1,3 bilhão de pessoas estarão expostas ao Bitcoin legalmente

Índia libera o trade de criptomoedas!

Siga no
bitcoin iphone
bitcoin iphone

O Bitcoin é a principal moeda digital do mundo, estando legalmente autorizado a ser trocado por bilhões de pessoas agora. A novidade é que a Índia passou um projeto de lei no país, liberando as criptomoedas.

A Índia é de fato a segunda maior população do mundo atualmente. Contudo, estimativas apontam que nos próximos anos, a população indiana possa ultrapassar a chinesa.

A importância da Índia para o mercado de Bitcoin é alto, uma vez que o país via as criptomoedas de forma negativa desde 2018. Expor a população indiana para o Bitcoin é um sonho, que se tornou realidade para os fãs da moeda digital de acordo com uma nova decisão que veio do país.

Mais que 1,3 bilhões de pessoas poderão, legalmente, realizar trade de Bitcoin

Se a China é a maior população do mundo, a Índia poderá desbancar essa posição em breve. De acordo com informações da população mundial, a diferença entre os países é pequena.

Países com maior população global
Países com maior população global – Reprodução/Wikipedia

A diferença entre os gigantes populacionais agora se dá em um novo ponto, que envolve economia digital. Enquanto a China não permite que a população realize compra e venda de criptomoedas, a Índia mudou o cenário.

A decisão partiu do Supremo Tribunal da Índia, que derrubou na última quarta (4) uma circular do Banco Central do país. A circular de 6 de abril de 2018 foi considerada ilegal pelo STÍ.

De acordo com o Crypto Kanoon, um perfil no Twitter que compartilha notícias indianas sobre criptomoedas, as novidades são boas para os fãs do Bitcoin. Serão bilhões de pessoas autorizadas a realizar trades com Bitcoin, uma medida que expõe a moeda a uma imensa população desbancarizada, inclusive.

Isso porque, segundo um levantamento da Forbes Brasil em 2018, a Índia é a segunda maior população do mundo com problemas de acesso aos bancos. Ou seja, as criptomoedas poderão ganhar pelo menos mais 200 milhões de adeptos, considerando apenas os desbancarizados. Essa é praticamente a população brasileira, comparando os dados sobre quantidade de pessoas entre Brasil e Índia.

Advogados que lutaram por liberação do Bitcoin foram considerados heróis

A equipe que lutou bravamente junto ao Supremo Tribunal da Índia para liberação do Bitcoin para bilhões de pessoas foram considerados “heróis”. Isso porque, o país vê com maus olhos as criptomoedas, com o passado recente impondo duras derrotas aos traders de Bitcoin.

Entretanto, em uma postagem no Reddit, a equipe que lutou pelo Bitcoin recebeu elogios da comunidade.

Super-heróis em suas capas. Aqueles que travaram a batalha de criptomoedas por 1,3 bilhão de pessoas. Por causa deles, o bitcoin agora é legal para negociar na Índia.

Equipe que tornou Bitcoin legal na Índia
Equipe que tornou Bitcoin legal na Índia – Reprodução/Reddit

A queda da circular do Banco Central da Índia caiu pelo princípio da proporcionalidade. Este princípio “tem o objetivo de coibir excessos desarrazoados, por meio da aferição da compatibilidade entre os meios e os fins da atuação administrativa, para evitar restrições desnecessárias ou abusivas“. Ou seja, o Supremo Tribunal declarou que o Banco Central da Índia foi exagerado em proibir o Bitcoin em 2018.

Nos últimos dias a Alemanha também criou uma regulamentação para as criptomoedas. Na Europa, há uma pressão por regulamentação das moedas digitais, desde o anúncio da Libra do Facebook.

Com vários países mostrando bons sinais para o Bitcoin, o preço da moeda voltou a subir nas últimas 24 horas. No período, o preço do BTC subiu mais que 3%, sendo novamente cotado acima de U$ 9 mil (R$ 41 mil).

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Universidad Americana Imagem: Divulgação

Universidade privada do Paraguai vai aceitar pagamentos em Bitcoin e Ethereum

A Universidade Americana do Paraguai vai começar aceitar pagamentos em criptomoedas a partir de agosto, os alunos poderão pagar por cursos e graduação com...
Mulher usa ATM do Santander no Reino Unido

Santander testa ferramenta para rastrear criptomoedas

O Santander quer entender como os seus clientes usam as criptomoedas em simultâneo as contas correntes. Para isso, o banco testou uma ferramenta da...
john mcaffe

Suicídio de John McAfee em prisão na Espanha levanta suspeitas

John McAfee, fundador da empresa de tecnologia McAfee, foi encontrado morto na tarde de hoje (23) na cadeia espanhola de Brians 2, localizada em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias