Usou dinheiro da pensão para investir em bitcoin e pode perder guarda dos filhos

Mulher é acusada também de ter abandonados os filhos

Siga no
O que é Bitcoin?
Imagem: pixabay.com

Uma disputa pela guarda dos filhos teve o bitcoin como elementos da disputa. Segundo o autor do processo, que pede a guarda de 3 filhos, a mulher teria utilizado dinheiro da pensão para investir em Bitcoin e em “outras pirâmides”, deixando os filhos passando por dificuldades.

O casal decidiu dar um ponto final na relação que durou 6 anos em 2017, o acordo foi que a mulher ficasse com os 3 filhos, e o homem então adiantou um valor de R$ 30 mil para pagar todas as despesas do ano.

Ele ficou responsável também pelo pagamento de custos relacionados a educação dos filhos. Por fim, a ex-esposa alugou um apartamento e teve o ex marido como fiador.

Mulher usou dinheiro da pensão para investir em Bitcoin e “em”outras piramides”

De acordo com autos do processo, aconselhada pelo cunhado, a mulher utilizou os R$ 30 mil para investir em bitcoin e em “outras pirâmides”.

Dessa forma, de acordo com o pai, as crianças passaram por “privações nunca antes suportadas”, como falta de internet, TV a cabo, crédito no celular, comida na geladeira etc.

“Todo dinheiro provisionado pelo pai à mãe das menores (R$ 30 mil reais), foi usado para investimentos na moeda “bitcoin” e outras pirâmides através do cunhado da Ré, e as crianças estavam sem internet, sem TV a cabo, sem crédito no celular, sem comida na geladeira, enfim, passando privações nunca antes suportadas, visto que sua genitora utilizou o dinheiro de alimentos para finalidade diversa;”

Mulher abandonou filhos

De acordo com o pai, a mãe abandonou os filhos, deixando-os sozinhos em casa, dessa forma, a mulher é acusada de abandono.

O pai afirma que a mulher mal dorme em casa, deixando as crianças sozinhas, e proibidas de dizer isso ao pai, sobe a ameaça de nunca mais poder ver a “mamãe”.

O pai ainda diz que as crianças foram proibidas de vê-lo, e de ver seus avós maternos.

“para manter segredo do “abandono afetivo” a que estava submetendo suas filhas, a Ré proibiu que seus próprios pais (avós maternos) pudessem ver ou falar com as crianças; que se tornou praxe o fato da Ré deixar a porta do apartamento destrancada, para que as crianças pudessem entrar sem ter a companhia de um adulto; que o Autor vem a este MM. Juízo clamar pela formalização da guarda imediata de suas filhas”

Investir em Bitcoin não é crime

Esta é a primeira vez que o bitcoin é citado em um processo relacionado a guarda de filhos.

Como é sabido, investir em bitcoin não é crime no Brasil, existem elementos mais críticos no processo que podem de fato fazer a mulher perder a guarda dos filhos.

O suposto abandono, por exemplo, se for provado, pode dar causa ganha ao pai. Mas o investimento em Bitcoin em si não.

E, apenas um lembrete, bitcoin não é pirâmide.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Ethereum RIP

Usuários de Ethereum pagaram R$ 5,5 bilhões em taxas nos últimos 30 dias

Segundo estatísticas apresentadas pelo Token Terminal, os usuários de Ethereum pagaram cerca de 1 bilhão de dólares em taxas nos últimos trinta dias. O...
Bitcoin Bolha. (Imagem: Shutter Stock)

Por que os investidores que previram a crise de 2008 dizem que Bitcoin é...

John Paulson é um famoso investidor e conhecido por ter feito a "melhor negociação do mundo" quando, em 2007, ele ganhou US$ 4 bilhões ao...
Alex Saunders

Influenciador é obrigado devolver R$ 2 milhões em criptomoedas para seguidor que caiu em...

O sucesso das criptomoedas fez com que um grande número de influenciadores surgisse, mesmo que eles tenham pouco conhecimento sobre mercado financeiro. Este foi...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias