Venezuela bate novo recorde no volume de negociações de Bitcoin

Siga no
Stack of Bitcoin coins on Venezuelian flag. Situation of Bitcoin and other cryptocurrencies in Venezuela concept. 3D Rendering

As últimas estatísticas do site Coin Dance sobre o volume de negociações de bitcoins na Venezuela indicam que os venezuelanos atingiram um novo recorde no país.

Na última semana os usuários trocaram 14 bilhões de bolívares soberanos (VES) por bitcoin, na semana anterior havia sido 77 bilhões. VES é o código ISO da moeda atual da Venezuela.

Hiperinflação na Venezuela

O aumento maciço no volume de negociação de bitcoin está ligado à hiperinflação, que continua a devastar a economia da Venezuela, dificultando o acesso às coisas básicas. Segundo a CNBC, a hiperinflação da Venezuela está atualmente em 10.000.000% (dez milhões por cento).

Desde que o presidente Maduro assumiu o cargo em 2013, a economia começou a entrar em colapso devido à má administração de fundos, corrupção acompanhada por altos níveis de dívida.

O Bitcoin parece ser a única opção para aliviar os efeitos da hiperinflação.

Bitcoin – Uma alternativa segura

A hiperinflação da Venezuela viu o aumento da adoção do bitcoin como uma alternativa não corrompível ao VES já comprometido, que perdeu 99,99% de seu valor desde 2011. Enquanto o bitcoin em si é volátil (negociado agora a US $ 9.800 por moeda, ante US $ 20.000 em 2017) ainda possui muito valor comparado ao bolívar.

Prevê-se que os venezuelanos prefiram o bitcoin ao dólar, que se tornou escasso e atrai a atenção do governo e dos criminosos.

A adoção em massa de bitcoin na Venezuela levou ao aumento da instalação de caixas eletrônicos de criptomoeda em bancos no Panamá.

Juan Guaido, o auto-proclamado presidente interino, pede ativamente o uso de bitcoin desde 2014. Além disso, entidades não estatais estão tentando espalhar o uso e a conscientização do bitcoin entre os cidadãos da Venezuela afetados pela hiperinflação. Esta é a principal razão para o aumento do volume de negociação de BTC.

Bitcoin vs Petro

O governo venezuelano criou sua própria moeda digital, a Petro (apoiada pela ‘reserva de petróleo do país) para combater a hiperinflação. O governo liderado pelo presidente em exercício Nicolas Maduro está pressionando pela crescente adoção da criptomoeda emitida pelo estado.

A Petro já esteve sob polêmica com alegações de falta de transparência atribuídas às blockchain e às políticas contra o bitcoin. Os EUA já sancionaram a Petro alegando que duvidam de sua soberania financeira desde o seu lançamento no terceiro trimestre de 2018.

Um sistema de remessas para a Petro foi lançado na semana passada para estimular sua adoção e uso. No entanto, em seu lançamento em 2018, houve poucas evidências de qualquer adaptação da Petro na Venezuela. Tal como está, parece que o bitcoin continuará a dominar como o meio preferido de transações do país.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Bitcoin pegando fogo e bandeira da China

Maior pool de mineração de Bitcoin bane chineses

Nesta segunda, a maior pool de mineração de Bitcoin baniu os mineradores chineses, mostrando que a comunidade deverá acatar a determinação do governo chinês. Na...

“Bitcoin é perigoso e não pode ser reserva de valor”, diz analista do Deutsche...

Uma analista do Deutsche Bank, chamada Marion Labor, falou sobre os perigos do uso das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, como uma moeda legal. As...
Cadeado destravado e Bitcoin em caso de baixa segurança dos dados corretoras

ABCripto alerta sobre transações da Gas Consultoria e “Faraó dos bitcoins”

Fruto da colaboração de várias empresas do mercado de criptomoedas brasileiras, a ABCripto emitiu um alerta para as transações feitas pela Gas Consultoria e...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias