Saiba o que poderá causar o novo boom do Bitcoin no mercado

Febre do Bitcoin deverá ser impulsionada pela chegada de importante setor de investimentos.

-

Siga no
Anúncio

Um novo catalisador no mercado poderá fazer o preço do Bitcoin explodir. O mercado de criptomoedas é completamente novo e carece da adoção massiva para que um novo boom aconteça. Essa mudança pode acontecer com a agregação de outros sistemas financeiros, como redes bancárias, por exemplo.

Especialistas comentam sobre o que seria uma “febre do ouro digital”. Esse momento deve fazer o preço do Bitcoin disparar e atingir valores jamais inimagináveis. Para que toda essa revolução aconteça, um importante setor de investimentos deverá chegar até as criptomoedas em 2019.

Bancos Centrais podem armazenar Bitcoins

Será através dos Bancos Centrais em todo o mundo que o Bitcoin poderá ver seu preço decolar no mercado. Em um artigo publicado na Forbes, o especialista em criptomoedas Billy Bambrough explica sobre como seria essa importante movimentação no setor financeiro tradicional.

Anúncio

O momento dos órgãos governamentais aplicarem em Bitcoins selaria uma expansão do mercado descentralizado. Com aplicações desses bancos no ativo digital, a criptomoeda deverá vivenciar um súbito aumento em sua cotação.

Segundo a tese de Billy, os Bancos Centrais de vários países podem começar a acumular Bitcoins como um tipo de reserva. O especialista chega a comparar o ativo com o “ouro digital”. Dessa forma, uma confiança no mercado de criptomoedas seria adotada por vários países.

Regulação do mercado favorece adoção de criptomoedas

Para Garrick Hileman, a adoção do Bitcoin pelos Bancos Centrais pode impactar positivamente no preço do ativo digital. O analista financeiro foi citado por Billy Bambrough em sua entrevista. Em um podcast publicado no AltFi, Hileman também explicou como os princípios regulatórios promoveram o mercado de criptomoedas.

“Pessoas temiam que a criptomoeda fosse proibida”.

Embora esse movimento ainda não tenha começado, o Bitcoin pode ser considerado uma das mais importantes reservas de valor de todo o mercado em breve. Com regulações sendo propostas em vários países, o mercado de criptomoedas vive um importante momento de adoção.

Essas propostas devem garantir a legitimidade necessária ao setor para expandir massivamente nos próximos anos. Além disso, a confiança de órgãos importantes, como Bancos Centrais em todo o mundo, pode ser revista após o reconhecimento inevitável do mercado de criptomoedas.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

Trader veterano que viu queda no Brasil gosta do Bitcoin

Com o preço do Bitcoin operando abaixo de U$ 12 mil em setembro, a contrapartida foi o aumento da volatilidade no início do mês....
Itau demissão criptomoedas

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...
Bitcoin e gráfico em queda de preços

Bitcoin cai 5% e pode não romper marca de 2017

O Bitcoin se aproxima do fechamento do mês de setembro e cai pelo menos 5% nesta segunda. Com a queda no preço do Bitcoin,...

Últimas notícias

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...

Bitcoin cai 5% e pode não romper marca de 2017

O Bitcoin se aproxima do fechamento do mês de setembro e cai pelo menos 5% nesta segunda. Com a queda no preço do Bitcoin,...

Documentos vazados revelam que bancos lavaram R$ 10 trilhões em dinheiro ligado a crimes

Mais de 2.100 documentos secretos da FinCEN, Rede de Combate a Crimes Financeiros dos EUA, foram vazados e os detalhes desses arquivos trazem informações...