PIX: Em resposta ao Bitcoin, Banco Central lança novo sistema de pagamentos instantâneos

Transações na nova plataforma serão feitas em até 10 segundos

Siga no
PIX, projeto do Banco Central do Brasil
PIX, projeto do Banco Central do Brasil

O BC (Banco Central) anunciou nesta quarta-feira (19), em São Paulo, o lançamento do Pix, o novo sistema de pagamentos instantâneos da autarquia.

A plataforma, que vai permitir transações P2P, B2B ou B2P em até 10 segundos por meio do celular, ficará disponível em todo o Brasil a partir do dia 10 de novembro deste ano.

No evento de lançamento, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, disse que a novidade é uma resposta à nova economia digital, marcada pelo uso de bitcoins e outras criptomoedas.

“O Pix veio de uma necessidade das pessoas de ter um instrumento de pagamento que seja ao mesmo tempo barato, rápido, transparente e seguro. Se nós pensarmos o que tem acontecido em termos da criação de bitcoins, criptomoedas e outros ativos criptografados, ela vem da necessidade de termos um instrumento com tais caraterísticas”, disse.

É um dos projetos mais importantes do Brasil, falou o presidente do BC

De acordo com Neto, o Pix é um dos projetos mais importante de 2020 para o Banco Central e para o Brasil. Isso porque, falou, vai ser um embrião da transformação da intermediação financeira futura do país.

“Ele vai unir o que a gente entende que é a nova forma de fazer meios de pagamentos”, falou.

Além disso, disse Neto, o novo sistema vai baratear os custos operacionais e os de transferência de dinheiro. “Vai ajudar a tirar das pessoas essa necessidade de ter dinheiro físico, pois isso gera um grande custo para a sociedade”.

Vai dar para pagar até conta de luz

O sistema vai permitir o pagamento entre recebedor e pagador – assim como ocorre por meio das wallets – sem a necessidade de intermediários.

Será possível, por exemplo, fazer transferências, comprar um café em uma padaria, adquirir um produto em um e-commerce ou mesmo pagar uma conta de luz.

“A liquidação da transação será feita em até 10 segundos e será possível fazê-la 24 horas por dia, sete dias por semana e 365 dias por ano”, disse o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do BC, João Manoel Pinho de Mello.

De acordo com Mello, a plataforma, que deverá ser oferecida pelos bancos aos clientes, será aberta a todos os participantes do mercado, instituições de pagamento e outros agentes.

Como vai funcionar?

A transação por meio do Pix, segundo Mello, pode ser iniciada de muitas formas. Pode ser por meio de QR Codes – estatísticos ou dinâmicos -, uso de chaves de endereçamento, aproximação de celulares e outros.

No momento da transação, basta identificar o recebedor com CPF, número de celular, CNPJ ou outro. Assim que uma dessas informações for colocada na plataforma, todos os dados do recebedor/pagador serão mostradas na tela.

“A ideia é que seja tão fácil como bater papo em um chat”, disse Mello.

 

Veja imagens da apresentação:

 

Lucas Gabriel Marins
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).
Polícia faz operação contra fraude de criptomoedas

Polícia Civil prende pai que expôs filha no FaceCast

Um morador de uma cidade do interior de Minas Gerais teria utilizado o aplicativo FaceCast para cometer um crime contra sua própria filha. Denunciado...

Bilionário em Bitcoin vai concorrer ao governo da Califórnia

Um dos primeiros investidores em Bitcoin e CEO da empresa de capital de risco Social Capital, Chamath Palihapitiya, está concorrendo à governador da Califórnia....

Coluna do TradingView: Sentimento do mercado continua altista

Mesmo com Ethereum rompendo novos topos, as outras moedas não tem acompanhado o movimento e tem caído junto com o Bitcoin. Confira o olhar...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Bilionário em Bitcoin vai concorrer ao governo da Califórnia

Um dos primeiros investidores em Bitcoin e CEO da empresa de capital de risco Social Capital, Chamath Palihapitiya, está concorrendo à governador da Califórnia....

Coluna do TradingView: Sentimento do mercado continua altista

Mesmo com Ethereum rompendo novos topos, as outras moedas não tem acompanhado o movimento e tem caído junto com o Bitcoin. Confira o olhar...

Artigo da revista Time: “não demonizem o Bitcoin”

Conforme as criptomoedas vão ficando cada vez mais famosas, os críticos passam a apontar qualidades como defeitos. Assim, tem aumentado a propagação de uma...

Como as escolhas de Biden vão impactar as criptomoedas

O indicado para assumir a presidência da SEC, o órgão regulamentador e de controle dos mercados financeiros dos Estados Unidos, foi aprovado ontem pelo...

Gamestop (GME) sobe 145% em 2 horas, por quê?

Uma empresa com prejuízo acumulado de US$ 1,6 bilhão nos últimos 3 anos. Para piorar, atua principalmente em lojas físicas de videogames, um mercado...