Vídeo: Polícia passa com trator em cima de mil máquinas de minerar Bitcoin

Ação foi feita após enorme apreensão de equipamentos no último mês de abril.

Siga no
Trator esmaga mil máquinas de minerar Bitcoin
Trator esmaga mil máquinas de minerar Bitcoin na Malásia/ dayakdaily

A polícia da Malásia utilizou um trator para esmagar e destruir mais de mil máquinas de minerar Bitcoin, apreendidas em operação. O caso aconteceu na cidade costeira de Miri, próximo da fronteira com Brunei.

O caso teria começado em fevereiro e durado até abril, com os agentes policiais cumprindo uma série de mandados de busca e apreensão, além de prisões contra integrantes de um esquema acusado de ser ilegal.

Oito pessoas já foram presas, afirmou um representante da polícia local, acusadas de roubar energia para minerar Bitcoin.

O caso na Malásia acontece em meio a uma forte repressão na China contra mineradores de Bitcoin. No Irã, a atividade também está suspensa devido a quedas de energia, sendo que o governo culpou a mineração pelo problema.

Trator destrói mais de mil máquinas de minerar Bitcoin na Malásia, valiam R$ 6,5 milhões

O governo da Malásia é mais um país da Ásia a reprimir com força a mineração de Bitcoin em seu território. Desde fevereiro, várias ações já foram realizadas no país, resultando na prisão de oito pessoas, afirmou um responsável da polícia local ao TheStar, nesta sexta.

Com as operações então, várias máquinas de Bitcoin acabaram sendo apreendidas pela polícia, totalizando 1.069 equipamentos. Seu valor de mercado estimado pelas autoridades locais era de 5,3 Ringgit malaio, que na conversão para o Real brasileiro daria R$ 6,5 milhões hoje.

Apesar da possibilidade de utilizar os equipamentos, ou até vendê-los em um leilão, ficou definido que estes deveriam ser destruídos, resultando em uma operação nada convencional, divulgada nesta sexta.

Isso porque, para destruir as máquinas de mineração de Bitcoin, foi utilizado um trator, do tipo rolo compressor, que atropelou sem dó os maquinários milionários.

A polícia acusa a mineração de Bitcoin clandestina pelas seguidas quedas de energia na região. Além disso, algumas casas teriam sido afetadas pela atividade, alegou o chefe da polícia de Miri, ACP Hakemal Hawari.

“O roubo de eletricidade para atividades de mineração de bitcoin causou frequentes interrupções de energia e em 2021, três casas foram destruídas devido a conexões ilegais de fornecimento de eletricidade.”

Os presos ficarão oito meses detidos e terão de pagar uma multa equivalente a R$ 9.680,00 para a justiça.

O rombo dos mineradores no sistema de energia, segundo autoridades locais, foi de cerca de R$ 10 milhões, e não há até o momento informações públicas que levam a entender que a polícia apreendeu alguma criptomoeda do grupo.

Veja no vídeo abaixo o momento da destruição das máquinas de Bitcoin com um trator.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Ethereum enfrentando o Bitcoin

Ethereum vai deixar Bitcoin “no chinelo” após atualização?

A rivalidade entre as comunidades do Ethereum e do Bitcoin voltaram a ganhar força nos últimos dias, com uma atualização do Ethereum sustentando rumores...

Estudo revela que 40% dos investidores em bitcoin esquecem suas senhas

Uma das partes mais importantes na hora de manter criptomoedas com segurança é guardar as senhas em um lugar seguro, no entanto, é ainda...
Carvão pintado de ouro. Imagem: ShutterStock

Banco Central, onde está nosso ouro?

2021 tornou-se um ano de compra de ouro por Bancos Centrais ao redor do mundo, porém, desta vez, o movimento não é liderado por...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias