Rússia propõe uso de criptomoedas no comércio exterior

Mapa da Rússia e moeda de Bitcoin
Mapa da Rússia e moeda de Bitcoin

Buscando formas de mitigar as sanções econômicas sofridas por seu país, a Receita Federal da Rússia está propondo o uso de criptomoedas no comércio exterior. Desta forma, a Rússia poderia usá-las tanto em importações quanto exportações com países “amigos”, caso estes reconheçam as criptomoedas como legais.

Sendo assim, a China seria um país fora desta lista, visto que tanto o Bitcoin quanto todas outras criptomoedas foram banidas na nação. De qualquer forma, estes dois já usam rublo e renminbi em tais transações.

Seguindo, as informações do site russo Iz apontam que até mesmo o Ministério da Fazenda gostou da proposta. Entretanto, afirmou que alguns pontos precisam ser abordados antes da ideia ser posta em prática.

Faça o que digo, não faça o que faço

Um dos pontos mais curiosos é que cidadãos russos não podem usar criptomoedas como meio de pagamento em seu país. Desta forma, o Bitcoin, por exemplo, é tratado como um investimento e não como dinheiro, apesar de ser.

Contudo, ao sentir na própria pele como proibições de terceiros funcionam, a Rússia está querendo colocar uma exceção a esta lei. Desta forma, o comércio exterior poderia usar criptomoedas na importação e exportação de bens e serviços.

Portanto, tal medida proposta pela Receita Federal da Rússia seria o mais belo exemplo de “faça o que digo, não faça o que faço”. Com as criptomoedas sendo úteis somente quanto convém aos criadores das leis.

De qualquer forma, a União Europeia já havia estendido as sanções a Rússia, em março, citando criptomoedas. Então, é presumível esperar novos capítulos sobre o assunto, principalmente ligados a regulamentação de serviços em diversos países.

Com quem a Rússia fará negócios?

Outro ponto, já discutido quando a Rússia mostrou-se aberta a negociar recursos naturais por Bitcoin, é quais seriam os outros países dispostos a usar criptomoedas nestas negociações.

Afinal, os países mais próximos à Rússia, em termos diplomáticos, já utilizam suas próprias moedas nestes comércios, não dependendo do dólar ou do euro. Além disso, assim como a Rússia, nenhum outro está preparado, principalmente em termos jurídicos, para isso.

Portanto, estas ações podem levar meses, ou até mesmo anos, para serem postas em prática. De qualquer forma, é ótimo ver governos que eram contra o Bitcoin admitirem que ele é uma forma de dinheiro, melhor do que suas próprias moedas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias