Polícia Civil de todo Brasil estará capacitada em criptomoedas até o final de 2022

Delegado que vai apresentar curso destacou capacitação nacional de órgãos de investigação.

A polícia civil de todo Brasil deverá se capacitar com urgência em criptomoedas, sendo que até o final de 2022 todos os estados terão concluído cursos sobre o tema.

A informação foi compartilhada com o Livecoins pelo delegado de Polícia Civil de Goiás, Vytautas Zumas, que está apoiando o movimento educacional nas unidades investigativas brasileiras.

Em breve, por exemplo, ele estará ministrando um curso para a polícia civil do Rio Grande do Sul, onde apresentará detalhes da tecnologia e como investigar crimes relacionados aos ativos. O delegado tem um site que foi destaque em El Salvador recentemente em um encontro promovido pelo Serviço Secreto dos Estados Unidos.

Polícia Civil de todo Brasil estará capacitada em criptomoedas até final do ano

Nesta quinta-feira (17), a Delegada de Polícia Nadine Tagliari Farias Anflor, Chefe de Polícia do Estado do Rio Grande do Sul, publicou uma portaria pública sobre um curso que será promovido para os agentes do estado em breve.

O “Curso Sobre Criptoativos, Lavagem de Dinheiro e Rastreabilidade” será ministrado presencialmente pelos professores Márcio Niederauer Nunes da Silva, Vytautas Fabiano Silva Zumas e Leonardo Gomes Santos.

Os dois últimos são criadores da plataforma BlockSherlock, referência em indexar conteúdos e ferramentas para rastreabilidade de criptomoedas.

Esse novo curso será realizado ainda no ano de 2022, devendo ser realizadas explicações sobre o tema das criptomoedas para os agentes participantes.

Em conversa com a reportagem, Vytautas falou sobre que a capacitação no Rio Grande do Sul faz parte do projeto do Núcleo de Operações com Criptoativos do Ministério da Justiça e Segurança Pública do Brasil. Ainda que o atual delegado da PCGO não esteja mais no MJ, ele continua vinculado ao projeto e participando ativamente da capacitação de agentes.

Delegado Vytautas Zumas participa de curso na Índia sobre crimes cibernéticos
Delegado Vytautas Zumas participa de curso na Índia sobre crimes cibernéticos

E o curso tem como pilares compartilhamento de boas práticas na capacitação de forças públicas e apoios individuais em investigações específicas.

Pandemia atrasou cursos, que estão sendo retomados

Um dos motivos que atrasou a capacitação em todo Brasil, segundo Vytautas, foi justamente a pandemia, que impediu encontros presenciais. Mas desde o final de 2021, as polícias retomaram os estudos sobre o tema e há uma expectativa de que todos os estados recebam essa capacitação até no máximo início de 2023.

“A ideia é estar em todos os estados do país até o final deste ano, no máximo começo do ano que vem. Queremos passar por todos os estados, policias civis, ministérios públicos tem entrado em contato, a própria Polícia Federal. Isso é importante para que troquemos experiências, mostremos que investigar criptoativos, em que pese ser uma coisa nova no meio policial, tem aparecido com maior frequência e é uma necessidade urgente”.

Vytautas espera ajudar a compartilhar o seu conhecimento para que órgãos de investigação entendam como investigar crimes que envolvem criptomoedas. Ele espera que gestores de segurança pública também invistam na área tecnológica com ferramentas, capacitações e concursos vocacionados ao setor, envolvendo principalmente em tecnologia.

O delegado acredita que cursos como o que será apresentado no Rio Grande do Sul em breve são importantes para mostrar a agentes investigações telemáticas e de criptomoedas.

“A maioria dos crimes financeiros ligados à patrimonio ainda são cometidos no mercado financeiro tradicional, com moedas correntes, mas com certeza isso vai mudar e as unidades responsáveis por investigações tem que estar atualizadas para esses novos méticos, senão o crime ganha”.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias