1 de cada 5 fundos de Hedge lançados em 2018 são de criptomoedas

Modalidade de investimentos em alta!

Siga no

Não é novidade para ninguém que os preços das criptomoedas em 2018 despencaram, apesar de nesta segunda 15/10/2018 o mercado ter dado uma reagida. Mesmo com as quedas, 1 de cada 5 fundos de Hedge lançados em 2018 são de criptomoedas.

O mercado das criptomoedas em geral perdeu cerca de U$ 600 Bilhões, e apesar de uma desaceleração nos lançamentos tradicionais de fundos de hedge, ainda sim 20% dos fundos de hedge são relacionados a criptomoedas, mostrando que o potencial do mercado está cada vez mais conhecido e que investidores estão interessados na modalidade.

“No meio do declínio de 2018 nos lançamentos tradicionais de fundos hedge, os fundos de hedge criptos são uma notável aberração. Os preços das criptomoedas estão em baixa durante a maior parte do ano e a incerteza regulatória persiste em grande parte do mundo ”, disse Joshua Gnaizda, fundador da Crypto Fund Research. “No entanto, essas condições de mercado aparentemente desfavoráveis não impediram que os administradores lançassem novos fundos de hedge ligados a criptomoedas a um ritmo recorde. Embora não acreditemos que a taxa de novos lançamentos seja sustentável a longo prazo, atualmente há poucos sinais de uma desaceleração significativa”.

De acordo com a Crypto Fund Research, existem atualmente 303 fundos de hedge ligados a criptomoedas. Os fundos focados em criptos representam apenas 3% dos mais de 9.000 fundos de hedge atualmente em operação.

Fonte: Crypto Fund Research

Os ativos de fundos de hedge cripto, com menos de U$ 4 bilhões, mostra que ainda são poucos. A indústria global de fundos hedge tradicionais, por comparação, administra mais de U$ 3 trilhões.

A maior parte dos fundos de hedge ligados a criptomoedas lançados em 2018 estão nos EUA, mas houve forte crescimento no mundo todo. Outros países que também tiveram lançamentos de investimentos nessa modalidade são Austrália, Malta, China, Suíça, Holanda e Reino Unido.

No Brasil são chamados também de Fundos de Cobertura, ou Fundos Multimercado ou Fundo de Investimento Livre, que indicam formas de investimentos alternativas, que possuem graus de risco elevados ou não de acordo com cada fundo, e tendem a ser mais arrojados que fundos tradicionais de mercado.

No país o órgão responsável pela fiscalização de investimentos no país, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários), autorizou o investimento em fundos estrangeiros recentemente.

Fonte: Crypto Fund Research

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Departamento do Tesouro dos EUA quer ferramenta para rastrear Bitcoin

A agência dos Estados Unidos responsável pela implementação de sanções contra empresas, parte do Departamento do Tesouro, quer uma ferramenta capaz de rastrear o...
Polícia investiga negócio de criptomoedas no ES

Corretora cripto é alvo de operação policial por fraude bilionária

A polícia da Coreia do Sul realizou uma operação em diversos escritórios de uma corretora de criptomoedas após a empresa ter sido acusada de ser...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Banco Central dos EUA elogia Ethereum e inovação com DeFi

O Banco Central dos Estados Unidos de St. Louis publicou um artigo elogiando as inovações da plataforma Ethereum. Ao criar aplicações bancárias com tokens,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias