Primeira bolsa de valores de criptomoedas de país tem aval

Bolsa tem licença inicial para funcionamento em país estratégico para setor.

-

Siga no
Gráficos de ações listadas em bolsa de valores
Gráficos de ações - Reprodução
Anúncio

Hong Kong está próximo de ver o funcionamento da primeira bolsa de valores de criptomoedas. Isso porque, uma empresa obteve um aval inicial para iniciar suas atividades. A abertura dessa possibilidade se torna um marco importante, em meio a pressão por regulamentação.

Desde que o Bitcoin surgiu em 2009, vários países buscam criar padrões para a moeda digital. A tarefa tem sido mais árdua do que o inicialmente imaginado, visto que essa tecnologia é nova.

Gradualmente o mercado de criptomoedas tem encontrado espaço, com adoção cada vez maior. A possível abertura da bolsa permitirá mais espaço com empresas. As informações são da agência de notícias Reuters.

Hong Kong dá aval inicial para primeira bolsa de valores de criptomoedas local

Anúncio

Quando as criptomoedas surgiram, o propósito inicial da tecnologia era ser um meio de pagamentos. Com o crescimento do setor, novos casos de uso apareceram. Um deles é o de investimentos em criptomoedas, que certamente chamam atenção pela alta volatilidade.

Para legitimar suas operações, a empresa OSL solicitou a regulamentação junto a Securities and Futures Commission (“SFC”). O pedido foi realizado ainda em 2019. Em anúncio ao mercado, na última sexta-feira (21), a OSL chegou com novidades.

De acordo com a agência Reuters, a OSL deverá ser a primeira bolsa de valores com criptomoedas de Hong Kong. A aprovação, ainda que inicial, abre espaço para a consolidar suas operações.

Isso porque, a OSL é uma plataforma de ativos digitais líder da Ásia. Além disso, é membro do BC Technology Group, empresa listada na bolsa local.

A empresa está a caminho de se tornar a única plataforma de ativos digitais auditados, licenciados, segurados e listados publicamente do mundo.

Novidade é importante em meio a pressão por regulamentação do G20 e GaFi

Os investimentos em criptomoedas ainda carecem de padrões nos países. Dessa forma, muitas empresas ainda mantém a cautela com investimentos no setor. Contudo, o mercado asiático pode mostrar que o caminho está começando a se abrir.

Além da iniciativa da OSL com a SFC de Hong Kong, o Japão é um país que olha com carinho para as criptomoedas. No Japão, por exemplo, já existem bolsas de valores de criptomoedas regulamentadas.

Com uma maior pressão do G20 e GaFi por regulamentação, iniciativas como essa são importantes. O mercado, que carece de um padrão global, poderia mirar nessas iniciativas para amparar a tomada de decisões em relação às criptomoedas.

Moedas digitais tem aberto espaço e se mostram cada vez mais importantes, apontou CEO da OSL

Tema em alta nos últimos anos, as criptomoedas tem chamado atenção. De acordo com o CEO da OSL, Wayne Trench, o futuro é promissor para o mercado.

“Desenvolvimentos regulatórios globais recentes, testes de moeda digital soberana emergente e sociedades cada vez mais sem dinheiro, exemplificam que os ativos digitais são a realidade de hoje e não um sonho distante”

Na noite da última quinta (20), o Banco Central do Brasil anunciou a criação do grupo que discutirá a moeda digital brasileira. A medida mostra que a OSL e Hong Kong estão na frente, já discutindo avanços no tema, que poderiam até se tornar exemplos para outros países.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Últimas notícias

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...

Primeira exchange a listar a brasileira Hathor HTR

A tecnologia brasileira da blockchain Hathor vem chamando cada vez mais atenção da comunidade global e já entrou nos Estados Unidos e na Ásia,...