Colapso da criptomoeda Terra(LUNA) derruba projetos DeFi, que culpam Chainlink

Caso pode ser efeito colateral da queda da LUNA.

Siga no
Marcas da Terra e Chainlink LUNA e UST
Marcas da Terra e Chainlink. Divulgação.

A queda fatal da moeda Terra (LUNA) derrubou pelo menos dois projetos de DeFi, que culpam agora os oráculos da Chainlink pelo problema. Essa semana ficou marcada pela falha da moeda e sua irmã TerraUSD (UST), que acabaram passando por terríveis momentos.

Como ambas as moedas que morreram tinham relação com um ecossistema de projetos, seja de DeFis, ou outros mais, a desvalorização delas acabou criando um efeito dominó em terceiros que dependiam dele.

Vale o destaque que até o preço do bitcoin pode ter sido afetado, visto que a Fundação Luna vendeu todas as moedas que detinha em sua posse. De qualquer forma, o caso parece longe de um desfecho, visto os efeitos colaterais de sua queda.

Queda da LUNA derruba projetos DeFi, que culpam oráculos da Chainlink

A blockchain da LUNA é mais uma daquelas centralizadas que acabou sendo desligada em meio a problemas, na última quinta-feira (12). De acordo com uma simples nota pelo Twitter, os responsáveis pela moeda apenas afirmaram que não haveria mais a produção de blocos válidos até que o problema recente seja resolvido.

Assim, o projeto Venus Protocol, outro com nome de um elemento do espaço, informou aos seus investidores que sofre com as consequências da morte da LUNA. Esse DeFi funciona na rede Binance Smart Chain e usava a LUNA em suas operações, além dos oráculos da Chainlink.

Como a queda foi brutal nos últimos dias, o oráculo de preços da Chainlink pode não ter conseguido acompanhar o mercado, e acabou fixando o preço da LUNA em US$ 0,1, quando essa já estava em US$ 0,01, levando o projeto Venus a cancelar seu serviço “DeFi”.

Outro projeto Defi com problemas foi o Blizz Finance, que alega que seu fundo foi drenado por invasores, em meio a queda brutal da LUNA. Alegando a culpa também da pausa no oráculo da Chainlink pela sua queda, o projeto pediu desculpa aos afetados e disse que em breve publicará um post-mortem, indicando ser outro a finalizar suas operações após a morte da LUNA.

“A pausa da Chainlink no oráculo LUNA permitiu que vários invasores depositassem milhões de LUNA, que ainda vale US$ 0,10, de acordo com o oráculo Chainlink, para emprestar toda a garantia. O protocolo foi esgotado antes que pudéssemos pausar devido ao nosso timelock.”

Até quando o mercado sentirá as consequências do fim da LUNA?

A queda da LUNA e seu ecossistema começou no último final de semana, mas apenas na segunda-feira (9) que o colapso foi percebido pelo mercado, que vendeu em massa suas posses.

Isso certamente levou uma desvalorização a vários projetos que tinham ligações, assim como finalizou protocolos que dependiam de sua tecnologia. É possível que mais projetos desse ecossistema manifestem o fim de seus trabalhos, o que já começou a ocorrer.

Contudo, o bitcoin nesta sexta-feira (13) já começa a mudar o rumo e valoriza 8%, superando os US$ 30 mil e indicando que já se desvencilhou de qualquer relação com a LUNA.

Ou seja, o mercado já precificou a queda do projeto e segue em recuperação, após uma semana tensa para quem acompanha as criptomoedas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias