Proxi, novo jogo do criador do The Sims aposta em blockchain e NFT

O Proxi é apenas mais uma grande ideia de caso de uso de NFT, setor que está ganhando mais tração conforme mentes criativas os usam para mudar a forma como nos expressamos. Outro grande player que está entrando neste mundo é o Twitter, que anunciou a integração de NFTs a sua plataforma.

Siga no
Proxy-Jogo
Proxy-Jogo

Will Wright, criador dos jogos SimCity e de uma das franquias de maior sucesso, o The Sims, também está entrando no mundo dos NFTs através de seu novo jogo, o Proxi.

Seu novo jogo é uma promessa que pretende não apenas colocar o jogador dentro do jogo, como também as suas memórias. Transformando os NFTs não apenas em uma imagem, porém em um sentimento.

A criatividade, especialmente de artistas, vem fazendo com que a tecnologia criada pelo Bitcoin faça parte do cotidiado do ser humano, indo além da parte financeira.

O que é o Proxi?

Apesar do Proxi ter sido anunciado em 2018, ele ainda não foi lançado. Talvez esta demora tenha beneficiado o projeto já que o surgimento dos NFTs pode dar uma nova vida a este projeto.

O jogo é baseado em uma simulação de inteligência artificial que usa as memórias criadas por jogadores para gerar um “proxi”, uma espécie de personagem baseado em você. Estas memórias podem ser desenhos, fotos ou sons.

Memórias no jogo Proxi. Fonte: Gallium Studios

Estas memórias, que podem conter palavras chave em seis categorias, como sentimentos e lugar, criam conexões e a forma com a qual você as organiza informam o “Proxi” sobre como você pensa.

Segundo Wright, o jogo é focado no autoconhecimento, e isso é escasso tanto em jogos quanto na própria vida.

“Aprender sobre o mundo não é tão assustador quanto aprender sobre si mesmo.”

Proxi e NFT

E é nesta parte sobre memórias que os tokens não fungíveis (NFT) entram em ação. As memórias são guardadas em um “globo de neve”, como no filme Divertidamente, e todas estas memórias são NFTs que podem ser negociadas entre si ou por dólar.

NFT do jogo Proxi. Fonte: Gallium Studios

Segundo Will Wright, esta é uma forma de tornar esta experiência mais pessoal, pois o jogo é muito baseado nos próprios jogadores.

“O caminho da minha carreira de criação de jogos é me aproximar cada vez mais do jogador e eu acredito que o Proxi é outro passo nessa direção. […] Eu quero que a mente do jogador se torne o cenário do jogo.”

Apesar disso, a primeira versão do jogo contará apenas com NFT criados pela própria equipe que é uma parceria entre a Gallium Studios, empresa de Wright e a Forte, empresa focada em soluções de blockchain para jogos.

O Proxi é apenas mais uma grande ideia de caso de uso de NFT, setor que está ganhando mais tração conforme mentes criativas os usam para mudar a forma como nos expressamos. Outro grande player que está entrando neste mundo é o Twitter, que anunciou a integração de NFTs a sua plataforma.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.
Celular com aplicativo do PayPal, dinheiro digital

PayPal diz que brasileiros estão prontos para abrir mão do dinheiro físico

Uma pesquisa liberada pelo PayPal nesta segunda-feira (18) indica que os brasileiros estão prontos para abrir mão do dinheiro físico, também chamado de "em...
Encontro marcado pelo Tinder Bitcoin

Apaixonado do Tinder perde R$ 10 milhões em Bitcoin após cair em golpe

Um caso relatado pela Sophos mostra um esquema que começa em aplicativos de encontro, como Tinder, e acaba com corações partidos e carteiras vazias....
Ethereum RIP

Usuários de Ethereum pagaram R$ 5,5 bilhões em taxas nos últimos 30 dias

Segundo estatísticas apresentadas pelo Token Terminal, os usuários de Ethereum pagaram cerca de 1 bilhão de dólares em taxas nos últimos trinta dias. O...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias