Tron fechou parceria com a Tether (USDT), notícia grande no mercado cripto

Parceria de peso!

Siga no

Quem acessar o market cap das criptomoedas e olhar para o TOP 10 das maiores do mercado com certeza irá vez duas criptomoedas: Tether e Tron.

A Tether (USDT) é a maior stablecoin em volume de transações diárias e valor de mercado, sendo apesar de todas as críticas, sempre presente nas primeiras posições do mercado.

Já a Tron (TRX) ocupa a posição 10, com uma blockchain própria nova e que vem prometendo ser um dos grandes players no cenário de dApps.

No último dia 04 de fevereiro, a Tether afirmou através de seu blog oficial que terá agora um novo token USDT no padrão TRC20, token nativo da blockchain da Tron.

Isso vai dar aos usuários da rede Tron a possibilidade de converter de maneira fácil TRX para a moeda digital atrelada ao dólar.

O diretor-executivo da Tether, Jean-Louis der Velde disse que “Temos o prazer de anunciar essa colaboração com a Fundação Tron. Essa integração reforça nosso compromisso de promover a inovação no espaço da criptomoeda enquanto continuamos a antecipar as necessidades e demandas da comunidade de ativos digitais”.

Usuários de criptomoedas ainda não entenderam o impacto

Muitos usuários da rede Tron correram ao Reddit para comentar o caso, muitos ainda sem entender bem o que a parceria pode significar para o longo prazo, principalmente pelo fato que apenas o anúncio não trouxe uma valorização da Tron muito alta de preços.

A Tether tem seu valor atrelado ao Dólar (stablecoin = moeda estável), logo não se esperava nenhuma valorização nesta de preços.

Mas essa parceria tem um aspecto importante ao aumentar a base de usuários de ambas as redes, principalmente ao proporcionar a troca direta entre as moedas.

Além disso, pode permitir que os usuários utilizem mais esse par de negociação, podendo diminuir o impacto dos demais pares de trade nas exchanges, como Bitcoin, por exemplo.

Por fim, com a ideia de crescer as Exchanges Descentralizadas na rede Tron, o suporte a um token baseado em moeda fiat pode aumentar a liquidez das operações chamadas de DEX.

A parceria agora visa fornecer às duas empresas o impulso necessário para continuarem relevantes em um mercado repleto de mais e mais concorrentes.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Departamento do Tesouro dos EUA quer ferramenta para rastrear Bitcoin

A agência dos Estados Unidos responsável pela implementação de sanções contra empresas, parte do Departamento do Tesouro, quer uma ferramenta capaz de rastrear o...
Polícia investiga negócio de criptomoedas no ES

Corretora cripto é alvo de operação policial por fraude bilionária

A polícia da Coreia do Sul realizou uma operação em diversos escritórios de uma corretora de criptomoedas após a empresa ter sido acusada de ser...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Banco Central dos EUA elogia Ethereum e inovação com DeFi

O Banco Central dos Estados Unidos de St. Louis publicou um artigo elogiando as inovações da plataforma Ethereum. Ao criar aplicações bancárias com tokens,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias