizadas.

Apesar disso, na prática o DeFi ainda se mostra um setor de preocupação, visto que sua descentralização ainda é um ponto sensível de falha em muitos protocolos. Dessa forma, o setor foi alvo de ataques conhecidos como rugpull (puxada de tapete), que é quando os donos do contrato roubam os usuários ao remover a liquidez do produto.

E na China, 8 pessoas foram identificadas e presas por fazer parte de um grupo mal-intencionado que estava atuando com golpes em DeFi contra a população do país.

Segundo informações do Nikkei Asia, a polícia ainda congelou quase 6 milhões em yuan, equivalente a R$ 5,2 milhões hoje. Esse acabou sendo considerado o mais novo movimento de repressão às criptomoedas por Pequim.

Fraude de R$ 43 milhões, estima polícia

Em um comunicado pela rede social WeChat, a polícia estima que a fraude tenha levado 50 milhões de yuan, alto em torno de R$ 43,8 milhões hoje. Ou seja, a apreensão é apenas uma pequena parte da soma obtida pelo golpe com DeFi.

Além de presos, os suspeitos tiveram seus carros de luxo e mansões sequestradas pelo estado, atuando em várias províncias. As investigações começaram após um investidor alertar as autoridades que havia sido vítima de um golpe no mercado.

O nome do golpe que aplicou o rugpull nos investidores não foi divulgado, mas indícios levam a crer que o Gainswap seja o domínio onde investidores perderam milhões.

Se for este o caso, o golpe ocorreu pela rede Ethereum, uma das principais do mercado de DeFi, principalmente no ano de 2020, visto que o token desse projeto não é movimentado há mais de 400 dias.

Esse caso só ajuda a China ganhar ainda mais convicção de que banir as criptomoedas foi uma estratégia certa, visto que o país culpa a tecnologia pelos golpes aplicados por pessoas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias