Tecnologia da Cardano será usada em primeira robô enfermeira

Primeiro robô enfermeira já deve começar a trabalhar com blockchain.

Siga no
Primeira Robô Enfermeira deverá receber tecnologia Cardano
Primeira Robô Enfermeira deverá receber tecnologia Cardano/Reprodução

O ecossistema de inovações com blockchain parece sempre estar pronta para atender novas tecnologias emergentes. Um de seus casos de usos mais recentes é a implementação de registros em blockchain por robôs humanoides, que poderá ser realizada pela Cardano.

A indústria robótica está evoluindo em um ritmo acelerado e pode ser amplamente aplicado em vários campos, como o da medicina.

A união entre duas novas tecnologias pode ser sinônimo de prosperidade conforme melhoram a qualidade de vida dos humanos.

Assim como os robôs podem realizar tarefas perigosas para os seres humanos, os registros em blockchains podem ser usados tanto para acompanhamento quanto para estudos futuros, dando melhor transparência e segurança sobre os dados armazenados.

Robôs humanoides

Robôs humanoides possuem uma aparência semelhante a de humanos, permitindo assim que eles possam interagir com as mesmas ferramentas e ambientes que nós.

Hoje a empresa mais conhecida no setor é a Boston Dynamics. Ela é famosa pela mobilidade tanto de robôs que parecem cachorros quanto de robôs que parecem humanos. O vídeo abaixo mostra essa complexidade de seus movimentos.

Outros empreendedores como Elon Musk também estão de olho no setor. No final do mês passado, Musk anunciou a criação do Tesla Bot, que usará a mesma tecnologia de piloto automático dos carros da Tesla.

Robôs e blockchain

Estes robôs têm diversos casos de uso e, em especial, um deles está sendo amplamente testado devido à pandemia da Covid-19, o uso de robôs enfermeiros.

O primeiro desses robôs é a Grace, uma humanoide criada pelas empresas Awakening Health e SingularityNET. Seu propósito é ajudar no monitoramento e recuperação de pacientes, mantendo interações sociais já que o robô possui 48 músculos faciais.

Grace, a enfermeira humanoide. Fonte: Reprodução.

Dentre seus deveres está a função de registrar informações dos pacientes, como a temperatura dos mesmos que é aferida através de uma câmera no peito do robô.

É aqui que o uso da Cardano (ADA) entra, segundo Ben Goertzel, CEO da SingularityNET, visto que essa rede blockchain permite que os registros fiquem gravados sem interferir na privacidade de dados dos pacientes. Essa informação foi compartilhada pelo U.Today.

“Em aplicações como essa, o robô precisa lidar com registros médicos no back-end, e precisa lidar com informações potencialmente confidenciais que idosos e pacientes médicos podem dar a ela no back-end. Isso pode ser encontrado na segurança da plataforma Cardano.”

Também segundo Goertzel, a Cardano é superior ao Ethereum por conta de limitações na Solidity, linguagem de programação, bem como de outros aspectos como taxas de transações mais caras.

Essa poderá ser a primeira história de integração de blockchains com atividades de humanoides, mas o cenário tem um grande potencial.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.

Criptomoeda “promissora e fora do radar” desaparece com R$3 milhões dos investidores

Golpes envolvendo arrecadação de dinheiro e então um abandono do projeto são bem comuns, mas a CryptoEats foi além. A falsa empresa usou influenciadores...

FCA faz alerta para “jovens” que investem em criptomoedas

Segundo relatório publicado pela Autoridade de Conduta Financeira (FCA) do Reino Unido, a maior parte dos jovens faz investimentos arriscados por conta da competição...
Mulher animada com preço do Bitcoin em alta

Bitcoin volta aos 64 mil dólares e mercado espera novos recordes

O preço do Bitcoin segue rondando a alta histórica de preços em Dólar, após superar as cotações máximas em Euro. Isso aconteceu porque o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias