Rússia banida do SWIFT pode abalar ações e talvez criptomoedas

Rússia está atacando Ucrânia e mundo acompanha atentamente as sanções feitas contra país.

Celular com bandeira do SWIFT em sanção com bandeira da Rússia ao fundo
Celular com bandeira do SWIFT em sanção com bandeira da Rússia ao fundo

Após várias sanções contra a Rússia, a próxima que está sendo estudada é banir o país do SWIFT, situação que poderia até abalar o preço das criptomoedas.

Tudo isso ocorre porque o país invadiu a Ucrânia, mesmo após alerta de vários países para que o movimento fosse evitado. Na prática, a Rússia ser banida do SWIFT significa que bancos do país não terão mais conexão fácil com instituições financeiras de outros países.

Essa situação pode não parecer ruim, mas a celeridade financeira do país no cenário mundial pode cair drasticamente, causando prejuízos até na economia russa. Atualmente, a situação ainda está em discussão por países da Europa e os Estados Unidos, que devem decidir sobre o assunto em breve.

Países não temem que Rússia use criptomoedas para driblar sanções

O que foi ventilado por especialistas de todo mundo é que a Rússia poderia driblar uma eventual banimento do SWIFT utilizando criptomoedas, como o Bitcoin, Ethereum ou mesmo stablecoins. Essas tecnologias permitem que valores sejam enviados pelo mundo em instantes, podendo ser até uma opção interessante para escapar do SWIFT.

Contudo, as criptomoedas ainda não são um tema tão em alta assim na Rússia e nem reguladas pelo país, o que teria que ser decidido com urgência. O Banco Central da Rússia já deu uma posição recente que não acredita na tecnologia, o que poderia gerar barreiras.

Além disso, segundo o Politico em conversa com Stuart Levey, ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos, ao banir a Rússia do SWIFT os países não temem que as criptomoedas sejam a nova rota para escoar dinheiro do país. Além disso, empresas que aceitarem criptomoedas do país poderão incorrer no risco de evasão de sanções, o que colocaria corretoras na mira dos EUA e Europa.

Ou seja, mesmo que a Rússia tenha sua rede de bancos desligada do mundo, é possível que outras rotas que não criptomoedas sejam buscadas, talvez em parceria com a China.

Rússia pode causar queda no preço das criptomoedas ao ser banida pelo SWIFT?

Outra situação analisada pelo economista Alex Krüger sobre a Rússia ser banida do SWIFT é que isso poderia causar até um problema para o preço das ações, com possíveis consequências também para criptomoedas.

Apesar do seu tom alarmista para um suposto problema para as criptomoedas, ele cravou que ações nas bolsas certamente serão afetadas. Alex confessou que a situação não está totalmente clara para as criptomoedas, embora seja importante prestar atenção no movimento com cautela.

“O oeste cortando a Rússia: a Rússia removida do SWIFT. Este é um risco ligeiramente baixista, deve ver o gap de ações para baixo. As ramificações para criptomoedas não estão claras no momento.”

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias