Thiago Finch diz que não é fã do Bitcoin: “Muito arriscado”

“Não tenho Bitcoin. Mas se eu pudesse voltar no tempo, eu comprava" afirmou, acrescentando que aqueles que consideram investir em criptomoedas: “sempre coloquem uma grana que sabem que podem perder.”

Reconhecido no Brasil como uma das personalidades mais influentes no mercado de marketing digital, Thiago Finch, também conhecido como ‘Nômade Milionário’, abriu o jogo sobre o que pensa a respeito do Bitcoin.

Finch é conhecido nas redes sociais como um milionário que ostenta uma vida de luxo que qualquer pessoa gostaria de ter, constantemente respondendo seus mais de 2.5 milhões de seguidores que pedem dicas de como ganhar dinheiro na internet.

O empresário também ganhou as manchetes no início deste ano, quando viralizou nas redes sociais após fazer drift com um Camaro Vermelho de madrugada no centro de Belo Horizonte (MG).

Além de compartilhar conselhos sobre investimentos, finanças e desenvolvimento pessoal, Finch também vende o curso “Nômade Milionário”, que promete ser uma espécie de passo a passo para obter altos lucros com negócios digitais.

O curso, diz a descrição, é focado principalmente em ensinar uma pessoa a criar e vender produtos na Internet.

“Não sou fã do Bitcoin”, diz Thiago Finch

Participando do podcast Inteligência LTDA, Thiago Finch falou sobre vários assuntos, desde sua infância, seu amor por coleções de carros e até investimentos. Foi aí que ele revelou seu ponto de vista sobre o Bitcoin.

Começando com um tom conciliatório, Finch disse: “Desculpa aí ao pessoal do Bitcoin, desculpa aí pessoal de carteira eletrônica esse tipo de coisa, mas cara, eu não sou fã. […] quando eu vejo uma moeda valer X reais em um dia e no dia seguinte tem uma queda da metade do seu valor, eu posso estudar isso, mas nunca vou tratar isso como meu negócio principal.”

“Sei que muita gente acredita que isso pode ser a nova grande próxima mega hiper motherf*cker tendência do século 22,…. F*dA-s*EE.”

Finch argumentou que conhece pessoas que ficaram milionárias com Bitcoin, mas tiveram que estudar de 12 a 14 horas por dia, o que ele considera inviável.

“Eu não vou estudar 12 horas por dia por uma coisa que pode levar metade da minha grana da noite pro dia, sinto muito, mas não vou.”

O milionário, no entanto, reconheceu a oportunidade perdida, afirmando que se pudesse voltar no tempo, compraria Bitcoin:

“Não tenho Bitcoin. Mas se eu pudesse voltar no tempo, eu comprava” afirmou, acrescentando que aqueles que consideram investir em criptomoedas: “sempre coloquem uma grana que sabem que podem perder.”

“Eu não gosto de investimentos que tem esse nível de variação, cara, sinto muito, foi mal. Depois falam que o que eu faço é arriscado. Tem gente que fica investindo em Bitcoin, tem que tomar muito cuidado porque minha recomendação para você que entra em mercados de alto risco como esse. E tem risco, sim, não adianta falar que não tem, mesmo que você acabe estudando muito a depender da sua grana, sempre coloque uma grana que você sabe que possa perder, beleza? … Essa é a recomendação que eu te dou para moedas virtuais.”

“Meu computador minera bitcoin”

Por fim, demonstrando conhecimento limitado sobre a moeda digital, em determinado momento do vídeo ele sugere que teria um computador com uma placa de vídeo super potente que conseguiria minerar Bitcoin.

“Bitcoin para mim que é uma maravilha nesse computador”, disse ele, sugerindo que seu computador seria bom para minerar bitcoin. “Deitado ainda, deitado fica show”.

Nos dias atuais, no entanto, dada a evolução e capacidade dos equipamentos de mineração ASICs (Circuitos Integrados de Aplicação Específica), somado ao hashrate e dificuldade de mineração do Bitcoin, seria inviável minerar bitcoin com qualquer placa de vídeo.

Computador Thiago Finch (Imagem: Reprodução)
Computador Thiago Finch (Imagem: Reprodução)

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias