Policiais armados com fuzil e metralhadora roubam R$ 1 milhão em Bitcoin de homem envolvido com pirâmide financeira

Crime bárbaro em pousada de luxo em Goiás envolvendo sequestro por Bitcoin.

Brasão da Polícia Civil de Goiás
Brasão da Polícia Civil de Goiás /Divulgação

Três policiais civis de Goiás foram presos neste domingo (6), após roubar cerca de R$ 1 milhão em Bitcoin de um homem em Alto Paraíso (GO). A vítima estava hospedada em uma pousada de luxo na região da Chapada dos Veadeiros, próximo a GO 239.

A bordo de uma Hillux, no último sábado (5), ele saia da pousada no horário de almoço com alguns amigos para um passeio pela região.

Contudo, ao sair da pousada, foi abordado por uma Land Rover com três homens a bordo, que de início não foram identificados. Eles estavam fortemente armados e suas identificações levavam a crer serem agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Vale o destaque que a vítima já foi acusada de dar golpes de R$ 450 milhões com criptomoedas no Brasil, ou seja, ele já era mirado por golpes em Pernambuco, Minas Gerais, Ceará e Distrito Federal e não está claro se os agentes sabiam da situação.

Vítima foi abordada por policiais, que disseram ser da PRF

De acordo com o relato da vítima, ela foi abordada pelos três suspeitos que desceram da Land Rover já armados, com pistola, fuzil e uma metralhadora. O brasão de polícia em suas roupas os identificavam como agentes da PRF e ele chegou afirmando conhecer a atividade comercial do homem abordado.

O Livecoins teve acesso a um trecho do boletim de ocorrência da vítima, onde ela afirmou que um dos agentes que fez a abordagem informou que sabia ele era dono de um casino no exterior.

“Esclarece que os tres homens desceram do veículo ja armados (pistola, fuzil e metralhadora e tinham um brasão da policia federal na roupa. Esclarece que um dos homens argumentou saber sobre a atividade comercial do declarante, a qual é no ramo de cassinos, no exterior.”

Naquele momento da abordagem, o agente pediu para que a vítima mostrasse suas contas bancárias cadastradas no seu aparelho celular. Assim, ele foi conduzido para um chalé da pousada que tinha internet e mostrou seus saldos para dois dos agentes.

Três policiais civis foram presos após roubar R$ 1 milhão em Bitcoin de homem em Goiás

Ao entrar no chalé e revelar seus saldos bancários, os agentes começaram as ameaças contra o homem, exigindo dele o pagamento de 10 Bitcoins pelo seu resgate. Para isso, eles apontaram arma para sua cabeça e gritavam com a vítima, de modo que foi utilizada a violência para conseguir fazer pressão contra o homem.

Contudo, ele conseguiu passar para os policiais apenas 4,485 BTC, com uma quantia aproximada de R$ 1 milhão com o preço do Bitcoin hoje. A transferência foi feita para uma carteira em posse dos falsos policiais federais, que deram um prazo de 24 horas para que ele conseguisse o resto do valor solicitado de 10 BTC.

Para exercer mais pressão, eles mostraram uma documentação de pessoas próximas à vítima e disseram que caso o pagamento não fosse feito, todos seriam mortos.

Além disso, eles perguntaram os nomes de outros empresários que detinham Bitcoin e que era de conhecimento do sequestrado, momento em que ele deu nomes aleatórios aos agentes.

“Afirma que os autores lhe mostraram uma pasta com diversas fotos de pessoas próximas ao declarante, as quais sabiam onde seriam localizadas. Esclarece que o tempo todo os autores afirmaram serem policiais federais. Afirma que apos os autores se certificarem que o declarante não tinha mais dinheiro, o deixaram na pousada, pegaram o seu aparelho celular e tomaram direção na sabida.”

Os três suspeitos foram presos pela Polícia Civil de Goiás, sendo dois deles integrantes da equipe de elite da PCGO. Eles foram afastados preventivamente de suas atividades e estão a disposição da corregedoria e justiça para responder sobre o caso.

O Livecoins procurou contato da PCGO para manifestação sobre o caso, mas até o fechamento desta não obteve retorno.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias