Signal experimenta criptomoeda baseada na Stellar (XLM)

Nem mesmo a recuada do WhatsApp com sua nova política de empresa fez o Signal perder força e o aplicativo segue ganhando usuários.

Siga no
Aplicativo Signal testa criptomoeda
Aplicativo Signal

Um aplicativo que caiu no gosto popular, o Signal continua sua luta para ganhar novas funcionalidades. O app de mensagens agora está experimentando uma criptomoeda baseada na tecnologia da Stellar (XLM).

Desde que o WhatsApp avisou que iria alterar suas regras de compartilhamentos de informações com o Facebook, várias pessoas do mundo todo procuraram alternativas. O medo de perder a privacidade levou pessoas ao Telegram e Signal.

Nos últimos dias, o executivo do WhatsApp, Will Cathcart, até criticou os aplicativos concorrentes. Em entrevista para a Folha De São Paulo, Will afirmou que houve falha na comunicação do WhatsApp, que permitiu circular fake news sobre a empresa.

Contudo, a vontade popular ainda é de procurar alternativas ao serviço. Um dos aplicativos sugeridos até por Elon Musk, um dos homens mais ricos do mundo, foi o Signal.

Signal busca novas funcionalidades e testa criptomoeda baseada na tecnologia da Stellar

Nesta terça-feira (26), um texto publicado pela Platformer sobre o Signal mostrou mais detalhes sobre o aplicativo. Criticado pela concorrência por não oferecer muitas funcionalidades, o Signal tem buscado resolver esse problema.

Alguns dos novos recursos são para proteger a identidade de seus usuários e as conversas que são feitas no aplicativo. Assim como o WhatsApp, o Signal promete criptografia de ponta a ponta, não permitindo que mensagens sejam interceptadas por um terceiro.

Outro recurso que chamou atenção da Platformer é que o Signal experimenta a criptomoeda MobileCoin, baseada na tecnologia da Stellar.

A intenção do Signal é integrar uma solução de pagamentos digitais no aplicativo. Ou seja, os usuários que buscam privacidade, poderiam inclusive enviar e receber recursos com criptomoedas.

Moxie Marlinspike, criador do aplicativo Signal, inclusive foi consultor no projeto da MobileCoin. Caso o Signal consiga criar um aplicativo de conversas integrado com uma criptomoeda, poderia superar em mais um ponto o WhatsApp e Telegram.

Integrações de WhatsApp e Telegram não deram certo

Em apenas um mês, o Signal obteve mais de 20 milhões de usuários, grande parte “fugindo” das novas políticas do WhatsApp.

Seus principais concorrentes, contudo, até tentaram fazer história com as criptomoedas. No caso do Telegram, uma criptomoeda chegou a ser uma realidade, com a empresa captando US $ 1.7 bilhão para isso.

Em 2020, o Telegram anunciou que iria devolver o dinheiro aos investidores, pois não conseguiu lançar a moeda devido a problemas regulatórios.

Já o WhatsApp, que já possuí o sistema de pagamentos WhatsApp Pay, espera o lançamento da criptomoeda do Facebook. A intenção é que a DIEM (antiga Libra), seja integrada ao aplicativo. No entanto, ainda não há uma data definida para isso.

De qualquer forma, o Signal testa essa funcionalidade e pode sair na frente da concorrência nesse ponto.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Bilionário Steven Cohen diz que se converteu “totalmente às criptomoedas”

Steven Cohen, chefe da Point72 Asset Management, bilionário estrategista e um dos traders mais bem-sucedidos da atual geração, disse em uma recente entrevista que...
Hacker com máscara do Anonymous apontando dedo

Anonymous: “Um mundo sem Elon Musk é possível”

Quem está acompanhando o criptomercado recentemente sabe que Elon Musk tem uma presença importante em diferentes mercados, mesmo sendo taxado de troll vez ou...

Goldman Sachs começa negociar contratos futuros de Bitcoin

A adoção do Bitcoin continua sendo um ponto importante para o ecossistema atualmente e para a movimentação de preço. Felizmente o ativo digital parece...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias