Spotify, Epic Games e Tinder se unem contra Apple

Grupo de empresas estão indignados com a App Store e sua política de listagem.

Siga no
Iphone da Apple (Bitcoin)
Iphone/Pixabay

Um grupo de empresas está se reunindo contra a App Store, pois sua política tem sido considerada injusta. Dessa forma, empresas como Spotify, Tinder e Epic Games se unem contra a Apple.

A polêmica havia começado quando o famoso jogo Fortnite sofreu na mão da Apple. Em agosto de 2020, a gigante afirmou que o game seria removido da App Store, que culminou em campanhas pelas redes sociais.

O banimento do jogo aconteceu após uma atualização que o jogo fez, implementando um método de pagamento próprio. Na época, o Google também baniu o jogo da Play Store, acirrando a luta.

Ao participar da iniciativa “Coalition for App Fairness“, empresas esperam conseguir liberdades para desenvolvedores.

Spotify e Tinder se unem a Epic Games contra Apple

Desde agosto a Apple baniu o jogo Fortnite, após o game lançar um método de pagamentos próprio. Ao oferecer descontos para clientes em relação ao aplicativo Apple, a empresa alegou que o jogo teria descumprido as normas.

Na época, a briga entre a Apple a Epic Games, criadora da Fortnite, foi tensa. O caso desde então tem ganho novos ares até com uma cooperação entre grandes empresas.

Isso porque, Spotify, a própria Epic Games e até o Tinder (Match Group), criaram a “The Coalition for App Fairness“. Dessa forma, o grupo luta contra as regras da Apple em sua App Store, que consideram muito duras com desenvolvedores.

Além das políticas restritivas da App Store, os desenvolvedores lutam contra as taxas da Apple nos meios de pagamentos. De acordo com a nova ONG, não só a Apple teria esses problemas, mas também o Google em sua loja de aplicativos.

Com a causa ganhando força, foi lançado na última quinta (24) os “10 Princípios da App Store“. Esse novo guia faz exigências sobre como a Apple deve tratar os aplicativos em sua loja.

Regras privadas da Apple e política aceita pelos aplicativos anteriormente

Quando a Apple excluiu o Fortnite, deixou claro que a Epic Games conhecia as políticas sobre a loja de aplicativos. Isso porque, ao se cadastrar todos têm acesso às políticas de uso, que são as regras privadas da Apple.

Contudo, o grupo pressiona para mudar as regras, e a briga está só começando. Em conversa com a Reuters, Sarah Maxwell, que trabalhou na carteira de Bitcoin Blockchain.com até março de 2020, falou mais sobre o grupo.

De acordo com ela, a intenção é pressionar a Apple por mudanças na sua política. Esse grupo teria sido “motivado pela falta de esperança de as coisas mudarem um dia”, logo partiram para ação.

Além disso, Sarah, que trabalhou até na campanha de Hillary Clinton contra Donald Trump, afirma que é importante grandes empresas se unirem a causa. Contudo, a The Coalition for App Fairness não fala apenas pelas grandes empresas, mas por todas.

A Apple e o Google são acusadas por alguns de manterem um monopólio no setor. Com a visibilidade da nova ação podem surgir mais participantes. A briga pode ser importante até para o Bitcoin, que tem uma série de carteiras listadas nessas lojas.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Amazon e mão segurando Bitcoin

Amazon nega rumores de que vai aceitar Bitcoin como pagamento

A Amazon, terceira maior empresa em valor de mercado do mundo, negou nesta segunda-feira (26) que irá aceitar Bitcoin como pagamento este ano. Nos...
Preço do Bitcoin acima de US$ 40 mil

Após seis dias em alta, Bitcoin supera US$ 40 mil

O preço do Bitcoin rompeu os 40 mil dólares em um movimento forte do lado comprador e após seis dias de fechamento diário em...
Hacker segurando Bitcoin

Trader de Bitcoin tem e-mail hackeado e perde R$ 350 mil

Um trader de Bitcoin alega ter sido hackeado após um vazamento de dados e como resultado perdeu tudo que tinha na corretora Binance. Seu...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias