PIX: Em resposta ao Bitcoin, Banco Central lança novo sistema de pagamentos instantâneos

Transações na nova plataforma serão feitas em até 10 segundos

-

Siga no
PIX, projeto do Banco Central do Brasil
PIX, projeto do Banco Central do Brasil

O BC (Banco Central) anunciou nesta quarta-feira (19), em São Paulo, o lançamento do Pix, o novo sistema de pagamentos instantâneos da autarquia.

A plataforma, que vai permitir transações P2P, B2B ou B2P em até 10 segundos por meio do celular, ficará disponível em todo o Brasil a partir do dia 10 de novembro deste ano.

No evento de lançamento, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, disse que a novidade é uma resposta à nova economia digital, marcada pelo uso de bitcoins e outras criptomoedas.

“O Pix veio de uma necessidade das pessoas de ter um instrumento de pagamento que seja ao mesmo tempo barato, rápido, transparente e seguro. Se nós pensarmos o que tem acontecido em termos da criação de bitcoins, criptomoedas e outros ativos criptografados, ela vem da necessidade de termos um instrumento com tais caraterísticas”, disse.

É um dos projetos mais importantes do Brasil, falou o presidente do BC

De acordo com Neto, o Pix é um dos projetos mais importante de 2020 para o Banco Central e para o Brasil. Isso porque, falou, vai ser um embrião da transformação da intermediação financeira futura do país.

“Ele vai unir o que a gente entende que é a nova forma de fazer meios de pagamentos”, falou.

Além disso, disse Neto, o novo sistema vai baratear os custos operacionais e os de transferência de dinheiro. “Vai ajudar a tirar das pessoas essa necessidade de ter dinheiro físico, pois isso gera um grande custo para a sociedade”.

Vai dar para pagar até conta de luz

O sistema vai permitir o pagamento entre recebedor e pagador – assim como ocorre por meio das wallets – sem a necessidade de intermediários.

Será possível, por exemplo, fazer transferências, comprar um café em uma padaria, adquirir um produto em um e-commerce ou mesmo pagar uma conta de luz.

“A liquidação da transação será feita em até 10 segundos e será possível fazê-la 24 horas por dia, sete dias por semana e 365 dias por ano”, disse o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do BC, João Manoel Pinho de Mello.

De acordo com Mello, a plataforma, que deverá ser oferecida pelos bancos aos clientes, será aberta a todos os participantes do mercado, instituições de pagamento e outros agentes.

Como vai funcionar?

A transação por meio do Pix, segundo Mello, pode ser iniciada de muitas formas. Pode ser por meio de QR Codes – estatísticos ou dinâmicos -, uso de chaves de endereçamento, aproximação de celulares e outros.

No momento da transação, basta identificar o recebedor com CPF, número de celular, CNPJ ou outro. Assim que uma dessas informações for colocada na plataforma, todos os dados do recebedor/pagador serão mostradas na tela.

“A ideia é que seja tão fácil como bater papo em um chat”, disse Mello.

 

Veja imagens da apresentação:

 

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Lucas Marins
Lucas Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).
Câmara dos Deputados e Bitcoin (Projeto de Lei)

Projeto de lei pode ajudar na adoção do Bitcoin no Brasil

Um projeto de lei, proposto pelo Deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), pode ajudar na adoção do Bitcoin no Brasil. Isso porque, na visão do deputado,...

Elon Musk nega rumores sobre uso da Ethereum

Elon Musk é um nome muito importante atualmente, responsável por algumas das empresas mais populares no mercado (Tesla e SpaceX). Recentemente vários rumores afirmaram...
Coca-Cola (Bitcoin, Blockchain, Criptomoedas))

Polícia Federal alerta: golpe com Bitcoin, WhatsApp e Coca-Cola

Você recebeu em seu aplicativo de mensagem instantâneo uma oportunidade de ganhar um frigobar personalizado? Cuidado, pode ser uma fraude! Isso porque, uma nota...