Tesla e Bitcoin têm a mesma estratégia de publicidade, diz bilionário Michael Saylor

Publicidade 0 e avaliação trilionária: o caminho do sucesso?

Símbolo do Bitcoin e Tesla
Símbolo do Bitcoin e Tesla

De acordo com um bilionário, o Bitcoin e a Tesla têm em comum a estratégia de publicidade, um caso curioso. Atualmente, o bitcoin é a moeda digital mais conhecida por investidores e a maior do mundo há 13 anos.

Mas o curioso sobre essa eventual relação entre Bitcoin e Tesla é que na primeira vista, muitos poderiam dizer que não similaridades. Contudo, um dos primeiros pontos em comum seria a necessidade do uso de energia para funcionar, visto que a Tesla produz carros elétricos e o Bitcoin precisa do recurso em sua mineração.

Vale lembrar que em 2021 a Tesla comprou bitcoin como reserva de valor, em um movimento inesperado e que chamou atenção mundial. Isso porque, detendo o título de montadora de veículos mais bem avaliada no mercado, a empresa desponta com grande potencial de revolucionar o setor automobilístico nos próximos anos.

Tesla não vendeu bitcoin

Na última quarta-feira (21), a Tesla divulgou seu relatório de desempenho para acionistas, referente ao primeiro trimestre de 2022.

Tratando o Bitcoin como “digital assets” em seu balanço patrimonial, a companhia informa que segue detendo US$ 1,26 bilhão nestes ativos, mesmo valor informado desde setembro de 2021.

Ou seja, no longo prazo, a companhia sob o comando de Elon Musk segue acreditando no potencial do bitcoin como moeda de reserva.

Com a Tesla segurando suas posses, ela segue como uma das principais companhias de capital aberto do mundo a deter bitcoin como reserva, atrás apenas da empresa de Michael Saylor, a MicroStrategy, que já detém cerca de 130 mil BTCs como reserva.

No primeiro trimestre de 2022, o lucro da Tesla também se destaca, ao alcançar a marca de US$ 3,2 bilhões. Com isso, as ações da companhia subiram na bolsa, com investidores acreditando que o momento é bom.

Sem publicidade: similaridades entre o Bitcoin e empresa de Elon Musk na visão de bilionário

Ao informar que sua empresa detém 1 trilhão de dólares em avaliação, Elon Musk disse que nunca gastou nada com publicidade. Essa fala veio após um investidor informar que a demanda da empresa cresceu após o Super Bowl, evento famoso nos EUA, mas que não contou com publicidade da grande montadora.

De qualquer forma, ao observar a fala de Musk, o bilionário Michael Saylor disse que o Bitcoin também nunca gastou nada com publicidade com uma avaliação de mercado trilionária. Vale o destaque que o bitcoin não tem uma empresa por trás, sendo uma tecnologia desenvolvida e difundida pela própria comunidade mundial.

De qualquer forma, essa seria a única relação entre a publicidade do bitcoin e da Tesla, maiores em seus setores, um de moeda digital e outro na produção de automóveis, ligados ainda pela admiração de Elon Musk. O homem mais rico do mundo já fez até outra de suas empresas comprar Bitcoin como reserva, no caso a SpaceX.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias