Tecnologia blockchain auxilia Comércio Exterior brasileiro

Setor vital ao desenvolvimento da economia local ganha reforço da tecnologia criada pelas criptomoedas.

Siga no
Tecnologia blockchain em conectividade global
Tecnologia blockchain em conectividade global

O governo federal lançou neste mês de janeiro o Programa Portal Único de Comércio Exterior. O comércio exterior brasileiro assim investe nas inovações e a tecnologia blockchain auxilia um setor fundamental para a economia do país.

Chamado de Portal Siscomex, o objetivo principal da inovação é desburocratizar as exportações e importações no Brasil. Para garantir o funcionamento do programa, a Serpro desenvolveu as ferramentas necessárias.

A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia (Secex/ME) acredita que com as inovações, o Brasil melhora a economia.

Vale o destaque que a tecnologia blockchain é um dos pilares de inovação do Brasil hoje.

De acordo com o gerente do Portal Único Siscomex do Ministério de Economia, Tiago Martins Barbosa, a busca é pela eficiência no setor. Dessa forma, houve um aumento das funcionalidades e aprimoramento da usabilidade de 16 módulos do sistema.

“Os principais objetivos do Programa são reformular os processos de exportações e importações, tornando-os mais eficientes e harmonizados, além de criar um guichê único para centralizar a interação entre o governo e os operadores, buscando atender com mais eficiência às demandas do comércio exterior”, afirmou Tiago

Ao longo de 2021, é esperado que todas as operações de controle da Secex estejam no sistema.

Grandes bancos já trabalham com sistema público de comércio exterior

O software trabalhará com uma sistemática para o Pagamento Centralizado do Comércio Exterior (PCCE). De acordo com a Serpro, a partir do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) numerado, o processo será simplificado e com mais segurança.

Além disso, o sistema terá integração total com a Receita Federal, facilitando a tributação das importações. Eventuais restituições também serão encontradas neste sistema.

Para isso, grandes bancos já estão integrando suas estruturas com a inovação da Secex. Os bancos Itaú, Citibank e Santander, por exemplo, já estão integrados com a solução.

Já o Banco do Brasil e Bradesco ainda estão em fase de aprovação e integração hoje.

Segurança do Comércio Exterior conta com auxílio da tecnologia blockchain

Para garantir a segurança e confiabilidade do novo sistema, a tecnologia blockchain auxilia o sistema inovador do Comércio Exterior do Brasil.

Criado pelo Serpro em conjunto com a Receita Federal, a tecnologia bConnect é a responsável pelo processo. A rede blockchain da bConnect é protegida por criptografia, registrando informações em múltiplos computadores.

De acordo com o Serpro, essa inovação garante a segurança das transações realizadas pelo Portal Único do Comércio Exterior.

“Essa é a base da tecnologia de blockchain do bConnect e é isso que possibilita a segurança, mantendo alto nível de confiabilidade, integridade e disponibilidade. Assim, o bConnect cumpre com a missão de garantir soberania e alto nível de segurança para continuidade dos negócios entre seus membros”, afirmou Paulo Ramos, Gerente de Negócios – Comércio Exterior do Serpro

Participam do consórcio do bConnect o Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai hoje.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Universidad Americana Imagem: Divulgação

Universidade privada do Paraguai vai aceitar pagamentos em Bitcoin e Ethereum

A Universidade Americana do Paraguai vai começar aceitar pagamentos em criptomoedas a partir de agosto, os alunos poderão pagar por cursos e graduação com...
Mulher usa ATM do Santander no Reino Unido

Santander testa ferramenta para rastrear criptomoedas

O Santander quer entender como os seus clientes usam as criptomoedas em simultâneo as contas correntes. Para isso, o banco testou uma ferramenta da...
john mcaffe

Suicídio de John McAfee em prisão na Espanha levanta suspeitas

John McAfee, fundador da empresa de tecnologia McAfee, foi encontrado morto na tarde de hoje (23) na cadeia espanhola de Brians 2, localizada em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias