Presidente da Argentina diz que criptomoedas podem ser uma solução para inflação

Durante a entrevista Fernández afirmou que há uma discussão sobre o funcionamento das criptomoedas, não apenas na Argentina, mas também no mundo inteiro.

Bitcoin e bandeira da Argentina stablecoin criptomoedas blockchain
Bitcoin e bandeira da Argentina

Alberto Fernández, presidente da Argentina, parece estar relativamente animado com as criptomoedas, afirmando que apesar de acreditar que é preciso ter cuidado com os ativos digitais, não está descartada a possibilidade de utiliza-las no desenvolvimento do país e que talvez as criptomoedas sejam um bom caminho.” 

De acordo com o site CriptoNoticias, o presidente argentino falou em uma recente entrevista sobre as criptomoedas, moedas digitais e como essas tecnologias podem melhorar a situação econômica pela qual a Argentina está passando.

Inflação

Durante a entrevista realizada no programa Caja Negra, no YouTube, o presidente parece até aberto a possibilidade de estudos com criptomoedas, mas reconheceu que não entende nada sobre o funcionamento desses ativos digitais e que tem preocupações com questões de segurança que a tecnologia traz.

Mesmo com essas preocupações ele acredita que há a possibilidade de que que as criptomoedas ajudem no combate à inflação, um problema que a Argentina enfrenta há anos e que piorou consideravelmente recentemente.

Durante a entrevista Fernández afirmou que há uma discussão sobre o funcionamento das criptomoedas, não apenas na Argentina, mas também no mundo inteiro.

“A discussão sobre o funcionamento das criptomoedas não é apenas sobre a Argentina, é um debate global. E devo confessar que é uma questão que exige muito cuidado, no meu caso, por causa da falta de conhecido e porque muitos não entendem como o dinheiro se materializa. Mas talvez seja um bom caminho.”

Solução para inflação

Ao ser perguntando sobre suas dúvidas em relação as criptomoedas, Fernández afirmou que a falta de conhecido é justamente o que faz com que o Bitcoin e as criptomoedas “não se expandam mais”, o que não deixa de ser verdade.

Felizmente, mesmo sem entender muito sobre criptomoedas, ele continua aberto a possibilidade do uso dos ativos em benefício do país. Com isso, ele deixou a portar aberta para o desenvolvimento econômico, principalmente como uma forma de enfrentar a inflação, com as criptomoedas sendo “moedas fortes” e que “anulam o efeito inflacionário”.

Fernández já expressou anteriormente entre as pessoas mais próximas do governo que pretende permitir o debate as leis de regulamentação das criptomoedas na Argentina.

Esse detalhe foi afirmado pelo deputado nacional José Luis Ramón, que apresentou um projeto de lei para permitir o pagamento de salários com criptomoedas, dizendo que foi o próprio presidente quem deu sinal verde para o projeto avançar para o congresso.

Ainda é cedo para dizer como será o futuro da Argentina em relação as criptomoedas, mas talvez, seguindo El Salvador, pode ser que o nosso país vizinho adote o Bitcoin com o mesmo entusiasmo diante de uma inflação destruidora.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias