12 golpistas de Bitcoin extraditados para os EUA por venderem carros falsos na internet

Siga no
Imagem: Pixabay

Uma investigação conjunta entre autoridades americanas e estrangeiras prendeu suspeitos de um cartel internacional que praticava crimes envolvendo Bitcoin.

O Departamento de Justiça dos EUA (DOJ) anunciou na semana passada que prendeu 20 pessoas, incluindo 16 estrangeiros por fazerem parte de um cartel internacional de crime organizado que fez cidadãos americanos serem enganados em milhões de dólares.

“Os réus orquestraram um esquema altamente organizado e sofisticado para roubar dinheiro de vítimas nos Estados Unidos e depois lavar seus fundos usando criptomoedas”, disse o procurador-geral adjunto Benczkowski na declaração do DOJ.

De acordo com o comunicado, o cartel criminoso defraudou americanos ao listar produtos – geralmente carros – em sites de leilão como o eBay e o Craigslist, mas os itens não existiam de verdade.

Para que o golpe parecesse mais crível, os golpistas tiveram ajuda de pessoas que moravam nos EUA. Depois que as vítimas eram convencidas a pagar para os golpistas residentes nos Estados Unidos, o dinheiro era convertido em criptomoedas e então enviado para outros golpistas na Romênia.

Para enganar suas infelizes vítimas, os golpistas muitas vezes fingiam ser militares americanos que precisavam vender o item rapidamente por um preço mais baixo que o comum.

“A prisão desses golpistas vem de uma investigação de vários anos iniciada em Kentucky, liderada pelo Serviço Secreto dos EUA, em cooperação com vários parceiros locais, estaduais, federais e internacionais”, disse o procurador dos EUA Duncan na declaração do DOJ.

Das pessoas não americanas acusadas, 12 foram extraditadas para os EUA e estão aguardando julgamentos que estão programados para ocorrer ainda este ano.

É claro que as criptomoedas não foram criadas para lavagem de dinheiro, mas elas certamente criaram uma opção rápida e fácil para os fraudadores. Uma opção que permite que os golpistas enviem dinheiro ‘sujo’ para todo o mundo, muito mais rápido do que os métodos tradicionais de lavagem permitiriam.

Como disse o diretor do Serviço Secreto Randolph “Tex” Alles, “o anúncio de hoje demonstra o sucesso dos esforços colaborativos de nossa rede mundial de parceiros de segurança pública”.

“Esta é uma vitória compartilhada para a aplicação da lei em todo o mundo. Eu gostaria de agradecer a mais de uma dúzia de agências de segurança em todo o mundo que nos ajudaram a investigar este caso, cada uma delas desempenhando um papel vital em seu sucesso ”, acrescentaram.

Talvez este seja um sinal das coisas por vir. Em um mundo de tecnologias descentralizadas, será cada vez mais fácil para os criminosos executarem golpes internacionais. Para as autoridades pegar esses criminosos, certamente terão que continuar trabalhando juntos (centralizados).

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
ViaTNW
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Investidores confundem “bitcoin gold” com BTG Pactual e moeda dispara 200%

O valor da criptomoeda bitcoin gold (BTG), que surgiu em 2017 como uma cópia do Bitcoin, valorizou 200% nos último 7 dias. O motivo...

XRP sobe 200% em 30 dias e alcança maior valor de 3 anos

A criptomoeda XRP, emitida pela Ripple, continua sua tendência de alta neste final de semana. A moeda digital valorizou 136% nos últimos 7 dias...

Ethereum será atualizado em 14 de abril, Bitcoin vai comer poeira?

Está previsto para a próxima quarta-feira (14 de abril) a mais nova atualização da plataforma Ethereum. Chamada de Berlin, o update da rede foi...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias