Ultrapar é alvo de ataque hacker, ações caem e falta combustível em algumas cidades

Empresa ainda não se pronunciou formalmente sobre qual a forma do ataque, mas segue operando em regime de contingência.

Siga no
Posto Ipiranga ataque hacker Ultrapar
Posto de gasolina. Foto: Roque de Sá/Agência Senado

A empresa brasileira Ultrapar (UGPA3) foi alvo de um ataque hacker na última semana. Com o caso, as ações na bolsa caíram e até faltou combustível em postos de algumas cidades.

De acordo com alguns analistas, o ataque até poderia ter sido causado por ransomwares. Esses ataques normalmente pedem criptomoedas como resgate para vítimas. Apesar das desconfianças, nenhum hacker da deepweb se pronunciou se há arquivos vazados da empresa, de acordo com o CISO Advisor.

A indefinição do problema ligou um alerta no setor de postos de combustível e até empresas de gás. Na região metropolitana de Florianópolis, por exemplo, alguns postos da bandeira Ipiranga ficaram sem combustível.

As ações na bolsa brasileira refletiram o momento, despencando 9% na última semana.

Ultrapar é alvo de ataque hacker que prejudica ações na bolsa e distribuição de combustível

A empresa Ultrapar é conhecida no Brasil por administrar marcas como Posto Ipiranga, Ultragaz, Ultracargo, Oxicargo e Extrafarma. Na última semana, entretanto, a empresa foi alvo de um ataque hacker no Brasil.

Pelo menos 100 pontos de combustíveis ficaram sem abastecimento, prejudicando as vendas no posto Ipiranga de Florianópolis.

Com a falha nos sistemas da Ultrapar, as ações UPGA3, listadas na B3, caíram 4,14%. (Matéria corrigida em 19/01/2021: A queda considera apenas o fechamento das negociações do dia 12 ao dia 15 de janeiro de 2021 na B3, que foi de R$ 23,65 para R$ 22,67. As ações da empresa não caíram então 9,21% conforme anunciado previamente pelo Livecoins, que corrigiu a informação após nota da empresa).

Ainda não se sabe qual foi o ataque conduzido contra a empresa, que procurada pelo Livecoins, não retornou o contato até o fechamento desta matéria.

De qualquer forma, em nota, a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis) garantiu a normalização da distribuição aos postos na última quarta-feira (13) estava garantida.

“A Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis) informa que recebeu informações da distribuidora Ipiranga, que estará restabelecendo o seu sistema de informática, que passou por um grave problema ontem (12/01). Os pedidos e faturamento da revenda embandeirada estão sendo retomados com lentidão. A normalização do sistema ocorrerá hoje (13/01) ao longo do dia.”, afirmou em nota a federação.

Nota pública da empresa sobre ataque hacker

Em nota pública, a Ultrapar afirmou, no dia 12 de janeiro, que está comprometida para resolver o problema. Após a nota do último dia 12, a empresa ainda não atualizou as informações públicas.

“São Paulo, 12 de janeiro de 2021 – A Ultrapar Participações S.A. (B3: UGPA3 / NYSE: UGP,
“Companhia” ou “Ultrapar”) em cumprimento ao artigo 12 da Instrução CVM n.º 358/02, informa que, em 11 de janeiro, sofreu um ataque cibernético em seu ambiente de tecnologia da informação e preventivamente interrompeu alguns sistemas, afetando parcialmente as operações de suas subsidiárias. A Companhia prontamente acionou seus protocolos de controle e segurança para bloquear o ataque e minimizar eventuais impactos e está operando em regime de contingência.

A Ultrapar está avaliando a extensão desse incidente e atuando para mitigar seus efeitos, empreendendo todos os esforços para normalizar suas operações, e manterá o mercado informado de qualquer informação relevante relacionada a este evento.”, afirmou a Ultrapar

Nota da Ultrapar ao Livecoins sobre caso

Em contato com o Livecoins no dia 18 de janeiro de 2021, a Ultrapar retornou o contato e explicou que ainda apura o incidente.

“A Ultrapar Participações S.A. (B3: UGPA3 / NYSE: UGP, “Companhia” ou “Ultrapar”) em cumprimento ao artigo 12 da Instrução CVM nº 358/02, informa que, em 11 de janeiro, sofreu um ataque cibernético em seu ambiente de tecnologia da informação e preventivamente interrompeu alguns sistemas, afetando parcialmente as operações de suas subsidiárias.

A Companhia prontamente acionou seus protocolos de controle e segurança para bloquear o ataque e minimizar eventuais impactos e está operando em regime de contingência. A Ultrapar está avaliando a extensão desse incidente e atuando para mitigar seus efeitos, empreendendo todos os esforços para normalizar suas operações, e manterá o mercado informado de qualquer informação relevante relacionada a este evento.”, declarou a Ultrapar

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Departamento do Tesouro dos EUA quer ferramenta para rastrear Bitcoin

A agência dos Estados Unidos responsável pela implementação de sanções contra empresas, parte do Departamento do Tesouro, quer uma ferramenta capaz de rastrear o...
Polícia investiga negócio de criptomoedas no ES

Corretora cripto é alvo de operação policial por fraude bilionária

A polícia da Coreia do Sul realizou uma operação em diversos escritórios de uma corretora de criptomoedas após a empresa ter sido acusada de ser...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Banco Central dos EUA elogia Ethereum e inovação com DeFi

O Banco Central dos Estados Unidos de St. Louis publicou um artigo elogiando as inovações da plataforma Ethereum. Ao criar aplicações bancárias com tokens,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias