Tribunal de Justiça do Pará hackeado com mensagem: “hacking culposo”

O hacker D3coder contou ao Livecoins que o grupo é formado por estudantes que invadem sites do governo por "pura diversão".

Siga no
TJPA NDA
TJPA NDA

A ofensiva dos grupos hackers contra o sistema de justiça brasileiro continua e não há qualquer sinal de que eles vão dar trégua. Dessa vez, o Tribunal de Justiça do Pará foi invadido pelo grupo hacker NDA.

O NDA (Noias do Amazonas) é um grupo hacker brasileiro que também está envolvido em casos recentes, como o hack da CNJ, dataSUS e TJMSP.

Os hackers deixaram uma mensagem no site do Tribunal de Justiça do Pará fazendo menção ao caso de Mariana Ferrer.

“Hacking culposo, hackeando sem a intenção de hackear kkkkk (sic)”

Além da mensagem sobre o polêmico caso da jovem, uma informação foi deixada para o administrador de sistema do TJPA. O hacker diz que o administrador poderia ficar tranquilo porque nenhum ransomware foi instalado no sistema.

Ransomware é um tipo de vírus que criptografa arquivos do computador e na maioria das vezes é pedido um resgate para liberação.

“Salve admin, fica tranquilo que nao vamos tacar ramsoware não! hahaha(sic)”

Pagina no TJPA com mensagem de hackers. (https://apps.tjpa.jus.br/libra/nda.html)
Pagina no TJPA com mensagem de hackers. (https://apps.tjpa.jus.br/libra/nda.html)

O ataque foi feito por meio de ferramentas automatizadas que encontram vulnerabilidades em sistemas, o mesmo tipo de ataque realizado no DATASUS e CNJ. Algumas distribuições Linux possuem um arsenal de ferramentas para encontrar essas vulnerabilidades, o Kali Linux e o Parrot Security são alguns exemplos.

Portanto, pode ser que os sistemas dos tribunais estejam desatualizados e assim, com falhas antigas que estão sendo exploradas.

Ataque é coordenado

Em conversa com o Livecoins o hacker contou que o ataque é coordenado e tem relação com outros hacks acontecendo no Brasil. Pelo menos 10 órgãos governamentais estão sendo atacados, o grupo hacker NDA é responsável por 4 deles (por enquanto).

Órgão Governamental Grupo hacker responsável
STJ
MS
DATASUS (NDA / CyberTeam / theMx0nday)
CFC
CNJ (NDA / CyberTeam/ theMx0nday)
GDF
SISEN
UNB
TJMSP (NDA / CyberTeam / theMx0nday)
TJPE (NDA / CyberTeam / theMx0nday)

 

“Atacamos site do governo por pura diversão”

Perguntado sobre a motivação dos ataques, o hacker D3coder nos contou que é por diversão. De acordo com ele, o grupo é formado por estudantes que invadem sites do governo por “pura diversão”.

“somos um grupo de estudantes que invade sites do governo por pura diversão”

Ataque não tem relação com STJ

Perguntado se esses ataques recentes possuem alguma relação com o STJ, o hacker afirmou que não. Segundo contou, o ataque do STJ foi realizado por um hacker sozinho.

“STJ até onde eu sei foi um cara sozinho, um cara solitário”

No momento da redação deste artigo o site ainda estava hackeado. O Tribunal foi procurado para comentar mas até o fechamento não recebemos uma nota, a matéria será atualizada

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Bitcoin pegando fogo e bandeira da China

Maior pool de mineração de Bitcoin bane chineses

Nesta segunda, a maior pool de mineração de Bitcoin baniu os mineradores chineses, mostrando que a comunidade deverá acatar a determinação do governo chinês. Na...

“Bitcoin é perigoso e não pode ser reserva de valor”, diz analista do Deutsche...

Uma analista do Deutsche Bank, chamada Marion Labor, falou sobre os perigos do uso das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, como uma moeda legal. As...
Cadeado destravado e Bitcoin em caso de baixa segurança dos dados corretoras

ABCripto alerta sobre transações da Gas Consultoria e “Faraó dos bitcoins”

Fruto da colaboração de várias empresas do mercado de criptomoedas brasileiras, a ABCripto emitiu um alerta para as transações feitas pela Gas Consultoria e...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias