Preço do Bitcoin volta a subir e chega em US$ 10 mil

Nas últimas 24 horas criptomoeda chegou a subir quase 5% no mercado.

Siga no
Preço do bitcoin subiu no mercado
Anúncio

O preço do bitcoin surpreendeu o mercado ao encarar uma pequena onda de valorização nesta quarta-feira (31). Após vivenciar um mês com grandes oscilações, o bitcoin voltou a ser cotado acima de US$ 10 mil. Este pode ser um importante suporte para a criptomoeda buscar novos valores no próximo mês.

O mercado de criptomoedas enfrentou uma enorme desvalorização em julho de 2019. Alguns acreditam que essa seja uma dura correção que já era tão esperada e temida por todos. Além do bitcoin, as altcoins viram sua cotação despencar em um mês com pouca expressão para o mercado.

Preço do bitcoin subiu quase 5% nesta quarta (31)

O preço do bitcoin voltou a encontrar uma breve recuperação. Antes que o mês termine, a criptomoeda chegou a se valorizar em quase 5% nesta quarta-feira (31). Com esse desempenho, o preço do bitcoin novamente voltou a ser cotado acima de US$ 10 mil.

Anúncio

Na tarde desta quarta-feira (31) o preço do bitcoin chegou a ser cotado em US$ 10.070,66. Em contraste com este desempenho, na noite do dia anterior o bitcoin estava sendo cotado em US$ 9.605,44. Essa diferença revela uma valorização para a criptomoeda de quase 5% em menos de 24 horas.

Gráfico mostra preço do bitcoin

Nos últimos dias o preço do bitcoin registrou uma de suas menores cotações das últimas semanas. Esse desempenho fez a criptomoeda acumular uma desvalorização que poderá fechar o mês com cerca de – 30% em acumulado. Ou seja, por mais que a criptomoeda tenha revertido seu desempenho, o acumulado mensal revela uma desvalorização acentuada para o bitcoin.

Criptomoeda caiu 30% em julho de 2019

O preço do bitcoin busca encontrar uma renovação em seu desempenho no mercado. Nas últimas semanas o bitcoin não conseguiu encontrar uma força suficiente para começar uma onda de valorização. Dessa maneira, o preço da criptomoeda chegou a despencar cerca de US$ 4 mil nos últimos trinta dias.

Embora praticamente em todo o mês o preço do bitcoin esteve acima de US$ 10 mil, os últimos dias enfraqueceram o bitcoin. No último domingo (28) o preço do bitcoin registrou sua menor cotação vista em julho de 2019. Naquele dia a criptomoeda chegou a ser cotada em US$ 9.325,99.

Em contrapartida, o preço do bitcoin atingiu valores acima de US$ 13 mil em seu melhor momento no mercado neste mês que termina. Essa diferença confere a criptomoeda uma desvalorização acumulada em quase 30% nas últimas semanas.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Criptomoeda stablecoin Tether USDT XAUT EURT CNHT

Criptomoeda cresce 300% em 2020 e supera Bitcoin

Segundo um estudo recente, uma criptomoeda que cresce 300% o número de adoção a sua tecnologia já supera o Bitcoin e Ethereum. Este caso...

“Falta de clareza sobre quem criou o Bitcoin é preocupante” Diz CEO da Mastercard

Um dos principais pontos que os defensores do Bitcoin argumentam é que a moeda pode ser utilizada como uma forma de incentivar a inclusão...
Segurança e Vulnerabilidades Blockchain

Pesquisa da Kaspersky coloca blockchain como ameaça

Uma pesquisa recente feita pela Kaspersky coloca a tecnologia blockchain como uma ameaça aos negócios. A empresa russa que é uma das líderes em...

Últimas notícias

“Falta de clareza sobre quem criou o Bitcoin é preocupante” Diz CEO da Mastercard

Um dos principais pontos que os defensores do Bitcoin argumentam é que a moeda pode ser utilizada como uma forma de incentivar a inclusão...

Pesquisa da Kaspersky coloca blockchain como ameaça

Uma pesquisa recente feita pela Kaspersky coloca a tecnologia blockchain como uma ameaça aos negócios. A empresa russa que é uma das líderes em...

Paulista pede registro da marca Bitcoin para fabricar brinquedos

Um paulista pediu junto ao INPI o registro da marca Bitcoin para a fabricação de brinquedos no Brasil. A publicação do pedido foi feito...