Preço do Bitcoin no Brasil é mais pesquisado que ovo, milho e carro

Segundo pesquisa, quando o brasileiro procura consultar o preço de um ativo de interesse, o Bitcoin é um dos maiores.

Siga no
Bitcoin em troca de carro
Bitcoin em troca de carro

Quanto vale o preço de um carro seminovo em 2021? Essa dúvida é comum e uma das maiores dos brasileiros neste ano, mas não é mais importante que o preço do Bitcoin, de acordo com uma pesquisa do Valor Investe.

Vale o destaque que a inflação disparou no Brasil, com o preço dos produtos e serviços sofrendo reajustes constantes. Segundo o IBGE, órgão oficial a medir a inflação pelo IPCA, o real perdeu 8,35% de compra poder de compra nos últimos doze meses.

Inflação do Brasil nos últimos doze meses supera 8%, aponta IBGE
Inflação do Brasil nos últimos doze meses supera 8%, apontou IBGE no último dia 8 de julho de 2021

Assim os brasileiros procuram cortar os gastos em vários itens, sendo a preocupação com a energia a maior, segundo pesquisa divulgada pelo Valor Investe neste sábado (10).

Em consultas no Google Trends, os pesquisadores afirmam que o termo “como economizar energia” já cresceu 70% em 2021. Outros itens pesquisados em conjunto com o termo “economizar” foram: água, dinheiro, gasolina e bateria. Os dados mostram que essas são as principais dúvidas de brasileiros que estão vendo que o momento é preocupante.

Ou seja, a inflação já começa pressionar no Brasil, com a população de olho nos itens mais necessários para sobrevivência básica.

Com inflação nas alturas, preço do Bitcoin é um dos itens mais pesquisados no Google

O comportamento dos brasileiros em 2021 também se mostrou em alta para dúvidas sobre preços de alguns ativos. A campeã, segundo a pesquisa, foi a Gasolina, que recentemente viu novo reajuste de 6,3%, chegando a um aumento de 46% em 2021.

O segundo maior item pesquisado na categoria de preços foi a Soja. Na última semana, este item teve um reajuste de 22,79%, conforme nota publicada pelo Ministério de Agricultura, no Diário Oficial da União.

Chama atenção então que o preço do Bitcoin no Brasil é o terceiro mais pesquisado em 2021, segundo dados consultados pelos pesquisadores. Ou seja, com uma alta de 16,38% no ano em relação ao real, após um estouro de 400% em 2020, a moeda digital desponta como uma das principais dúvidas de cotações no país.

Nas últimas 24 horas, o preço do BTC opera em leve alta de 0,03% no par real, cotado em R$ 177.674,51. Nos últimos sete dias, a moeda digital opera em alta de 3,30% nas corretoras de criptomoedas brasileiras..

Na terceira posição do ranking, o Bitcoin acabou superando as buscas de preço de ovo, milho, dólar, etanol e até de carro seminovo. Com alta na inflação, todos os ativos subiram em relação ao real, pressionando principalmente a classe mais pobre brasileira.

Os dados da pesquisa do Valor Investe foram divulgados e podem ser conferidos por meio deste link.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Ethereum enfrentando o Bitcoin

Ethereum vai deixar Bitcoin “no chinelo” após atualização?

A rivalidade entre as comunidades do Ethereum e do Bitcoin voltaram a ganhar força nos últimos dias, com uma atualização do Ethereum sustentando rumores...

Estudo revela que 40% dos investidores em bitcoin esquecem suas senhas

Uma das partes mais importantes na hora de manter criptomoedas com segurança é guardar as senhas em um lugar seguro, no entanto, é ainda...
Carvão pintado de ouro. Imagem: ShutterStock

Banco Central, onde está nosso ouro?

2021 tornou-se um ano de compra de ouro por Bancos Centrais ao redor do mundo, porém, desta vez, o movimento não é liderado por...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias